Data
Título
Take
21.5.13

Um acto de pura devoção!

 

Segundo o próprio, numa manhã chuvosa de Março durante a rodagem de O Pão (1959), Manoel de Oliveira procurava cenários para a sua obra quando deparou com um ritual estranho mas envolventemente religioso. O realizador ferverosamente crente sentiu uma aura divinal na representação de Paixão de Cristo, interpretada pela população da aldeia transmontana da Curalha. A partir daquele vislumbre, de Oliveira decide registrar a sua descoberta para a posteridade, num filme que cruza documentário com ficção (apelidado de docuficção, um área experiente do cinema português) que se tornou num dos marcos da sua carreira, o modelo que definiria o homem que seria conhecido e aclamado como o “mestre do cinema português”.

 

 

As citações, proferidas do Auto da Paixão, derivado dos textos escrito por Francisco Vaz de Guimarães do seculo XVI, transmitiam uma emocionante jornada de um povo crente que dedicava com fé, amor e devoção aquela cerimónia pascoal, à figura divina crucificada na representação e acima de tudo à cooperação de um povoado para gerar este simbólico gesto de comprovação religiosa. Manoel de Oliveira sentia-se então comprometido aquele festim de poemas e cantorias, ao rigor popular das personagens, à encarnação que cada uma delas representava para aqueles habitantes, mais do que o Mundo em desenvolvimento e em pleno progresso à sua volta. O realizador filma assim um espectáculo rural, raro e artesanalmente belo onde se funde com um das suas duradouras paixões, o teatro, e é com essa teatralidade que Manoel de Oliveira iria estampar como sua imagem de marca perante uma filmografia extensa e sempre no activo.

 

 

Podemos esperar uma representação dedicada por parte do autor a esta manifestação religiosa, um acto devoto rural que esboça o próprio cinema de Oliveira. Contudo o realizador não se contém com as suas fervorosas crenças e ao chegar ao seu desfecho, “atira-se de cabeça” aos problemas sociais da época, à desumanidade vivida, ao cenário bélico que deixa para trás uma fantasmagórica aura de morte e caos, imagens de arquivo que se reúnem ao simbolismo desta Paixão de Cristo, uma forçada ligação entre um acto religioso aos males mundiais. Mesmo sabendo do foro teológico, do símbolo de esperança e paz que o conto transcrito pela representação de Curalha emana, capaz de emocionar até mesmo o mais descrente, a verdade é que a imperatividade de fé transposta por Manoel de Oliveira deixa tudo a perder (aliás o realizador tem essa tendência de criar finais exagerados).

 

 

Contudo, Acto de Primavera se fomenta como um dos proeminentes obras do autor, um importante retrato de criatividade e prosperidade da docuficção. Sejam religiosos ou não, este é um filme que merece sempre a visualização, rituais perdidos e fé na representação e ilustração dos ícones de esperança e amor em plena Pascoa! A força popular no seu melhor e a padronização do cinema de Oliveira!

 

Filme visualizado no PANORAMA – 7ª Mostra do Documentário Português

 

Real.: Manoel de Oliveira / Int.: Nicolau Nunes Da Silva, Ermelinda Pires, Maria Madalena

 


 

Ver Também

Belle Toujours (2006)

Cristóvão Colombo: O Enigma (2007)

Singularidades de uma Rapariga Loura (2009)

Estranho Caso de Angélica (2010)

 

8/10

publicado por Hugo Gomes às 17:28
link do post | comentar | partilhar

sobre mim
pesquisar
 
arquivos
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


recentemente

Será o "bye bye" dos spin...

FEST exibe Todos Lo Saben...

Nadav Lapid estará no Cur...

A vida de Sammy Davis Jr....

Que caem as fronteiras en...

Pinar Toprak é compositor...

0%!! Gotti, filme de mafi...

Adrift (2018)

Eva (2018)

Primeiras imagens de «Won...

últ. comentários
Bel Ami: 3*A meu ver é fiel ao livro, gostei do qu...
Gritos 3: 5*Que filme excelente e fenomenal, adore...
Um dos meus favoritos 5*
Gritos 2: 5*Sidney, Dewey e Gale estão de regresso...
Para mim é um dos melhores estreados em 2018, amo ...
Takes
10/10 - Magnífico
9/10 - Imprescindível
8/10 - Bom
7/10 - Interessante
6/10 - Razoável
5/10 - Medíocre
4/10 - Muito Fraco
3/10 - Mau
2/10 - Péssimo
1/10 - De Fugir
0/10 - Nulidade
stats counter
HTML Hit Counter
counter
links
mais comentados
25 comentários
20 comentários
13 comentários
12511335_1084470088250815_732384524_o
subscrever feeds
SAPO Blogs