Data
Título
Take
13.6.10

Romeu e Julieta é coisa do passado!

 

Se Audrey Tautou foi a protagonista da biografia esquemática de Coco Chanel, em Coco avant Chanel de Anne Fontaine, apresentado no Festival de Cannes de 2009 na secção Cannes Film Market, a insólita visão de Jan Kounen, estreado no mesmo ano, é muito mais do que um oportunista do sucesso da magistral figura da moda, Coco Chanel & Igor Stravinski, o título da entrada de um dos momentos mais importantes e escandalosos da vida da estilista, o romance proibido com o compositor Stravinski.

 

 

A fita de Kounen inicia com uma das magníficas sequências cinematográficas de 2009, quando em pleno concerto de Stravinski, Chanel interessa não só pela incompreendida peça musical como no homem por detrás, os 30 minutos mais dinâmicos em termos de realização e câmara do cinema francês, provando assim que Jan Kounen poderá ser mais do que um realizador ao domicílio como tem sido alvo. A partir daí em termos de argumentais nasce inúmeros de jogos de sedução entre os dois génios, ambos amargurados e obscuros pela sociedade que as rodeia, em termos narrativos os magníficos planos de rasgo de génio dão lentamente lugar aos normais tiques televisivos e a sequências aleatórias e sem nexo, a banda sonora clássica da autoria do próprio Igor Stravinski oferece ao filme uma atmosférica mítica e por vezes sufocante.

 

 

O par de actores que dão corpo ao romance de talentos não podia ser melhor escolha, Anna Mouglalis consegue ser uma credível e negra Coco Chanel, melhor encarnação que Tautou no seu Coco avant Chanel, Mads Mikkelsen como Igor Stravinski é já por si, um actor que transpira carisma em tudo o que é sítio. Destaque também para a actriz russa Yelena Morozova. Mais que um complemento de Coco avant Chanel, Coco Chanel & Igor Stravinski é um romance entre dois génios acima do seu tempo, um turbilhão de sentimentos envolvidos com um dos mais escandalosos casos do século XX. Mesmo que desequilibrado, a fita tem também os seus momentos geniais.

 

 

Real.: Jan Kounen / Int.: Anna Mouglalia, Mad Mikkelsen, Yelena Morozova

 

7/10
tags: ,

publicado por Hugo Gomes às 01:29
link do post | comentar | partilhar

sobre mim
pesquisar
 
arquivos
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


recentemente

Encontrado realizador par...

Venom (2018)

Doclisboa'18 revela toda ...

Cary Fukunaga será o real...

A Simple Favor (2018)

Edgar Pêra "ataca" salas ...

Morreu Kirin Kiki, a noss...

Marco Martins tem novo pr...

The Predator (2018)

Rumor: Kit Harington pode...

últ. comentários
Um filme lindo. Um dos melhores do Ang Lee. O meu ...
"Deveria ser um crime ignorar um filme destes.". B...
Nem tinha vontade de ver o filme. Pensei que apena...
Sei que um filme é bom quando, assim que acaba, te...
Acho que será muito bom. O Joker é um personagem ...
Takes
10/10 - Magnífico
9/10 - Imprescindível
8/10 - Bom
7/10 - Interessante
6/10 - Razoável
5/10 - Medíocre
4/10 - Muito Fraco
3/10 - Mau
2/10 - Péssimo
1/10 - De Fugir
0/10 - Nulidade
stats counter
HTML Hit Counter
counter
links
mais comentados
25 comentários
20 comentários
13 comentários
12511335_1084470088250815_732384524_o
subscrever feeds
SAPO Blogs