Domingo, 27 de Maio de 2012

Quando o Campo dos Sonhos tornou-se retro!

 

As inúmeras ficções cinematográficas de desporto que abundam nas salas de projecção e televisões recorrem facilmente aos modelos do cinema clássico, modelar e apelativos a um vasto público. Um dos exemplos mais claros é o baseball, jogo esse, popular nos EUA que já fora motivo para um abrangente número de metragens de sucesso entre as audiências. Porém este Moneyball é aquilo que deve ser considerado um anti-género, de romântico nem de modelar classicista pouco tem, sabendo esquivar tais elementos, mas nunca esquecer a verdadeira essência do desporto, aliás Billy Beane, personagem interpretada por Brad Pitt cita “How can you not get romantic about baseball?”.

 

 

Baseado no best-seller de Michael Lewis, por sua vez inspirado numa história verídica, Moneyball – Jogada de Risco é uma lição de valor versus preço, onde seguimos Billy Beane, o director geral dos Oakland Athletics, que após sofrer com a saída dos seus dois maiores craques tenta encontrar quem os possa substituir. Porém enfrentando o facto de se encontrar dirigindo uma equipa de baixo rendimento financeiro, contra tudo e contra todos, Beane deposita as suas esperanças em Peter Brand (Jonah Hill), um nerd contabilista apaixonado pelo desporto, que aconselhará o director a fazer as suas contratações.

 

 

O jovem actor de Superbad e de Cyrus, Jonah Hill, encontra-se no seu papel mais sério de sempre conseguindo "calar muita boa gente" o qual sempre o acusaram-no de não saber representar (porém não se compreende a nomeação à estatueta de Melhor Actor Secundário), mas é em Brad Pitt que a nova fita dirigida por Bennett Miller (Capote) e escrita pela dupla Aaron Sorkin (The Social Network) e Steve Zaillian (The Schindler’s List) encontra a sua força. Com uma justíssima nomeação ao Óscar, o actor de Inglourious Basterds e The Assassination of Jesse James by the Coward Robert Ford (citando duas das suas melhores prestações como actor e não como vedeta) encontra-se numa fase tão natural que chega a ser perfeito neste papel descontraído, cativante e carismaticamente sedutor, e já que falamos de elenco não poderíamos deixar escapar um fantástico Phillip Seymour Hoffman como o experiente treinador da equipa, um dos lados que motivará o prolongado debate de experiência contra estatística onde o filme se submete com toda a simplicidade, emoção e inteligência.

 

 

Moneyball pode carecer todo aquele romantismo cinematográfico que o publico mais mainstream adora, astutamente conseguindo esquivar dos ingredientes mais bacocos, mas sempre deixando uma “pitadinha” desse estilo tão abundante neste tipo de produções, como a sensação de esperança que nos segue em toda a narrativa. Foi um dos grandes perdedores da cerimónia de entrega dos Óscares de 2012, mas obviamente é uma das mais relevantes obras do ano. Um filme aparentemente frio, inteligente e naturalmente interpretado. Excelente! Um verdadeiro home run!

 

“You get on base, we win. You don't, we lose. And I hate  losing, Chavy. I hate it. I hate losing more than I even wanna win.”

 

Real.: Bennett Miller / Int.: Brad Pitt, Jonah Hill, Philip Seymour Hoffman, Robin Wright

 

 

O Melhor – A naturalidade de Brad Pitt e o debate que o filme consolida inteligentemente

O Pior – Não que tenha uma prestação má, pelo contrário, mas a nomeação de Jonah Hill é um pouco exagerada face a Phillip Seymour Hoffman que nada recebeu.

 

Recomendações – Field of Dreams (1989), The Natural (1984), The Rookie (2002)

8/10
tags: ,

publicado por Hugo Gomes às 01:11
link do post | partilhar

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




sobre mim
pesquisar
 
arquivos
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


recentemente

Insyriated (2017)

Trailer: The Equalizer 2,...

Cannes: Terry Gilliam, Vo...

Brevemente ...

Arranca o ciclo «O que é ...

Quinzena dos Realizadores...

Morreu R. Lee Ermey, o sa...

Ed Sheeran em filme de Da...

Humores Artificiais vence...

Morreu VIttorio Taviani, ...

últ. comentários
Tomb Raider: 4*Este é um blockbuster bem conseguid...
Mas, sendo este caso Woody Allen já tão antigo, po...
Filme muito bom. Um tratado de sociologia/psicolog...
Notícia triste, mais um talento do qual nos desped...
Ridículo. Não são os únicos posters desta "naturez...
Takes
10/10 - Magnífico
9/10 - Imprescindível
8/10 - Bom
7/10 - Interessante
6/10 - Razoável
5/10 - Medíocre
4/10 - Muito Fraco
3/10 - Mau
2/10 - Péssimo
1/10 - De Fugir
0/10 - Nulidade
stats counter
HTML Hit Counter
counter
links
mais comentados
25 comentários
20 comentários
13 comentários
12511335_1084470088250815_732384524_o
subscrever feeds
SAPO Blogs