Quarta-feira, 17 de Agosto de 2016

arthur-hiller-dead.jpg

Morreu Arthur Hiller, o realizador canadiano que esteve por detrás de algumas comédias de êxito dos anos 70 e 80 e de Love Story, descrito como antecessor dos populares romances sparkianos. Faleceu esta quarta-feira, dia 17 de Agosto, tinha 92 anos.

 

Nascido em Alberta, Canadá, em 1923, Hiller começou a sua carreira nos anos 50 como produtor e realizador de algumas séries televisivas como On Camera e Matinee Theatre. No cinema estreou-se em 1957 com The Careless Years, uma variação contemporânea de Romeu & Julieta com Dean Stockwell e Natalie Trundy, mas foi com as comédias que a sua carreira cinematográfica expandiu.

 

Mesmo sob uma filmografia quase detida no género da comédia, Hiller concretizou em 1970, o seu filme mais popular e relembrado, Love Story, cujo êxito levou, para muitos, à formação de um subgénero romântico próprio que seria seguido até aos dias de hoje por Nicholas Spark e outros "tearjerkers". Foi nomeado a sete Óscares, incluindo o de Melhor Filme.  

 

020-love-story-theredlist.jpg

 

Nos anos 80 prolongou-se a sua "colecção de comédias", algumas delas como Cegos, Surdos e Loucos (See no Evil, Hear no Evil) foram bem sucedidas, porém, na década seguinte as suas concretizações não obtiveram o mesmo fascínio nem pelo público, nem pela crítica.

 

Para além dos seus trabalhos na direcção e produção, Arthur Hiller foi presidente dos Directors Guild of America (Sindicato de Realizadores da América) entre 1989 a 1993, e presidente da Academy of Motion Picture Arts and Sciences entre 1993 a 1997. Em 2001 foi laureado com o Prémio Humanitário Jean Hersholt, devido ao seu trabalho com inúmeras organizações de caridade, instituições educativas e grupos de direitos civis.

 

Arthur Hiller (1923 - 2016)


publicado por Hugo Gomes às 21:28
link do post | partilhar

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




sobre mim
pesquisar
 
arquivos
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


recentemente

Pinar Toprak é compositor...

0%!! Gotti, filme de mafi...

Adrift (2018)

Eva (2018)

Primeiras imagens de «Won...

Arachnophobia terá remake...

Trailer: The Little Stran...

Trailer: First Man, Ryan ...

Trailer: The Girl in the ...

Jurassic World: Fallen Ki...

últ. comentários
Gritos 3: 5*Que filme excelente e fenomenal, adore...
Um dos meus favoritos 5*
Gritos 2: 5*Sidney, Dewey e Gale estão de regresso...
Para mim é um dos melhores estreados em 2018, amo ...
É já de domínio público que João Botelho adaptou, ...
Takes
10/10 - Magnífico
9/10 - Imprescindível
8/10 - Bom
7/10 - Interessante
6/10 - Razoável
5/10 - Medíocre
4/10 - Muito Fraco
3/10 - Mau
2/10 - Péssimo
1/10 - De Fugir
0/10 - Nulidade
stats counter
HTML Hit Counter
counter
links
mais comentados
25 comentários
20 comentários
13 comentários
12511335_1084470088250815_732384524_o
subscrever feeds
SAPO Blogs