Data
Título
Take
20.5.12

O Primeiro Vingador que afinal é o último!

 

É um dos heróis mais famosos da Marvel e talvez o mais icónico da companhia - o Capitão América. Criado em 1941 por Joe Simon e Jack Kirby, este personagem se tornou num símbolo propagandista de inspiração e coragem para os soldados norte-americano que seguiam para a Guerra, numa época em que a Segunda Grande Guerra ameaçava os costumes da terra do Tio Sam. Porém no fim desses tempos difíceis, onde o ambiente de conflito dissipou e as mentalidades se modificaram, este super-herói da Marvel caiu em desuso e foi acusado prolongadamente de ser a imagem intencionalmente patriótica e narcisista dos norte-americanos, sendo que a sua popularidade caiu bruscamente no fim da Guerra e Capitão América desapareceu nos anos 50, até ser reavivado em 1953, integrando na BD colectiva – The Avengers.

 

 

A equipa de super-heróis da Marvel (The Avengers – Os Vingadores) se tornou nos dias de hoje no projecto maior da indústria de banda desenhada como produtora cinematográfica e a ressurreição de Capitão América era uma manobra arriscada e incerta, o 11 de Setembro fez com que o Mundo observasse os EUA com um diferente olhar e o patriotismo quase abusivo da nação era julgada e condenada pelos quatro cantos do planeta. Foi o primeiro herói da Marvel a ser adaptado para o cinema numa versão serial de 1944 protagonizado por Dick Purcell e em 1990 surge uma longa-metragem de baixo orçamento filmado na Jugoslávia, obra quase desconhecida e repudiada. Marvel Studios sabia perfeitamente aquilo que possuía entre mãos, é que o herói que se veste como a bandeira dos EUA não contém material de fácil adaptação. É que nas mãos erradas esta versão cinematográfica poderia cair no erro do excessivo patriotismo, e todos nós sabemos que o mundo em que vivemos actualmente tal coisa não seria aceitável.

 

 

Captain America – The First Avenger, que caiu nas mãos de Joe Johnston, o homem por detrás do êxito de Jumanji (1995) com Robin Williams no papel principal e do incompreendido “fiasco” The Wolfman (a versão de 2010), segue as origens deste herói em pleno conflito da Segunda Guerra Mundial, sabiamente ligando o personagem de Simon e Kirby às verdadeiras intenções da sua criação. A primeira parte deste assumido filme de aventuras é uma interessante incursão da BD aos elementos da época onde enquadra-se o nosso herói, algo já feito com o recente X-Men: First Class, em que Matthew Vaughn eficazmente interliga as origens dos mutantes mais famosos com o ambiente dos anos 60.

 

 

Mas é quando chegamos à segunda parte do filme que tudo descarrila, The First Avenger se torna tão banal como muitos blockbusters que abundam, as sequências de acção perdem espectacularidade e o espaço entre as diferentes cenas são tão curtas dando a ideia de despacho fervoroso. O drama é substituído por elementos bacocos de bolso, os personagens secundários são resumidos a mero bonecos e até mesmo o vilão, o celebre Red Skull por Hugo Weaving (que já provou que não é má escolha para desempenhar personagens antagónicas) encontra-se sem chama. Tudo se resume a um apressado objecto, um arranque para um trabalho maior, esse The Avengers.

 

 

O que vale é que Chris Evans, que chegou a desempenhar outra figura imponente do universo da Marvel, o The Human Torch dos dois Fantastic Four de Tim Story, consegue criar um Capitão América moralista e carismaticamente heróico, um modelo de herói já há muito perdido. Todavia, quanto ao filme de Johnston, este é definitivamente a melhor transfusão deste herói de banda desenhada para o cinema, porém não se deixem enganar, tal afirmação não quer dizer muito, já que este The First Avenger compete com exemplos de muita baixa categoria. Um dos mais fracos filmes da Marvel desde que a Marvel se tornou estúdio.

 

Why someone weak? Because a weak man knows the value of strength, the value of power…”

 

Real.: Joe Johnston / Int.: Chris Evans, Hugo Weaving, Natalie Dormer, Stanley Tucci, Tommy Lee Jones, Toby Jones, Samuel L. Jackson

 

 

O Melhor – Ambientar Capitão América na sua época original

O Pior – narrativa apressada, apenas servindo de arranque para The Avengers

 

Recomendações – X-Men: First Class (2011), Thor (2011), Sky Captain and the World of Tomorrow (2004)

 

Ver Também

Iron Man (2008)

Iron Man 2 (2010)

Thor (2011)

The Incredible Hulk (2008)

The Avengers (2012)

 

5/10
tags: , ,

publicado por Hugo Gomes às 22:21
link do post | comentar | partilhar

sobre mim
pesquisar
 
arquivos
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


recentemente

Clive Owen junta-se a Wil...

Leonardo DiCaprio protago...

John Wick será série de t...

Quote #09: Body Snatchers...

Jeanne! será o próximo fi...

Pop Aye (2017)

Quote #8: All Abou Eve (J...

Pinhead de regresso! Divu...

Primeiro vislumbre de Joh...

QUOTE #7: Pauline Keal

últ. comentários
Este gênero nunca foi um dos meus preferidos, póre...
Concordo, "Índice Médio de Felicidade" e "Malapata...
O "São Jorge" é até agora o meu preferido, mantend...
Vi hoje, Robert Pattinson no seu melhor! Que venha...
Uma das maiores surpresas do ano, mesmo sendo do W...
Takes
10/10 - Magnífico
9/10 - Imprescindível
8/10 - Bom
7/10 - Interessante
6/10 - Razoável
5/10 - Medíocre
4/10 - Muito Fraco
3/10 - Mau
2/10 - Péssimo
1/10 - De Fugir
0/10 - Nulidade
stats counter
HTML Hit Counter
counter
links
mais comentados
25 comentários
20 comentários
13 comentários
12511335_1084470088250815_732384524_o
subscrever feeds
blogs SAPO