Data
Título
Take
12.8.14
12.8.14

" She's Lost Control"

 

O fotografo holandês, Anton Corbijn, abordou Control, a sua primeira experiência cinematográfica, numa homenagem ao ensaio fotográfico de Kevin Cummins, cujas suas fotografias imortalizaram a figura de Ian Curtis, o carismático vocalista dos Joy Divison, como um exemplo de estilo genuinamente pop e de rebeldia para futuras gerações. De um fotografo para outro, Corbijn apenas esboçou uma sequência a esse mesmo trabalho fotográfico, dando-lhes vida, personalidade e sobretudo, arrancando as suas memórias parasitadas.

 

 

Tal como uma crença dos índios amazónicos, a fotografia, um engenho diabólico que furta almas, sendo esse o processo que aconteceu com Curtis por Cummins, assim o agora virado cineasta teve a árdua tarefa de libertar essa alma aprisionada e joga-la livremente para o abismo da sua própria condenação como ser existencial. Porém este trabalho artístico não poderia estar completo sem uma tela para ser exposta. Essa mesma tela funciona como a requisição de outras memórias, as recordações de quem viveu perto com o influente músico e que por vias da sua existência frágil tornou-se também numa condenada. Falo obviamente da ex-mulher de Ian Curtis, Deborah Curtis, e o seu livro "Touching from a Distance", o qual Control se baseia. As vivências de uma mulher que força em ser amada por um ídolo caído. Uma queda que esta avizinhara muito antes da sua ascensão.

 

 

Por fim, coube a “ingrata” tarefa de preencher essas mesmos almas "vagabundas", Anton Corbijn corteja os seus respectivos actores em encarnar as suas figuras sem que se percam em esquematizações que poderia guiar Control aos lugares comuns da biopic musical. Os desempenhos são valiosos, mas nada que transcenda a narrativa ou que se destaca do trabalho gráfico e estilístico do autor, ao invés disso sente-se uma perfeita harmonia destes com a profunda pintura que a obra ostenta. Sim, Sam Riley encontra-se espantoso na pele do vocalista e Samatha Morton indiscutivelmente quebradiça em ser o mártir deste dilemático percurso até a uma tragédia comum. Contudo e tirando Toby Kebbell, o resto do elenco secundário vagueia como “fantasmas” em busca de uma luz alojada ao fundo do túnel, a salvação, mas privadas da mesma bênção, sendo que em Control não se trata de um retrato de uma banda, mas sim do homem que a ergueu.

 

 

A beleza, o estilo, a melancolia, tudo são elementos que formam um quadro que caminha longinquamente do perfeito mas não da iconoclastia do seu ser. Um filme biográfico único e verdadeiramente apaixonante. Para finalizar fica a questão no ar – como é que um conjunto de fotos consegue delinear uma retrospectiva de um homem em busca da sua tardia redenção? Uma cativante estreia cinematográfica! 

 

"Existence. Well, what does it matter? I exist on the best terms I can. The past is now part of my future. The present is well out of hand."

 

Real.: Anton Corbijn / Samantha Morton, Sam Riley, Alexandra Maria Lara, Joe Anderson, Toby Kebbell, Craig Parkinson, James Anthony Pearson, Harry Treadaway, Andrew Sheridan, Robert Shelly, Matthew McNulty, Ben Naylor

 

 

9/10

publicado por Hugo Gomes às 18:45
link do post | comentar | partilhar

sobre mim
pesquisar
 
arquivos
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


recentemente

Insyriated (2017)

Trailer: The Equalizer 2,...

Cannes: Terry Gilliam, Vo...

Brevemente ...

Arranca o ciclo «O que é ...

Quinzena dos Realizadores...

Morreu R. Lee Ermey, o sa...

Ed Sheeran em filme de Da...

Humores Artificiais vence...

Morreu VIttorio Taviani, ...

últ. comentários
Tomb Raider: 4*Este é um blockbuster bem conseguid...
Mas, sendo este caso Woody Allen já tão antigo, po...
Filme muito bom. Um tratado de sociologia/psicolog...
Notícia triste, mais um talento do qual nos desped...
Ridículo. Não são os únicos posters desta "naturez...
Takes
10/10 - Magnífico
9/10 - Imprescindível
8/10 - Bom
7/10 - Interessante
6/10 - Razoável
5/10 - Medíocre
4/10 - Muito Fraco
3/10 - Mau
2/10 - Péssimo
1/10 - De Fugir
0/10 - Nulidade
stats counter
HTML Hit Counter
counter
links
mais comentados
25 comentários
20 comentários
13 comentários
12511335_1084470088250815_732384524_o
subscrever feeds
SAPO Blogs