Data
Título
Take
11.8.07

 

Real.: George Miller

Int.: Elijah Wood, Brittany Murphy, Nicole Kidman, Hugh Jackman, Hugo Weaving, Robin Williams

 

 

Na nação dos pinguins imperadores, cada membro da espécie atrai o seu par através duma canção de amor vindo do fundo coração, mas Mumble (Elijah Wood) não possui qualquer talento vocal, em vez disso nasceu com o dom do sapateado. Indignados com a diferença, os outros membros da comunidade vêem o como uma espécie de ameaça, uma aberração e querem vê-lo pelas costas.

As animações sempre tiveram grande destaque na história do cinema, outrora classificados como os prodígios dos Estúdios Disney, agora são um grande mercado de competição. Nos dias de hoje não é só a Disney que lança para os cinemas longas-metragens de animação, tirando o facto da Pixar estar aos poucos a apoderar-se do velho estudio da Mickey Mouse, outros grandes estúdios ou alguns em evolução  que outrora viviam somente dos filmes de acção real, produzem de forma quase industrial um vasto numero de animações, muitas delas já ao mesmo nivel dos classicos de uma certa companhia, provocando assim um sector cada vez mais competitivo que anualmente se torna num campo de batalha cinematografico. Warner Brother, que nos deu ao longo dos anos os divertidos Looney Tunes é o mais recente apostador no sector CGI Animation, que se estreia com Happy Feet, uma animação musical com um elenco vocal de luxo e uma animação bela como surpreendente.

Realizado por George Miller, o homem por detrás do sucesso da trilogia Mad Max, a mesma que lançou para o estrelato a estrela Mel Gibson, realiza aqui, após o ultimo trabalho em 1998, um filme de animação sólido e bem-humorado, recheado com músicas nostálgicas ou conhecidas pela maior parte dos espectadores, homenageado celebres músicos; Elvis, Freddy Mercury, George Michael entre outros. Trazendo á memoria um registo há muito trazido pela Disney, a animação-musical, aqui porém sem esse factor de originalidade, mas sim uma reprodução como um karaoke se trata-se. Infelizmente apesar dos grandes momentos musicais estas não estão devidamente coreografadas tornando elas, por vezes, aqueles momentos que tentamos evitar num filme que inspira "doçura" em tudo o que é canto.

A animação é fenomenal, sabendo tratar-se de motion capture, ou seja a captura e digitalização de movimentos pelos actores, não se pode comparar com o artificial Polar Express de Robert Zemeckis. E isso verifica-se nas cenas de mergulho e também na composição dos animais digitais, ao contrário de muitas outras animações consegue ser no seu ponto de vista muito realistas e fieis á verdadeira composição natural.

Happy Feet é um filme que aproveita o sucesso que teve o documentário A Marcha Dos Pinguins no E.U.A, mas felizmente não tenta ser descarado nesse termo e é uma proposta divertida para qualquer família. No final ainda existe aquela moral ecologica que felizmente parece virar moda em tudo o que é peça cinematografica. Relembrando os tempos de Fred Astaire e Gene Kelly, um Robin Williams em grande que se destaca do resto do luxuoso elenco vocal, faz de Happy Feet uma obra unica no seu sector, mesmo não tendo a vitalidade e a criatividade dum filme da Pixar, mas esquecemos por momentos que existe um candeeiro ... e toca lá a entrar nesta Antartida com raizes de Broadway.

 

 

8/10
tags: ,

publicado por Hugo Gomes às 23:21
link do post | comentar | partilhar

sobre mim
pesquisar
 
arquivos
2019:

 J F M A M J J A S O N D


2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


recentemente

O pão de cada dia obriga ...

Critica - "Nós" não ficam...

Primeiras impressões: Us

Os patetas do costume

O meu Cinema é feito de M...

Maquilhagem americanizada...

Crítica: Marvel no nome, ...

Críticas: uma portuguesa,...

Primeiras reacções: Capta...

E os Óscares?

últ. comentários
Um luxo de actores num filme de lixo, repito LIXO....
Gostei muito da crónica. Vou acompanhar o seu blog...
Padrinho... Mas Pouco: 3*Um filme divertido, mas p...
Impossível esquecer este anjo, este homem.
Triste perda. Que descanse em paz.
Takes
10/10 - Magnífico
9/10 - Imprescindível
8/10 - Bom
7/10 - Interessante
6/10 - Razoável
5/10 - Medíocre
4/10 - Muito Fraco
3/10 - Mau
2/10 - Péssimo
1/10 - De Fugir
0/10 - Nulidade
stats counter
HTML Hit Counter
counter
links
mais comentados
30 comentários
25 comentários
20 comentários
12511335_1084470088250815_732384524_o
subscrever feeds
SAPO Blogs