Data
Título
Take
15.2.17

T2 Trainspotting 2.jpg

Será que ainda ecoa o "Lust for Life"?

 

"És um turista no teu próprio passado", quem nunca sentiu tal saudosismo a apoderar-se no nosso ser, não sabe decerto o que é ser humano. As recordações guardadas soam como parasitas que nos esventram lentamente e, após a sua embusteira liberdade, nos acarretam por tempos vividos sob a sombra de um passado longínquo.

 

t2_704.jpg

 

Como diz o ditado popular, "o tempo não volta atrás" e Danny Boyle sofre exactamente desse mal, dessa tendência de olhar para antecedentes, de se assumir como o turista na sua própria carreira. Nada contra a essa nostalgia que nos faz reflectir o que somos e o que seremos, porém, o nosso Boyle deveria mentalizar que ele próprio mudou, a jovialidade foi-se, o toque anarquista e despreocupado são agora meras ilusões ópticas, o "choose life" em tempos de discórdia converteu-se num slogan de campanhas de marketing. Não se trata da advertência "não voltes ao lugar onde foste feliz", mas sim "não voltes ao ponto em que te reinventaste"e Trainspotting (1996) foi esse mesmo marco.

 

p04qj57y.jpg

 

Passados 20 anos, eis um retorno a estas personagens "miseráveis", a estes misfits que nos conduziram aos becos fechados da podridão humana, agora sob as inspirações do livro Porno, de Irvine Welsh. Quem não se lembra da pior casa de banho de toda a Escócia? Com T2 (não, não é a sequela de Terminator) somos inseridos a um ato de réplica, desprovido da anterior desarrumação (que segundo as personagens é um sinal de masculinidade) e apenas aceite como qualquer nostalgia mercantil que hoje parece abundar nesta indústria. Mas o ensaio underground está infectado (sentimos o cheiro da emocionalidade bacoca) pela negritude dramática dos trabalhos posteriores de Boyle e um happy ending do típico estilo crowd pleasure.

 

Trainspotting-2-cast-2-e1469477719288-1024x426.jpg

 

Provavelmente, o problema não está nesta "nova" reinvenção com foco nas glórias passadas, mas no regimento dos planos: "primeiro vem a oportunidade, depois a traição". Pois bem, Danny Boyle teve a sua chance, só que vergou num processo de auto-traição, até porque o "gosto", evidenciado no momento em que Renton (EwanMcGregor) tenta reconfortar-se na sua velha colecção de vinis, tem a irritante tendência de alterar. 

 

"It's just nostalgia! You're a tourist in your own youth. We were young; bad things happened."

 

Real.: Danny Boyle / Int.: Ewan McGregor, Ewen Bremner, Jonny Lee Miller, Robert Carlyle

 

960x410_9cf78c9ec9b286d122e7fc07d38297ec.jpg

 

 

5/10

publicado por Hugo Gomes às 18:28
link do post | comentar | partilhar

sobre mim
pesquisar
 
arquivos
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


recentemente

Suspiria (2018)

Colette (2018)

Carga (2018)

Raiva (2018)

Conheçam os vencedores da...

Extinção (2018)

Encontrado realizador par...

Venom (2018)

Doclisboa'18 revela toda ...

Cary Fukunaga será o real...

últ. comentários
Neste caso o director de fotografia não teve qualq...
Vi o filme ontem nos cinemas e adorei. Sendo filme...
Não menosprezando o colorista, que obviamente fez ...
Eu acho que você deveria olhar bem aqui em relação...
Fogo, não pode ser. Esse JP Caldeano é mesmo tuga?...
Takes
10/10 - Magnífico
9/10 - Imprescindível
8/10 - Bom
7/10 - Interessante
6/10 - Razoável
5/10 - Medíocre
4/10 - Muito Fraco
3/10 - Mau
2/10 - Péssimo
1/10 - De Fugir
0/10 - Nulidade
stats counter
HTML Hit Counter
counter
links
mais comentados
29 comentários
25 comentários
20 comentários
12511335_1084470088250815_732384524_o
subscrever feeds
SAPO Blogs