Data
Título
Take
30.9.15

Perdido em Marte.jpg

Marte, aqui tão perto de nós!

 

A dias de estrear nos cinemas, a NASA divulgou uma relevante descoberta sobre a natureza de Marte, afinal existe água salgada por lá. Tal notícia serviu (vamos lá acreditar que tudo não passou de um marketing deveras casual) para colocar The Martian, a mais recente obra de Ridley Scott e o seu regresso à ficção científica desde o muito discutido Prometheus, como um dos filmes mais antecipados e falados desta última temporada.

 

transferir (2).jpg

 

É certo que esta adaptação do homónimo livro de Andy Weir obteve o apoio da própria instituição espacial para eventuais aconselhamentos sobre os bastidores da mesma (o filme resume a todo um caso de relações públicas) e acesso aos especialistas nas diferentes áreas, para segundo estes, transmitir alguma credibilidade ao aparentemente risível. Produto vendido, ou não, não é por esta coligação existir que à partida devemos condenar The Martian, nesse termo a NASA messiânica de Interstellar [ler crítica] é muito mais ofensiva, mas esta venda como produto de luxo desvenda no filme de Scott uma capa de farsa e dominância pelas estatísticas de mercado.

 

The-Martian-Perdido-em-Marte-2015-de-Ridley-Scott.

 

Assim seja, vamos por partes, o início de The Martian tinha tudo para nos levar a outras galáxias, metaforicamente falando obviamente, uma variação de Robison Crusoé que corresponde aos desafios do isolamento e da sugestão de impotência humana. Matt Damon é esse naufrago, o astronauta deixado para trás e que a NASA anseia recuperar para ficar bem vista entre a opinião pública e, assim, receberem financiamento para futuras expedições, do que supostamente um todo o rol de solidariedade. E os bastidores são claramente evidentes de tal feito… até certo ponto.

 

The-Martian-Trailer.jpg

 

Ponto, esse, em que toda a operação de salvamento converte-se numa espécie de histeria global, limitada e sem asas para eventuais críticas sociais que se poderia (e facilmente) suscitar. É estranho, até porque Ridley Scott conseguiu converter a enésima leitura do conto bíblico (Exodus: Gods and Kings [ler crítica]) numa subliminar provocação do foro religioso. Não, em The Martian, o que vemos é um "crowd pleaser" que deixa por terra um desde então sugerido exercício humano que se poderia extrair na solidão da personagem de Damon. Munido por uma prestação emotivamente cativante, mas longe de esboçar um perfil psicológico concebível para todo aquele cenário. Em certos momentos, chegamos a sentir a falta de uma bola de volei alcunhada de Wilson.

 

martian-gallery3-gallery-image.jpg

 

Porém, Ridley Scott, um cineasta que sempre defendeu a adulteração do enredo em prol da viabilidade comercial, está-se pouco "borrifando" para ensaios humanistas e de exploração metafísica (ou astrofísica), tal tarefa ficou entregue a Kubrick e os tempos de Alien e Blade Runner já vão ao tempo. A palavra aqui é… chineses… mais uma vez, chamados repentinamente para o serviço, como se um doce para as bilheteiras do Oriente se tratasse, e novamente sob um tratamento descartável e sem qualquer utilidade para a narrativa exposta. Já que se falava em coligação, porque não a Rússia, visto que foi um dos primeiros rivais espaciais dos EUA? Os interesses políticos e financeiros falam mais alto, é evidente.

 

the-martian-screencap_1920.0.0.jpg

O resto da produção, para além de sequências mirabolantes e de difíceis digestão (mesmo com a intervenção de um especialista qualquer da NASA a argumentar a veracidade dos gestos), ainda temos à mercê um conjunto ainda mais indigesto de personagens descartáveis (e desta vez a culpa não é mais dos chineses). Sob o pretexto de elenco de luxo, The Martian é tão prestável na sua "capacidade" de criação de personagens, que temos à nossa mercê um Donald Glover, pitoresco o suficiente para integrar numa qualquer comédia destinada a adolescentes. Agora sim, alguém tenha a decência de explicar a credibilidade disto! Um perfeito produto de venda fácil!

 

"Every human being has a basic instinct: to help each other out. If a hiker gets lost in the mountains, people will coordinate a search. If a train crashes, people will line up to give blood. If an earthquake levels a city, people all over the world will send emergency supplies. This is so fundamentally human that it's found in every culture without exception. Yes, there are assholes who just don't care, but they're massively outnumbered by the people who do. Mark Watney, The Martian"

 

Real.: Ridley Scott / Int.: Matt Damon, Jessica Chastain, Kristen Wiig, Jeff Daniels, Michael Peña, Kate Mara, Sean Bean, Sebastian Stan, Aksel Hennie, Chiwetel Ejiofor, Donald Glover

 

martian-tifrss0009frnleft-1001rrgb.jpg

 

 

4/10

publicado por Hugo Gomes às 20:02
link do post | comentar | partilhar

1 comentário:
De Anónimo a 10 de Maio de 2016 às 17:10
Eu só vi recentemente "Perdido em Marte": 5* e adorei.

"Perdido em Marte" é sem dúvida alguma um dos melhores filmes de 2015...
"The Martian" tem uma história arrebatadora e um brilhante elenco...

Cumprimentos Frederico Daniel...


Comentar post

sobre mim
pesquisar
 
arquivos
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


recentemente

Pinar Toprak é compositor...

0%!! Gotti, filme de mafi...

Adrift (2018)

Eva (2018)

Primeiras imagens de «Won...

Arachnophobia terá remake...

Trailer: The Little Stran...

Trailer: First Man, Ryan ...

Trailer: The Girl in the ...

Jurassic World: Fallen Ki...

últ. comentários
Gritos 3: 5*Que filme excelente e fenomenal, adore...
Um dos meus favoritos 5*
Gritos 2: 5*Sidney, Dewey e Gale estão de regresso...
Para mim é um dos melhores estreados em 2018, amo ...
É já de domínio público que João Botelho adaptou, ...
Takes
10/10 - Magnífico
9/10 - Imprescindível
8/10 - Bom
7/10 - Interessante
6/10 - Razoável
5/10 - Medíocre
4/10 - Muito Fraco
3/10 - Mau
2/10 - Péssimo
1/10 - De Fugir
0/10 - Nulidade
stats counter
HTML Hit Counter
counter
links
mais comentados
25 comentários
20 comentários
13 comentários
12511335_1084470088250815_732384524_o
subscrever feeds
SAPO Blogs