Data
Título
Take
16.5.15
16.5.15

Carol.jpg

 

"Todd Haynes back to the 50s"

 

Um produto bem embrulhado, este Carol, a história de um amor lésbico em plenos EUA nos anos 50, salienta a força de Todd Haynes em estruturar narrativas centradas nessa época de constrangimento sexual. Pois bem, muito antes dos anos 60, e de ter surgido a transição para a revolução ideológica, social e sexual em terras do Tio Sam, os anos 50 foram considerados um limbo, onde as "causas morais" e os valores tradicionais familiares, sustentados por uma nação erguida sob doutrinas cristãs conservadoras, prevaleciam perante a vontade individual.

 

CA0_0117.jpg

 

Todd Haynes já havia pegado nesse cenário e incutindo um revoltoso escape em 2002, com Far From Heaven (Longe do Paraíso), onde Julianne Moore interpretaria uma “perfeita” dona de casa, modelar e servente ao senso comum do protótipo familiar, que faz algo impensável: comete adultério. E fá-lo da forma mais radical e controversa para a época. Nesse mesmo ano, a mesma actriz voltaria a regressar à década, e curiosamente perdida de amores por uma mulher (The Hours, Stephen Daldry). Por outras palavras, Cate Blanchett percorre território de Julianne Moore, mas prevalece como uma personagem própria. Ela é a Carol do título, uma mulher com uma força descomunal, mas intrinsecamente frágil perante a natureza do seu coração. A actriz opera como o motor de arranque do filme de Haynes, uma obra que situa-se algures entre a produção conservadora digna dos grandes estúdios e a ousadia quase libertina de uma produção independente.

 

carol-2015-002-carol-talking-with-shop-girl-ORIGIN

 

 

Carol (o filme) incute diversos ares de La Vie d'Adèle (A Vida de Adèle), de Abdellatif Kechiche, principalmente através de Rooney Mara, a perpetuar a “boneca” sexualmente e objectivamente confusa mas em constante desenvolvimento e com a auto-estima em crescendo. Contudo, a actriz não é par para uma Cate Blanchett realmente profunda e carismática em todo este retrato. Mas este Carol reserva ainda outro problema. É demasiado dependente da sua actriz e da convicção dramática entregue pela sua bem construída personagem.

CAROL_HAYNES_EXTRAIT2_VO_1920x1080_00h.00m.17s.jpg

O resto é uma cenografia bem apresentável por parte de Haynes, de quem após o pouco convencional biopic de Bob Dylan, I'm Not There - Não Estou Aí (filme que conserva um dos desempenhos mais insólitos de Blanchett), se esperava algo absolutamente mais criativo e fora dos parâmetros do “belo embrulho” deste filme de estúdio. Se A Vida de Adèle e Longe do Paraíso tivessem uma filha, certamente seria Carol.

 

Filme visualizado na 68ª edição do Festival de Cannes

 

Real.: Todd Haynes / Int.: Cate Blanchett, Rooney Mara, Kyle Chandler, Sarah Paulson

 

tumblr_noc8f1xnId1qej1i6o4_500.png

 

6/10

publicado por Hugo Gomes às 23:54
link do post | comentar | partilhar

sobre mim
pesquisar
 
arquivos
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


recentemente

Pinar Toprak é compositor...

0%!! Gotti, filme de mafi...

Adrift (2018)

Eva (2018)

Primeiras imagens de «Won...

Arachnophobia terá remake...

Trailer: The Little Stran...

Trailer: First Man, Ryan ...

Trailer: The Girl in the ...

Jurassic World: Fallen Ki...

últ. comentários
Gritos 3: 5*Que filme excelente e fenomenal, adore...
Um dos meus favoritos 5*
Gritos 2: 5*Sidney, Dewey e Gale estão de regresso...
Para mim é um dos melhores estreados em 2018, amo ...
É já de domínio público que João Botelho adaptou, ...
Takes
10/10 - Magnífico
9/10 - Imprescindível
8/10 - Bom
7/10 - Interessante
6/10 - Razoável
5/10 - Medíocre
4/10 - Muito Fraco
3/10 - Mau
2/10 - Péssimo
1/10 - De Fugir
0/10 - Nulidade
stats counter
HTML Hit Counter
counter
links
mais comentados
25 comentários
20 comentários
13 comentários
12511335_1084470088250815_732384524_o
subscrever feeds
SAPO Blogs