Data
Título
Take
3.10.16

Rapariga no Comboio, A.jpg

Próxima paragem!

 

Alguém gosta de brincar aos thrillers e essa pessoa certamente não é Tate Taylor. O homem por detrás do "querido", mas nada transgressivo, The Help: As Serviçais, adapta o grande êxito literário de Paula Hawkins, A Girl on a Train (A Rapariga do Comboio), uma trama que nos leva ao nosso consciente voyeurista adensado num plot de conspirações a lá hitchcockianas (a culpa e comboios tem muito a sua "cara"). Infelizmente, tal como o livro, o filme acaba por sofrer de uma premissa sob direcções óbvias, neste caso o "wannabe" de um arquétipo fincheriano a tenta "replicar" o sucesso de Gone Girl.

 

blunt2n-3-web.jpg

 

Pois, conturbações matrimoniais são tema delicado e certeiro na devida sensibilidade, em A Rapariga do Comboio, essa mesma "sensibilidade" é substituída por um receio rigoroso de não falhar o alvo. A começar pelo início, onde a narrativa ramifica por capítulos literários que por sua vez saltam como "saltimbancos" por entre as diferentes perspectivas das personagens. Uma indicação de que os envolvidos não estavam meramente interessados em atribuir "folgas" para "criatividades" e liberdades de algum género. O plano é adaptar e agradar os leitores, mais do que reinventar o que está escrito. Mesmo que para isso, ofereça-nos um início fiel a Paula Hawkins, para depois esquecer de redefinir tal formula durante os prolongamentos.

 

the-girl-on-the-train-trailer.jpg

 

Até porque narrativas em paralelo não é coisa que agrade o público mainstream, ou será que agrada? A verdade é que esta teia de enredos e subenredos que nos levam ao fundo mistério perde as suas determinantes definições, assim como o filme avança até aos eventuais plot twists que vão surgindo, sistematicamente como manda a sapatilha. Falta o desafio no espectador, falta o lançar da dúvida e os "iscos" à nossa mercê. Mas não, A Rapariga no Comboio prefere apostar no seguro, segue as páginas do livro como um esqueleto do guião, sem perceber que é preciso trabalhar relações e personagens secundárias, é sim, preciso separar as águas da matéria-prima e da adaptação.

 

Emily-Blunt-HD-Wallpaper.jpg

 

Tate Taylor atribui o seu quê de profissionalismo, a sensação de que estamos a ver um thriller de categoria A sem saber que tudo resume a uma chapa B preguiçosa, automática, limpa e incoerente na trama e míope na realização (faz lembrar o equivoco de o Código DaVinci). Um confirmado receio de criar um "universo" para além das descrições contidas nas páginas de Paula Hawkins, o que só resume a ilustrações sem alma. Por fim, lanço o caos, Emma Blunt não é par para o filme, para além do seu esforço em vão, o seu casting é mais que uma desculpa do "tratamento estético" que muita da Hollywood aposta (quem leu o livro vai perceber o que digo). Em contraponto, Haley Bennett parece ter sido uma escolha acertada. Fica para a próxima paragem!

 

Real.: Tate Taylor / Int.: Haley Bennett, Emily Blunt, Justin Theroux, Luke Evans, Rebecca Ferguson, Allison Janney

 

maxresdefault (2).jpg

 

4/10
tags: ,

publicado por Hugo Gomes às 17:35
link do post | comentar | partilhar

sobre mim
pesquisar
 
arquivos
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


recentemente

Jean-Pierre Verscheure na...

KINO regressa com a sua 1...

Trailer de Ghostland, o n...

Clive Owen junta-se a Wil...

Leonardo DiCaprio protago...

John Wick será série de t...

Quote #09: Body Snatchers...

Jeanne! será o próximo fi...

Pop Aye (2017)

Quote #8: All Abou Eve (J...

últ. comentários
Este gênero nunca foi um dos meus preferidos, póre...
Concordo, "Índice Médio de Felicidade" e "Malapata...
O "São Jorge" é até agora o meu preferido, mantend...
Vi hoje, Robert Pattinson no seu melhor! Que venha...
Uma das maiores surpresas do ano, mesmo sendo do W...
Takes
10/10 - Magnífico
9/10 - Imprescindível
8/10 - Bom
7/10 - Interessante
6/10 - Razoável
5/10 - Medíocre
4/10 - Muito Fraco
3/10 - Mau
2/10 - Péssimo
1/10 - De Fugir
0/10 - Nulidade
stats counter
HTML Hit Counter
counter
links
mais comentados
25 comentários
20 comentários
13 comentários
12511335_1084470088250815_732384524_o
subscrever feeds
blogs SAPO