Data
Título
Take
8.6.13

  

Um romance de um dia, um amor para uma vida!

  

Hollywood por vezes parece ter uma ideia completamente errada da verdadeira essência do romance, ao invés de elaborar algo tão simples como a “faísca” entre dois seres quimicamente compatíveis decide envergar pelos enredos impossíveis, de sacrifício, mártir e de puro espectáculo bacoco, factores implantados pela ideia de um fábula de difícil parto que sempre povoou o imaginário de uma cultura que ilude amor com um sentimento puro e infectável, ao mesmo tempo condenável e sofrido. Porém Before Sunrise do autor Richard Linklater tem como única condenação o prestígio de se tornar num dos filmes mais românticos de sempre do cinema norte-americano, contudo o consegue da forma mais humildes, sincera e modesta de que há memória numa obra deste género.

 

 

A história decorre sobre dois cenários, a primeira durante uma viagem de comboio Eurail em direcção a Paris, onde por vias de algumas coincidentes circunstâncias, o jovem e americano Jesse (Ethan Hawke) e a igualmente francesa Céline (Julie Delpy) conhecem-se e deparam-se com uma química viciante entre ambos. Após dois dedos de conversa, o casal sai espontaneamente na paragem de Viena, qual aproveitam o dia para conhecer ao pormenor a capital austríaca, mas principalmente embarcarem na maior viagem das suas vidas, que é descobrir o quanto estão ligados.

 

 

A intriga de Before Sunrise é muito simples, é o “when a boy meet a girl” independente e minimalista, uma narrativa construída e direccionadas através de um conjunto de diálogos munidos pela naturalidade, carisma, e volto a repetir, química simbiótica entre os dois protagonistas que desde o único instante apresentam ao espectador uma cumplicidade sedutora e emocionante. Por entre cenários turísticos de Viena, a fita de Linklater faz-se por um viagem paralela, a jornada de uma vida ao encontro de um amor constantemente fortalecido que cresce em frente aos olhos e que se sente inerente com o decorrer narrativo. Um romance delicado despido de gratificações e lamechices sensacionais, em Before Sunrise, sentimos o déjà vu não fílmico mas experiencial das nossas vidas amorosas, quem nunca sentiu o “click” que faltava por aquela pessoa querida, ou imaginar aquele ou aquela “que nos escapou” e alternativamente a vida que poderíamos ter ao lado desta, as oportunidades perdidas e a ingenuidade juvenil que havíamos perdido.

 

 

Esta é a obra que devemos de “peito cheio” apelidar de romance, tão simplista como forte, dois protagonistas que nos apresentam como duas personagens distintas mas deveras complexas, calorosas para o próprio espectador. O final é mítico e eterno. Longe da conversa fiada, Richard Linklater consegue a definição descomplicada de filme romântico, quando a distância entre duas pessoas ainda continua a ser a maior de todas as epopeias.

 

“Daydream delusion, limousine eyelash. Oh baby with your pretty face. Drop a tear in my wineglass. Look at those big eyes. See what you mean to me. Sweet-cakes and milkshakes. I'm a delusion angel. I'm a fantasy parade. I want you to know what I think. Don't want you to guess anymore. You have no idea where I came from. We have no idea where we're going. Lodged in life. Like branches in a river. Flowing downstream. Caught in the current. I carry you. You'll carry me. That's how it could be.  Don't you know me? Don't you know me by now?”

 

Real.: Richard Linklater / Int.: Ethan Hawke, Julie Delpy, Andrea Eckert



 

10/10
tags: ,

publicado por Hugo Gomes às 23:47
link do post | comentar | partilhar

sobre mim
pesquisar
 
arquivos
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


recentemente

Insyriated (2017)

Trailer: The Equalizer 2,...

Cannes: Terry Gilliam, Vo...

Brevemente ...

Arranca o ciclo «O que é ...

Quinzena dos Realizadores...

Morreu R. Lee Ermey, o sa...

Ed Sheeran em filme de Da...

Humores Artificiais vence...

Morreu VIttorio Taviani, ...

últ. comentários
Tomb Raider: 4*Este é um blockbuster bem conseguid...
Mas, sendo este caso Woody Allen já tão antigo, po...
Filme muito bom. Um tratado de sociologia/psicolog...
Notícia triste, mais um talento do qual nos desped...
Ridículo. Não são os únicos posters desta "naturez...
Takes
10/10 - Magnífico
9/10 - Imprescindível
8/10 - Bom
7/10 - Interessante
6/10 - Razoável
5/10 - Medíocre
4/10 - Muito Fraco
3/10 - Mau
2/10 - Péssimo
1/10 - De Fugir
0/10 - Nulidade
stats counter
HTML Hit Counter
counter
links
mais comentados
25 comentários
20 comentários
13 comentários
12511335_1084470088250815_732384524_o
subscrever feeds
SAPO Blogs