Data
Título
Take
10.6.11
10.6.11

Anjos ou demónios!

 

Legion é uma historia de teor apocalípticos bíblicos em que a historia gira envolto da luta pela sobrevivência de um grupo de pessoas encurraladas numa estação de serviço no pleno deserto, enquanto são atacados por forças sobrenaturais e mortais. Entre o grupo encontramos o anjo caído Michael (Paul Bettany).

 

 

Adaptação de um graphic novel do próprio Scott Stewart, o realizador do filme, em conjunto com Peter Schink, ambos creditados no seu argumento. Legion não irá fazer parte daquele conjunto que proclamam de melhores do género no universo das adaptações, porém na fita assistimos a um ingénuo entretenimento em que nunca se faz passar por algo “bigger than life”, até mesmo o ambiente em que a trama se joga é tão descontraído para um eventual Armageddon. Tudo parece ter sido concebido sem grandes intenções, desde os efeitos especiais que por vezes parecem ridículos até a narrativa encontrar-se directamente para a acção, sem tempo para perder com ênfases dramáticas, porém o espectador apenas conhecerá melhor os personagens através dos seus diálogos, que até são bastantes objectivas. O elenco é no geral competente, Paul Bettany se esforça a dar-nos um herói frio e Charles S. Dutton é aquele que possui o melhor desempenho, apenas Dennis Quaid é demasiado mau para ser verdade.

 

 

Mesmo subjugado por inúmeros clichés, Legion poderá ser considerado num serie B sem grandes pretensões nem potenciais para algo mais, porém é nisso que disfarça a audácia da sua história. E nas suas limitações é bastante divertido e por vezes burlesco (ver velhotas assassinas e anjos com AK-47 nas unhas). Um guilty pleasure sem dúvidas!

 

PS – cuidado com o Ice-Cream Man, quem viu o filme sabe do que falo.

 

Real.: Scott Charles Stewart / Int.: Paul Bettany, Dennis Quaid, Lucas Black, Tyrese Gibson, Adrianne Palicki, Charles S. Dutton, Kevin Durand

 

 

6/10
tags: ,

publicado por Hugo Gomes às 21:36
link do post | comentar | partilhar

sobre mim
pesquisar
 
arquivos
2019:

 J F M A M J J A S O N D


2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


recentemente

Primeiras reacções: Ad As...

Primeiras impressões: «Mi...

RHI: Revolution Hope Imag...

Dor e Glória, o mapa para...

It: Chapter Two: integrar...

Quote #11: Limelight (Cha...

«Come and See»: quando os...

Duelo ao som-do-sol!

O pão de cada dia obriga ...

Critica - "Nós" não ficam...

últ. comentários
Título do post muito criativo.
Legal o tema do post. Parabéns.
Aguardando. Blog bem legal!
Um luxo de actores num filme de lixo, repito LIXO....
Gostei muito da crónica. Vou acompanhar o seu blog...
Takes
10/10 - Magnífico
9/10 - Imprescindível
8/10 - Bom
7/10 - Interessante
6/10 - Razoável
5/10 - Medíocre
4/10 - Muito Fraco
3/10 - Mau
2/10 - Péssimo
1/10 - De Fugir
0/10 - Nulidade
stats counter
HTML Hit Counter
counter
links
mais comentados
30 comentários
25 comentários
20 comentários
12511335_1084470088250815_732384524_o
subscrever feeds
SAPO Blogs