Data
Título
Take
17.11.14

Dois Dias, Uma Noita.jpg

Uma proposta recusável!

 

O novo trabalho de realização dos irmãos Dardenne (Jean-Pierre e Luc) coloca o espectador constantemente na pele das suas personagens, diria antes, figuras representativas de uma sociedade onde os números valem mais que a própria vida humana. Deux jours, une Nuit (Dois Dias, Uma Noite) é uma proposta por vezes caricata de reflexão ética propicia ao debate, que nos obriga a olhar ao nosso redor, à situação actual em que vivemos, quer a nível político-social e mesmo económico.

 

deux-jours-une-nuit-3.jpg

 

No seio deste retrato prolongado de "mendiguice" levado a cabo pela actriz Marion Cottilard, cuja personagem, Sandra, tenta persuadir todos os seus colegas de trabalho (pelo menos a maioria) a prescindir do bónus anual para que esta mantenha o seu posto de trabalho, tudo isto durante um fim-de-semana. Esta jornada de humilhação pessoal é repleta de situações que indiciam críticas por parte dos Dardenne a um sistema frio e que nada faz para impedir o gradual desemprego. É o efeito dominó que passa ao lado da fita, mas que ao mesmo tempo é mencionado constantemente sob gestos e palavras das suas respectivas personagens.

 

Deux-jours-une-nuit-Prime-aide.jpg

 

A proposta é digna no seu objectivo, mas cedo Deux jours, une Nuit força os seus subenredos em prol de um cenário em pré-construção, tecendo simultaneamente os seus alvos críticos e estampando-os em tudo o que encontra. O final ainda nos reserva certas surpresas que evidenciam outros alvos, mas tudo cai no politicamente correcto incendiário, que propicia a discussão e a auto-reflexão. Enquanto isso, Cottilard é subtil na sua entrega trágica, funcionando como um mártir perfeito na sua peregrinação em busca dos valores e do sacrifício humano.

 

deux-jours-une-nuit-marion-cotillard.jpg

 

Em Deux jours, une Nuit, a dupla Dardenne cria aqui um tipo de cinema reflexivo sob um pretexto algo naturalista, socialmente copista e quase pedagógico. É como se tudo resumisse a um prolongamento de Resources Humaines (Recursos Humanos), de Laurent Cantent.

 

Filme visualizado no Lisbon & Estoril Film Festival 2014

 

Real.: Jean-Pierre e Luc Dardenne /Int.: Marion Cotillard, Fabrizio Rongione, Pili Groyne

 

208027.jpg-c_640_360_x-f_jpg-q_x-xxyxx.jpg

 

6/10
tags: ,

publicado por Hugo Gomes às 23:57
link do post | comentar | partilhar

sobre mim
pesquisar
 
arquivos
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


recentemente

Nadav Lapid estará no Cur...

A vida de Sammy Davis Jr....

Que caem as fronteiras en...

Pinar Toprak é compositor...

0%!! Gotti, filme de mafi...

Adrift (2018)

Eva (2018)

Primeiras imagens de «Won...

Arachnophobia terá remake...

Trailer: The Little Stran...

últ. comentários
Gritos 3: 5*Que filme excelente e fenomenal, adore...
Um dos meus favoritos 5*
Gritos 2: 5*Sidney, Dewey e Gale estão de regresso...
Para mim é um dos melhores estreados em 2018, amo ...
É já de domínio público que João Botelho adaptou, ...
Takes
10/10 - Magnífico
9/10 - Imprescindível
8/10 - Bom
7/10 - Interessante
6/10 - Razoável
5/10 - Medíocre
4/10 - Muito Fraco
3/10 - Mau
2/10 - Péssimo
1/10 - De Fugir
0/10 - Nulidade
stats counter
HTML Hit Counter
counter
links
mais comentados
25 comentários
20 comentários
13 comentários
12511335_1084470088250815_732384524_o
subscrever feeds
SAPO Blogs