Data
Título
Take
24.2.15
24.2.15

Tak3n.jpg

“One down, more to go!”

 

A hipérbole do controlo parental, Taken, resultou num inesperado sucesso de bilheteira, em termos cinematográficos assumiu-se como um filme de acção, que apesar de longe dos lugares-comuns e da previsibilidade, ostentava um ritmo invejável sob uma narrativa quase minimalista. Esse sucesso, como é óbvio na industria cinematográfica, gerou uma sequela em 2012, que não foi mais que um auto-plágio, uma repetição das formulas que deram o êxito ao filme de 2008.

 

transferir.jpg 

Desta vez sem Pierre Morel na realização, mas com Olivier Megaton no serviço, três anos depois eis que surge o terceiro, o Confronto Final, segundo o titulo português, o qual se espera encerrar um franchising com uma chama de pouca duração. O mais pretensioso dos três filmes, Taken 3 tenta incutir um teor mais trágico e dramático à fasquia e como troca de tal vertente é a sua perda de ritmo, que vem com anexo, todos os elementos o qual identificamos as "aventuras" de Bryan Mills, o homem mais azarado do cinema deste John McClane.

 

taken-3-1.jpg

 

Nesta sua demanda, desta vez sem sequestros mas conduzido por uma vingança pessoal, o enredo troca Paris e Istambul, o exótico europeu, por terras do tio Sam, e em compensação temos a banalidade do cinema norte-americano de acção com os russos como os vilões de serviço (é uma previsibilidade de tal tamanho que se torna insuportável) e uma descarada substituição dos toques à la Liam Neeson por sequências de acção sem um pingo de genialidade, para dizer a verdade, actualmente assistimos mais genica nas série de TV. O actor está cansado desta “brincadeira” de “bang bang”, assim como o espectador que já não encara com seriedade todo este forçado enredo. A juntar a isto temos um inútil Forest Whitaker a rever o rumo da sua carreira em queda livre.

 

Taken-3_Fox.jpeg

 

Provavelmente a única coisa que poderemos reconhecer como Taken são os breves momentos em que Neeson explica à sua filha que está inserido numa cilada, previsivelmente por vias do telefone. De resto, é mais do mesmo, e menos do que aquilo que poderíamos contar. Depois deste tomo Luc Besson (o produtor) deveria seriamente avançar noutro franchising, porque este está definitivamente morto e enterrado. 

 

"I know you know a lot of people, and with a good lawyer you'll get out of jail in a few years. And then I'll come for you. I'll find you, and we both know what's gonna happen."

 

Real.: Olivier Megaton / Int.: Liam Neeson, Forest Whitaker, Maggie Grace, Famke Janssen, Dougray Scott

 

taken_3_2015_movie-wide.jpg

 

Ler Críticas Relacionadas

Taken (2008)

Taken 2 (2012)

3/10
tags: ,

publicado por Hugo Gomes às 20:20
link do post | comentar | partilhar

sobre mim
pesquisar
 
arquivos
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


recentemente

Pinar Toprak é compositor...

0%!! Gotti, filme de mafi...

Adrift (2018)

Eva (2018)

Primeiras imagens de «Won...

Arachnophobia terá remake...

Trailer: The Little Stran...

Trailer: First Man, Ryan ...

Trailer: The Girl in the ...

Jurassic World: Fallen Ki...

últ. comentários
Gritos 3: 5*Que filme excelente e fenomenal, adore...
Um dos meus favoritos 5*
Gritos 2: 5*Sidney, Dewey e Gale estão de regresso...
Para mim é um dos melhores estreados em 2018, amo ...
É já de domínio público que João Botelho adaptou, ...
Takes
10/10 - Magnífico
9/10 - Imprescindível
8/10 - Bom
7/10 - Interessante
6/10 - Razoável
5/10 - Medíocre
4/10 - Muito Fraco
3/10 - Mau
2/10 - Péssimo
1/10 - De Fugir
0/10 - Nulidade
stats counter
HTML Hit Counter
counter
links
mais comentados
25 comentários
20 comentários
13 comentários
12511335_1084470088250815_732384524_o
subscrever feeds
SAPO Blogs