Data
Título
Take
19.12.07
19.12.07

 

Real.: Ash Brannon, Chris Buck

Int.: Shia La Beouf, Jeff Bridges, Zooey Deschanel, James Woods

 

Cody (Shia La Beouf) é um pinguim jovem, extrovertido e apaixonado pelo surf que idolatra Big Z (Jeff Bridges), um pinguim surfista famoso que lhe disse um dia que nunca se deve desistir dos sonhos. Passado alguns anos Cody segue para uma paradisíaca ilha que o qual está a decorrer uma competição em surf em memoria do Big Z, desaparecido tragicamente no mar. E é aí que Cody irá aprender uma lição bastante importante sobre a vida, nem sempre aquele que ganha é o primeiro.

Quem dizer que a experimentalidade num filme de animação de estúdio era reduzida ao modelo clássico já sobreposto pela Disney, Surf’s Up veio provar que ainda existem novas fronteiras a ser exploradas na secção da animação. Com um visual sofisticado e deveras impressionante, até agora a animação com o melhor realismo de desenho (verifica-se pela caracterização do mar tão próximo da realidade) e uma narrativa inspirada nos realty shows e programas de entrevistas provenientes da cultura MTV, o que proporciona ainda mais os divertidos momentos que Surf’s Up pode oferecer.

Vindo directamente da Sony que aposta cada vez mais na competitiva mas ao mesmo tempo benéfica secção animada, onde o estúdio já marcou pontos, graças ao oscarizado Happy Feet que surpreendeu tudo e todos, vencendo o filme da Pixar, Carros, já eleito favorito na cerimonia. Surf’s Up apenas têm de aparente com o filme anterior da Sony, a espécie animal protagonista (os pinguins), que cada vez mais está na moda nos EUA, as igualdades só aparentam apenas aí, porque o singelo filme de Ash Brannon e Chris Buck é uma película de moralismos clássicos, de relembrar os clássicos da Disney, cheio de bom humor, personagens fascinantes e uma boa selecção de vozes, Shia LaBeouf (Transformers, Disturbia) no seu melhor e bem combinado com Jeff Bridges (Tideland, K-Pax).

Frescura animada conjunta com o melhor que o clássico cinema animação têm, e talvez essa seja o seu único defeito, ter como fundo uma história tão previsível em termos moralizador, mas compensados com um arrojo visual e narrativo. Um filme para toda a família sorrir, uma animação de classe.

 

 

  

8/10
tags: ,

publicado por Hugo Gomes às 12:54
link do post | comentar | partilhar

1 comentário:
De filipa a 19 de Janeiro de 2008 às 21:24
este filme esta tão bem feito......a parte da praia ate parece real a agua a areia a floresta esta um espanto....a parte que eu mais gostei foi os pinguins bebes a falarem eram tão fofinhos que ate apetecia entrar na televisão e encher aquelas bolas de pelo de beijinhos


Comentar post

sobre mim
pesquisar
 
arquivos
2019:

 J F M A M J J A S O N D


2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


recentemente

O pão de cada dia obriga ...

Critica - "Nós" não ficam...

Primeiras impressões: Us

Os patetas do costume

O meu Cinema é feito de M...

Maquilhagem americanizada...

Crítica: Marvel no nome, ...

Críticas: uma portuguesa,...

Primeiras reacções: Capta...

E os Óscares?

últ. comentários
Um luxo de actores num filme de lixo, repito LIXO....
Gostei muito da crónica. Vou acompanhar o seu blog...
Padrinho... Mas Pouco: 3*Um filme divertido, mas p...
Impossível esquecer este anjo, este homem.
Triste perda. Que descanse em paz.
Takes
10/10 - Magnífico
9/10 - Imprescindível
8/10 - Bom
7/10 - Interessante
6/10 - Razoável
5/10 - Medíocre
4/10 - Muito Fraco
3/10 - Mau
2/10 - Péssimo
1/10 - De Fugir
0/10 - Nulidade
stats counter
HTML Hit Counter
counter
links
mais comentados
30 comentários
25 comentários
20 comentários
12511335_1084470088250815_732384524_o
subscrever feeds
SAPO Blogs