Data
Título
Take
4.6.11

Massacre em Wall Street!

 

Enquanto como português, as constantes notícias da entrada do FMI em Portugal e a crise quer económica ou social que vivemos actualmente, documentários como este Inside Job fazem todo o sentido. O tema da vencedora peça documental de Charles Ferguson (galardoado com o Óscar de sua categoria) não é porém o estado crítico da nação lusitana, mas sim a revelação da origem da crise económica global que sem dúvidas nenhumas as suas réplicas e reflexos nos conduziram a nossa presente situação.

 

 

Iniciado narrativamente com a bancarrota da Islândia, o país mais afectado pela crise económica global que por sua vez reflecte um dos contra da globalização, Inside Job provoca em dar a conhecer ao espectador as irregularidades e corrupções da sua política, denunciado Wall Street como a máfia do novo século. Ao contrário do sensacionalismo de Michael Moore, Charles Ferguson consegue criar um documento frio, informativo e corajoso (sem com isso o transforme num circo de rua), a narrativa de Matt Damon transmite tais factores á fita que nunca nos dá esperança de melhores, aliás se torna inconclusivo em afirmar que a situação económica global não estará a salvo com esses “tubarões” da alta sociedade (os protagonistas) que cometeram crimes que afectaram milhões em todo o Mundo e que saíram impunes e ironicamente com indemnizações chorudas.

 

 

Mesmo para quem não percebe patavinas de Bolsa ou Gestão de Negócios, irá perceber neste filme que a ganância, sentimento que move os responsáveis, nos conduziu a uma Segunda Grande Depressão. Quanto a Michael Moore, satisfeito ele ficará em saber que Inside Job – A Verdade da Crise aponta o dedo em destaque para a política de George W. Bush. O filme de terror do ano 2010!

 

Real.: Charles Ferguson / Int.: Matt Damon

 

 

8/10
tags: ,

publicado por Hugo Gomes às 18:30
link do post | comentar | partilhar

sobre mim
pesquisar
 
arquivos
2019:

 J F M A M J J A S O N D


2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


recentemente

Primeiras reacções: Ad As...

Primeiras impressões: «Mi...

RHI: Revolution Hope Imag...

Dor e Glória, o mapa para...

It: Chapter Two: integrar...

Quote #11: Limelight (Cha...

«Come and See»: quando os...

Duelo ao som-do-sol!

O pão de cada dia obriga ...

Critica - "Nós" não ficam...

últ. comentários
Título do post muito criativo.
Legal o tema do post. Parabéns.
Aguardando. Blog bem legal!
Um luxo de actores num filme de lixo, repito LIXO....
Gostei muito da crónica. Vou acompanhar o seu blog...
Takes
10/10 - Magnífico
9/10 - Imprescindível
8/10 - Bom
7/10 - Interessante
6/10 - Razoável
5/10 - Medíocre
4/10 - Muito Fraco
3/10 - Mau
2/10 - Péssimo
1/10 - De Fugir
0/10 - Nulidade
stats counter
HTML Hit Counter
counter
links
mais comentados
30 comentários
25 comentários
20 comentários
12511335_1084470088250815_732384524_o
subscrever feeds
SAPO Blogs