Data
Título
Take
7.12.15

Rapariga Dinamarquesa.jpg

Travestindo o academismo!

 

The Danish Girl (A Rapariga Dinamarquesa), o mais recente trabalho de Tom Hooper, entra automaticamente em paralelismos com The Theory of Everything [ler crítica], de James Marsh. Sim, a biografia de Stephen Hawking tem muito de comum com a história de vida da primeira transexual do mundo.

 

transferir.jpg

O elo número um está à vista de todos: Eddie Redmayne protagoniza e novamente num trabalho de metamorfose (sem falar dos camaleónicos maneirismos) onde terá que passar por uma constante transformação que, ditará não só o seu destino, mas o da sua cônjuge. Aí passamos para a segunda ligação entre os dois filmes: ambos visam dois seres inadaptados na sociedade, e são narrados sob a perspectiva das suas esposas mártires, que embora sejam lutadoras e cúmplices sentem-se vulneráveis a recaídas e dúvidas quanto às batalhas que travam. Assim viramos para o terceiro e último elo: o facto de serem dois filmes biográficos distintos, mas consolidados com um gosto e requinte pelo academismo formal. Neste caso, A Rapariga Dinamarquesa é pontuada pela veia classicista de Tom Hooper, que foi há alguns anos consagrado com o Óscar por The King's Speech [ler crítica]. Nesse sentido, tudo resulta numa obra longe da provocação e apenas conformada com as convenções e esquematização do género das cinebiografias.

 

alicia.vikander.png

 

Outras razões que levam A Rapariga Dinamarquesa a ser simplesmente inofensivo é o facto de nunca saber explorar o lado psicológico das suas personagens, oferecendo outro retrato falhado sobre a transexualidade e o travestismo, tratando ambos os "diagnósticos" como vícios narcóticos. É um olhar desentendido e radical a uma complexidade comportamental e sexual, dando a sugerir que a crise de identidade do nosso Einar Wegener (Redmayne) começou no preciso momento em que a sua esposa, a artista Gerda (Vikander), o incentivou a travestir-se para substituir uma modelo. Por outras palavras, foi uma casualidade que levou Einar a converter-se em Lili Elbe, que no futuro se tornaria num exemplo para os seres inconformados com o seu corpo e género.

 

danish.jpg

 

Infelizmente o filme recorre ao básico sentido de "recontar" as passagens, de ilustrar eventos e nunca, mas nunca, aufere uma maior dimensão às suas figuras. Como consolo, os desempenhos são verdadeiros mimos: Eddie Redmayne confirma a sua eficácia em "mascarar-se" face aos desafios interpretativos que a sua carreira parece prover, mas é em Alicia Vikander que curiosamente as atenções reincidem. Para além de partilhar o protagonismo com oscarizado actor de The Theory of Everything, a actriz sueca -  que tem estado em destaque nos últimos anos - consegue acompanhar a sua jornada martirológica com graciosidade, transcendendo emocionalmente a sua personagem,  indevidamente mal tratada pelos argumentistas e nunca sustentada pelo realizador – o qual tem aqui o seu trabalho tecnicamente mais desleixado da sua filmografia. Podia A Rapariga Dinamarquesa ser um grande filme? Podia, e tinha tudo para o ser, mas não foi.

 

"We went for coffee, and after... I kissed him. And it was the strangest thing. It was like kissing myself."

 

Real.: Tom Hooper / Int.: Eddie Redmayne, Alicia Vikander, Amber Heard, Ben Whishaw, Matthias Schoenaerts, Sebastian Koch

 

6585.jpg

 

5/10

publicado por Hugo Gomes às 21:28
link do post | comentar | partilhar

sobre mim
pesquisar
 
arquivos
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


recentemente

Insyriated (2017)

Trailer: The Equalizer 2,...

Cannes: Terry Gilliam, Vo...

Brevemente ...

Arranca o ciclo «O que é ...

Quinzena dos Realizadores...

Morreu R. Lee Ermey, o sa...

Ed Sheeran em filme de Da...

Humores Artificiais vence...

Morreu VIttorio Taviani, ...

últ. comentários
Tomb Raider: 4*Este é um blockbuster bem conseguid...
Mas, sendo este caso Woody Allen já tão antigo, po...
Filme muito bom. Um tratado de sociologia/psicolog...
Notícia triste, mais um talento do qual nos desped...
Ridículo. Não são os únicos posters desta "naturez...
Takes
10/10 - Magnífico
9/10 - Imprescindível
8/10 - Bom
7/10 - Interessante
6/10 - Razoável
5/10 - Medíocre
4/10 - Muito Fraco
3/10 - Mau
2/10 - Péssimo
1/10 - De Fugir
0/10 - Nulidade
stats counter
HTML Hit Counter
counter
links
mais comentados
25 comentários
20 comentários
13 comentários
12511335_1084470088250815_732384524_o
subscrever feeds
SAPO Blogs