Data
Título
Take
28.4.15
28.4.15

 

d5501ba5f972d0d214cc9cf53dcd3a7572469.jpg

Musicalmente sério!

 

Em 2009, Neil Blomkamp actualizou a sua curta-metragem, Alive in Joburg, para uma longa-metragem de baixo-orçamento, mas que apesar dessa limitação não escondia a sua espectacularidade. Sob tiques de qualquer blockbuster ou dos mais espalhafatosos filmes de ficção cientifica, esse District 9 resultou num êxito, quer de público, quer de bilheteira e até mesmo de linguagem cinematográfica, consolidando o espectáculo cinematográfico despretensioso com a crítica de inserção social da África do Sul. Tal como um gaio, tudo que brilha Hollywood "apanha", e Blomkamp mudou-se assim para um grande estúdio, tendo à sua disposição um orçamento mais vantajoso para incutir Elysium. Filme, esse, protagonizado por Matt Damon, remetia aos mesmos lugares que o anterior District havia percorrido, mas este não era o Blomkamp de District 9,e sim uma versão adulterada, demasiado limpa e presa às convicções do próprio estúdio que constantemente estudavam as tendências do mercado.

 

Ch.jpg

 

Eis que então chega Chappie, o filme que tem sido apontado como o menos consensual da sua carreira e talvez com uma certa razão. Tudo o que vemos nesta sua nova obra, mais uma distopia cientifica ambientada no seu habitat natural, ou seja, a capital sul-africana Joanesburgo, é um revisitar dos mesmos dilemas que o género tem recolocado ultimamente e até mesmo a critica do cineasta à inserção social e a luta de classes é novamente mencionada, mas recorridos sobre o parâmetro do videoclipp. Pois bem, Blomkamp recupera a tendência do video musical, desta enraizada sob um particular gosto.

 

chappie-2015-movie-wide.jpg

 

Não é por acaso que Yo-Landi e Ninja, dois membros da célebre banda sul-africana Die Antwoord, protagonizam o filme, contagiando todo o visual com o estilo único e por vezes exagerado da mesma. A verdade é que incrível que pareça, os dois músicos não envergonham ninguém na categoria das interpretações, mas aqui outra verdade deve ser dita, Blomkamp não preocupou com prestações, sendo que todas as personagens que possui, principalmente o robô-protagonista Chappie, são unidimensionais e estereotipadas ao seu meio. Nem Hugh Jackman, como um vilão de cariz religioso (curioso que o homem chega a benzer-se a meio do filme), Devil Patel ou Sigourney Weaver transportam o filme para um nível mais transversal, mas mesmo assim a fita consegue adquirir o seu "quê" emocional.

 

Ch2.jpg

 

Essa mesma emoção é transmitida através das suas imagens, altamente manipuladas ao som da respectiva banda sonora, em conjunto com os seus simbolismos morais e maniqueístas. Todos esses elementos são facilmente perceptíveis para as audiências mais jovens, deparadas com uma linguagem traçada do dialecto do videojogo ou das referências estampadas na cultura pop. Não esperem encontrar aqui algo digno de Isaac Asimov, mas sim um certo trash à lá Robocop, "estilizado", porém, não contido como foi o caso de Elysium.

 

2.jpg

 

Diverte? Se desligarmos o cérebro e a nossa ambição por profundidade quanto ao material exposto até poderemos ter a nossa mercê um entretenimento passageiro e acima de tudo estilisticamente contagiante. Se caso não o conseguirmos fazer, a sala ao lado poderá ser a mais indicada. Sim, devemos incluir este produto no lote dos "guilty pleasure"!

 

So, which dog do you want to be Chappie? The live dog or the dead dog?”

 

Real.: Neil Blomkamp / Int.: Sharlto Copley, Dev Patel, Hugh Jackman, Sigourney Weaver, Yo-Landi, Ninja

 

maxresdefault.jpg

 

Ver Também

Elysium (2013)

District 9 (2009)

 

 

6/10
tags: ,

publicado por Hugo Gomes às 11:35
link do post | comentar | partilhar

sobre mim
pesquisar
 
arquivos
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


recentemente

Clive Owen junta-se a Wil...

Leonardo DiCaprio protago...

John Wick será série de t...

Quote #09: Body Snatchers...

Jeanne! será o próximo fi...

Pop Aye (2017)

Quote #8: All Abou Eve (J...

Pinhead de regresso! Divu...

Primeiro vislumbre de Joh...

QUOTE #7: Pauline Keal

últ. comentários
Este gênero nunca foi um dos meus preferidos, póre...
Concordo, "Índice Médio de Felicidade" e "Malapata...
O "São Jorge" é até agora o meu preferido, mantend...
Vi hoje, Robert Pattinson no seu melhor! Que venha...
Uma das maiores surpresas do ano, mesmo sendo do W...
Takes
10/10 - Magnífico
9/10 - Imprescindível
8/10 - Bom
7/10 - Interessante
6/10 - Razoável
5/10 - Medíocre
4/10 - Muito Fraco
3/10 - Mau
2/10 - Péssimo
1/10 - De Fugir
0/10 - Nulidade
stats counter
HTML Hit Counter
counter
links
mais comentados
25 comentários
20 comentários
13 comentários
12511335_1084470088250815_732384524_o
subscrever feeds
blogs SAPO