Data
Título
Take
20.9.18

A-SIMPLE-FAVOR_POSTER_70X100CM.jpg

As “Máscaras” da nossa … e fútil … sociedade!

 

Antes de apontarmos quase instintivamente como um primo abastado de Gone Girl, devemos encarar o trabalho de atores e seus respetivos desenvolvimentos em A Simple Favor com uma questão a foro social da identidade. Logo a abrir, a protagonista, Stephanie (Anna Kendrick), apresenta-se cordialmente, e à sua maneira formalmente, na produção do enésimo vídeo para o seu vlog. Existe nela uma espécie de “máscara”, um “eu” idealizado que só ela permite transmitir, dar a conhecer a um vasto “mundo”, ou diríamos antes, aos seus seguidores. Por sua vez, os seguidores, conheceram o lado “artificial” desta personagem, da mesma maneira que o espectador conhece através de uma imagem inserida “a frio” pela falta de suporte. Ora bem, temos o choque inicial. Pode-se riscar da lista. Objetivo concluído.

a-simple-favor-1200-1200-675-675-crop-000000.jpg

Com o desenrolar da trama conhecemos outra vertente da personagem, uma mãe quase didática, determinada a tornar-se num virtuoso exemplo materno. Nesta via, de certa maneira, Stephanie traz para o seu quotidiano os reflexos da sua imagem virtualizada. Ou seja, outra “máscara” (ou persona), apenas quebrada com a “entrada” e relação com outra personagem deste universo, Emily (esta dominante, desempenhada com o maior dos sarcasmos por Blake Lively). Para além da sua influência, considerando que as nossas personalidades são sempre processadas por diferentes estados empíricos, uma meia dúzia de copos são incentivadores de converter Stephanie em uma outra pessoa. Sim, outra máscara.

MV5BMTg4MWE2NzktY2I5ZC00NzRiLThkZDItYTg2YjdmZmY5ZW

Como tal, existe neste retrato, um afastamento das pedagogias do maniqueísmo cinematográfico, um estudo à figura, assim como, evidentemente uma metaforização ficcionada da natureza do “eu”, do seu conceito até ao seu desenvolvimento. Não é por menos que com o “cavalitar” da intriga, Stephanie se torne cada vez mais Emily, uma metamorfose identitária que a posiciona num determinado status social. As personalidades poderão diluir-se para uma só persona (sem querer entrar em heresias cinéfilas, existem contornos da tão imortalizada obra de Ingmar Bergman, pelo menos nessa catarse à cultura do “eu”).

MV5BMTUzNDc3NTM4M15BMl5BanBnXkFtZTgwMzYxNTM0NTM@._

 

O que aparentaria ser um thriller carpinteirado acaba por espelhar as nossas transformações e as nossas exposições, partes integrantes de um carácter performativo. Aliás, parafraseando Shakespeare: “o mundo é um palco”, completado por “toda a gente se comporta como um histrião [ator]”. Os “atores”, nós próprios, enquanto composto de uma sociedade e quotidiano, tendemos em comportarmos conforme as contextualizações e situações, assim como pretendemos ou desprendemos. Nesse termo, é curioso afirmar que Stephanie é uma “atriz” no seu próprio palco (temos a consciência que estamos a referir-nos a uma personagem apenas “viva-alma” graças à composição de um ator, profissionalmente falando).

MV5BYzAyMTVlMTQtMWNkNi00MmZlLWJiNTgtZDVjZTc5MTc3MW

Repegando no termo histrião, Paul Feig saindo de comédias femininas como Bridesmaids e Ghostbusters (sim, esse mesmo) comporta-se também numa nova persona face a um género que não lhe pertence. O resultado é um autêntico gin tónico, misturado e levemente polvilhado com um humor negro. Talvez esta estranheza, como aquela que testemunhamos na entrada de Stephanie no grande ecrã, resulta na melhor experiência dada pelo realizador, a sua, quiçá, obra maior.

 

MV5BNGViNmJjMzMtYzgzMS00YmQyLTgxOTYtMzI0MGUzODI2Yz

Para além das atrizes e da sua direção, Feig oferece um trabalho armado à pingarelho na sofisticação, estranhamente, forjando um puro cocktail de elegância e de ritmo pontuado e cuidado. E como forma de invocar esse “quê” de sofisticado, ou, aparelhando numa “máscara” de reafirmação de um certo estatuto social, há todo um lisonjear da cultura francesa (exotismo cosmopolítico) presenciado na banda sonora (Serge Gainsbourg, Brigitte Bardot, Jean-Paul Keller) ou na referência in e out de Les Diaboliques, de Henri-Georges Clouzot). Em suma, A Simple Favor é um filme acima de um simples e pequeno favor.

 

Real.: Paul Feig / Int.: Anna Kendrick, Blake Lively, Henry Golding, Bashir Salahuddin

 

a-simple-favor-new-trailer-3.jpg

8/10
tags: ,

publicado por Hugo Gomes às 15:56
link do post | comentar | partilhar

1 comentário:
De Francisco Quintas a 25 de Setembro de 2018 às 22:53
Nem tinha vontade de ver o filme. Pensei que apenas se tratava de um thriller com humor negro, ou lá o que era. Agora, tendo em conta o que acabei de ler e que raramente dás 8 a um filme, alguma coisa estará no filme além do que o material de marketing sugere. Talvez consiga levar a Anna Kendrick a sério.


Comentar post

sobre mim
pesquisar
 
arquivos
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


recentemente

Encontrado realizador par...

Venom (2018)

Doclisboa'18 revela toda ...

Cary Fukunaga será o real...

A Simple Favor (2018)

Edgar Pêra "ataca" salas ...

Morreu Kirin Kiki, a noss...

Marco Martins tem novo pr...

The Predator (2018)

Rumor: Kit Harington pode...

últ. comentários
Um filme lindo. Um dos melhores do Ang Lee. O meu ...
"Deveria ser um crime ignorar um filme destes.". B...
Nem tinha vontade de ver o filme. Pensei que apena...
Sei que um filme é bom quando, assim que acaba, te...
Acho que será muito bom. O Joker é um personagem ...
Takes
10/10 - Magnífico
9/10 - Imprescindível
8/10 - Bom
7/10 - Interessante
6/10 - Razoável
5/10 - Medíocre
4/10 - Muito Fraco
3/10 - Mau
2/10 - Péssimo
1/10 - De Fugir
0/10 - Nulidade
stats counter
HTML Hit Counter
counter
links
mais comentados
25 comentários
20 comentários
13 comentários
12511335_1084470088250815_732384524_o
subscrever feeds
SAPO Blogs