Data
Título
Take
12.7.17

51e200e0-cd9c-4744-a479-3233cdbab12d.jpg

Segundo uma fonte da Variety, o próximo filme de Quentin Tarantino terá como tema a “família Manson”, a comunidade de serial killers liderados por Charles Manson que assombrou os EUA no final dos anos 60, cuja vitima mais mediática foi a actriz, e na altura mulher de Roman Polanski, Sharon Tate, em 8 de Agosto de 1969.

 

A mesma fonte afirma que o realizador já completou o argumento, e que se encontra preparado para o filmar. Não existe de momento mais nenhuma informação sobre o projecto.

 

Recordamos que Quentin Tarantino prometeu aposentar após o décimo filme, e se as fontes forem verídicas, esta será a sua nona longa-metragem.

 

Acompanha-nos no Facebook, aqui, e no Twitter, aqui.

tags:

publicado por Hugo Gomes às 01:53
link do post | comentar | partilhar

11.7.17

0002a986a73b0bae_GettyImages-645726892.jpg

Barry Jenkins, o realizador do galardoado Moonlight, tem um novo projecto. Trata-se da adaptação do livro de James Baldwin, If Beale Street Could Talk.

 

O enredo seguirá a corrida contra o tempo por uma mulher de Harlem, Tish, que terá que provar a inocência de seu amante enquanto carrega seu primeiro filho. Segundo a Variety, trata-se de uma história sobre a celebração do amor, onde a justiça é feita através desse mais puro sentimento, para além da temática racial bem presente na obra de James Baldwin.

 

Jenkins conceberá o filme para a produtora Annapurna Pictures, que entrou recentemente no negócio da distribuição, sendo Detroit, de Kathryn Bigelow o primeiro a ser distribuído sob esse cunho.

 

A produção de If Beale Street Could Talk arrancará em Outubro deste ano.

 

Acompanha-nos no Facebook, aqui, e no Twitter, aqui.

 


publicado por Hugo Gomes às 13:05
link do post | comentar | partilhar

8.7.17

Curtas2017.jpg

Curtas Vila do Conde comemora as suas bodas de prata. Não é todo os dias que um festival português atinja a 25ª edição e é com tal longevidade a servir de signo que o Curtas tem o privilégio de arrancar, hoje (8 de Julho, prolongando-se até dia 16), com a antestreia nacional de The Other Side of Hope (O Outro Lado da Esperança), do tão celebrizado cineasta finlandês Aki Kaurismäki. Apresentado e premiado (Melhor Realização) no último Festival de Berlim, a obra aborda a integração dos refugiados sírios nesta Europa ainda atormentada pelo racismo, e é possível que seja um dos filmes do ano.

 

No mesmo dia, o mais recente trabalho de Kelly Reichardt, Certain Women, será também exibido. Trata-se da história de três mulheres completamente distintas e sem conexão que irão mapear uma obra de sensibilidade no feminina. O filme tem sido prezado pela crítica internacional e até premiado em diversos festivais, como o prémio máximo da competição do Festival de Londres, e em diversos círculos de crítica norte-americana.

 

the-other-side-of-hope.20170322034458.jpg

 

Serão oito dias repleto de cinema para descobrir e para redescobrir, e como tem sido tradição nos últimos tempos, o festival tem-se cada vez mais assumindo como um estandarte da cinematografia portuguesa assim como da experimentalidade, pelo qual, poderemos ainda polvilhar os projectos da "nossa terra". Aliás, não é por coincidência, que Terra, é o nome da exposição colectiva da nova geração de autores portugueses que vai desde Gabriel Abrantes (em colaboração com Ben Rivers), passando por Priscila Fernandes, Pedro Neves Marques, Joana Pimenta, Lúcia Prancha, Francisco Queimadela e Mariana Caló. A exposição, que ficará patente até 17 de Setembro, estará exposta no Solar – Galeria de Arte Cinemática.

 

Na Competição Internacional encontraremos nomes fortes, veteranos, revelações e possíveis surpresas, tudo para um só propósito,  alcançar o prémio máximo do certame. A selecção é impressionante; Gabriel Abrantes, Latif Saïd, David O'Reilly, Hu Wei, Laura Poitras, Nele Wohlatz, Ben Rivers e Jia Zhang-ke. O mesmo se poderá aplicar à Competição Nacional, que vai desde Salomé Lamas a João Salaviza, Gabriel Abrantes a João Pedro Rodrigues.

 

Sem Título.jpg

 

O Curtas apresentará ainda o ciclo F.J. Ossange, integrado na secção In Focus, onde será projectado a obra do cineasta, poeta, escritor e músico, conhecido pela sua marginalidade como sinal de prolificidade, uma figura eclética no panorama cultural francês. Na secção Stereo teremos o filme-concerto, The General (Pamplinas Maquinistas), o grande clássico de Buster Keaton, musicado pelo Atlantic Coast Orchestra, e ainda concertos de Evols, Mão Morta, Capitão Fausto, Chassol e Pega Monstro.

 

Por fim, dois "clássicos" da programação do Curtas, o Take One, uma plataforma que explora as novas linguagem do cinema em obras que desafiam as já estabelecidas convenções, nesta secção estará inserida um Workshop de Crítica de Cinema, contando com diversos e distintos oradores que vão desde o crítico norte-americano Dennis Lim, aos portugueses João Lopes, Jorge Mourinha, Sabrina D. Marques, os artistas visuais (Filipa César e João Tabarra) e o ex-crítico e agora cineasta Miguel Gomes. Quanto ao Curtinhas, dedicados aos mais novos que terá este ano a projecção de Gru, O Maldisposto 3.

 

Para mais informação sobre a programação, ver aqui

 

FJ_Ossang_1.png

 

Acompanha-nos no Facebook, aqui, e no Twitter, aqui.

 


publicado por Hugo Gomes às 13:24
link do post | comentar | partilhar

the-grudge-movie-reboot.jpg

Sam Raimi prepara para produzir uma nova versão de The Grudge, projeto que acaba de encontrar realizador e argumentista. Nicolas Pesce, cuja primeira longa-metragem foi The Eyes of My Mother (o filme de terror independente que causou sensação no Festival de Sundance de 2016 e que conta com a protagonista portuguesa Kika Magalhães), estará por detrás da câmara, assim como do guião.

 

Vale a pena recordar que The Grudge é baseado em Ju-On, a saga de terror nipónica mais duradoira do momento. Tendo sido criado por Takashi Shimizu, Ju-on surgiu no circuito de home video em 2000, contando com uma sequela direta dois anos depois. Em 2002, e dado o sucesso no mercado dos dois primeiros filmes, Shimizu faz uma versão mais elaborada para os cinemas.

 

hero_EB20041021REVIEWS40922015AR.jpg

 

O conceito é exportado para os EUA no ano 2004 sob o título The Grudge (Sarah Michelle Gellar é a protagonista), com o japonês novamente na realização (e Sam Raimi como produtor). A obra conheceu um êxito razoável e dois anos depois aparece a primeira sequela americana [ler crítica], que não teve a mesma sorte. Um terceiro filme [ler crítica] ainda foi executado, mas seguiu diretamente para vídeo e sem Sarah Michelle Gellar.

 

No Japão a franquia foi revitalizada em 2014 com Ju-On: The Beginning of the End [ler crítica] e sucessivamente com Ju-On: The Final Curse e o crossover com Ringu, outro franchise de terror nipónico, Sadako Vs Kayako [ler crítica].

 

A trama dos filmes pouco diverge: um amontoado de personagens que sucumbia perante uma maldição numa casa, impossível de ser reabitada, pois testemunhou no passado um crime horrendo. Entre as vitimais conta-se Kayako, a qual se converte num atormentado espectro assassino.

 

Kayako4.jpg

 

Acompanha-nos no Facebook, aqui, e no Twitter, aqui.


publicado por Hugo Gomes às 01:40
link do post | comentar | partilhar

6.7.17

pjimage (4).jpg

Sylvester Stallone e Jackie Chan irão contracenar no próximo filme de acção de Scott Waugh (Need for Speed), intitulado de Ex-Baghdad. O enredo seguirá a dupla formada por um segurança privado chinês (Chan) e um ex-marine (Stallone) que tentarão impedir criminosos de roubar petróleo em refinarias localizadas no Iraque.

 

A reunião dos actores foi comemorada com uma foto do âmbito das celebrações do 40º aniversário da equipa de stunts de Jackie Chan. Sylvester Stallone foi presenteado com um blusão especial.

 

Jackie Chan e eu discutindo o nosso próximo filme juntos chamado Ex-Baghdad. Ele também me ofereceu um maravilhoso casaco comemorativo dos 40 anos do mundialmente famoso Jackie Chan Stunt Team!” escreveu o eterno "Rocky Balboa" na sua página de Instagram.

 

Ex-Baghdad, com argumento de Arash Amel (Seducing Ingrid Bergman), tem estreia prevista para 2019.

 

 

 Acompanha-nos no Facebook, aqui, e no Twitter, aqui.


publicado por Hugo Gomes às 17:58
link do post | comentar | partilhar

5.7.17

baby-driver-1200-1200-675-675-crop-000000.jpg

Baby Driver estreou nos EUA na passada sexta-feira com uma abertura de 21 milhões de dólares (arrecadados em todo o fim-de-semana de estreia), tornando-se na melhor da carreira de Edgar Wright. Em conjunto com um "mar" de críticas eufóricas, muitas delas atribuindo o título de "um dos melhores filmes do ano", não era de esperar que uma sequela estivesse nos planos. Em exclusivo ao podcast da Empire - Spoiler Special - Edgar Wright admitiu a possibilidade da continuação.

 

O estúdio perguntou-me se acharia bem em escrever uma sequela e este [Baby Driver] é um dos filmes que tenho potencialidades de continuar porque existe muito por onde explorar em termos de personagens. Baby poderá chegar a novos lugares. (…) Eu acho que com o Baby Driver há mais do que aquilo que podes fazer nesse reino, e tenho uma ideia de que, se nós fizermos outro [filme], subverteria o seu envolvimento no crime de uma maneira diferente, então a personagem deixaria de ser um aprendiz".

 

o-EDGAR-WRIGHT-facebook (1).jpg

 

Edgar Wright salientou ainda que existe uma particular cena eliminada que tão bem serviria como sequência pós-créditos e "gancho" para a eventual sequela.

 

Recordamos que no filme, seguimos um jovem e talentoso condutor (Ansel Elgort) que juntamente com um grupo de criminosos decide participar num assalto - que vai correr mal. Kevin Spacey, Lily James, Jon Bernthal, Jon Hamm e Jamie Foxx são outros dos atores presentes, num filme onde a banda-sonora terá um forte impacto na acção.

 

Baby Driver teve a sua estreia mundial no SXSW, e está agendado chegar aos cinemas portugueses em Agosto.

 

Acompanha-nos no Facebook, aqui, e no Twitter, aqui.

 

tags:

publicado por Hugo Gomes às 15:27
link do post | comentar | partilhar

la-1810706-ca-0327-annette-bening-005-ik-jpg-20140

A actriz Annette Bening (American Beauty) vai presidir o júri da Selecção Oficial da próxima edição do Festival de Veneza, que decorrerá entre 30 de Agosto até 9 de Setembro na dita cidade italiana.

 

O director do festival, Alberto Barbera, demonstrou agrado pela actriz nomeada a quatro Óscares da Academia ter aceito o convite: "É o momento de quebrar a longa lista de presidentes masculinos e convidar talentos brilhantes e ao mesmo tempo mulheres inspiradoras para liderarem o júri da Competição Internacional (…) A sua carreira foi marcada, sempre, por decisões de risco. Annette Bening atribui aos seus papeis uma compreensão, uma compaixão e uma elegância natural que nos faz ver os seus filmes como uma maravilhosa e enriquecedora experiência. Dou-lhe as boas-vindas a Veneza.”Recordamos que a última mulher a presidir o júri foi Catherine Deneuve em 2006.

 

Annete Bening sucede assim a Bernardo Bertolucci (2013), o compositor Alexandre Desplat 2014), Alfonso Cuarón (2015) e a Sam Mendes (2016).

 

Acompanha-nos no Facebook, aqui, e no Twitter, aqui.

 


publicado por Hugo Gomes às 11:29
link do post | comentar | partilhar

4.7.17

maxresdefault (1).jpg

A actriz e modelo Emily Ratajkowski falou à revista australiana "Harper's Bazaar" que é vitima de um outro tipo de discriminação. Segundo a publicação, a actriz de 26 anos apontou o seu corpo sexy e o tamanho dos seus seios como factores que impossibilitam a sua carreira quer no cinema como na televisão.

 

"Isto acontece comigo, 'Oh, ela é demasiado sexy.' É anti-mulher, as pessoas não quererem trabalhar comigo porque tenho seios grandes. O que é que os meus seios têm de mal? Elas são lindas, femininas e é nisso precisa de ser celebrado. Pequenas ou grandes... Porque é que isso deve ser um problema?"

 

Tendo apostado primeiramente numa carreira de modelo e celebrizada em videoclipps de Pharrell Williams e Maroon 5, Ratajkowski estreou no cinema com Gone Girl, de David Fincher, onde interpretou a jovem amante de Nick Dunne (Ben Affleck), seguido por Entourage - Vidas em Hollywood e We Are your Friends ao lado de Zac Efron. Como futuros projectos, poderemos vê-la ao  lado de Natalie Dormer em In Darkness, um thriller de Anthony Byrne com estreia marcada para este ano, e ainda Welcome Home, co-protagonizando com Aaron Paul.

 

 

Acompanha-nos no Facebook, aqui, e no Twitter, aqui.

 

tags:

publicado por Hugo Gomes às 20:00
link do post | comentar | partilhar

rexfeatures_6689225ab.jpg

O realizador tunisino Mohamed Ben Attia (Hedi, vencedor de dois prémios no Festival de Berlim de 2016, incluindo o de Melhor Primeiro Filme), prepara um drama envolto na ISIS, a organização jihadista islamita.

 

Intitulado de Weldi, o enredo focará na jornada de um pai e de um filho que integrarão a tão badalada cédula de islamismo radical. Embora seja uma obra que toca na militância islâmica, Ben Attia declarou à Variety que "o filme não será sobre a ISIS, nem sobre os motivos que levam a nossa juventude a juntar a tais causas (…) trata-se sim, do significado de ser um pai".

 

A obra começará a ser rodada em Outubro e contará com produção dos irmãos Dardenne.   

 

Acompanha-nos no Facebook, aqui, e no Twitter, aqui.

 

tags:

publicado por Hugo Gomes às 15:17
link do post | comentar | partilhar

Adrien-Brody-Net-Worth.jpg

O actor oscarizado Adrien Brody estará presente no próximo Festival de Locarno para ser laureado com o Prémio Especial de Carreira do evento. O actor será homenageado com uma projecção especial de O Pianista, o filme de Roman Polanski pelo qual recebeu o Óscar de Melhor Actor, a ter lugar no dia 4 de Agosto.

 

"Com uma carreira ricamente diversificada e ainda florescente, Adrien Brody trabalhou com alguns dos grandes realizadores americanos, desde Coppola a Wes Anderson, de Malick a Soderbergh, exibindo sempre a versatilidade e as habilidades técnicas que o tornam num notável espectro de interpretações", declara o director artístico de Locarno, Carlo Chatrian, em comunicado.

 

Adrien Brody sucederá assim a Faye Dunaway (2013), Mia Farrow (2014), Andy Garcia (2015), e Stefania Sandrelli (2016), como recentes premiados com tal especial distinção.

 

O 70º Festival de Locarno arrancará de 2 a 12 de Agosto.

 

Acompanha-nos no Facebook, aqui, e no Twitter, aqui.


publicado por Hugo Gomes às 12:19
link do post | comentar | partilhar

3.7.17

768x506xVILLAGGIO-3-7-768x506.jpg.pagespeed.ic.bfV

Morreu aos 84 anos, o encenador, escritor e actor italiano Paolo Villaggio, conhecido por uma carreira de sucessos ligada à comédia, inclusive a adaptação dos seus livros Fantozzi, que originou uma popular saga de 10 filmes. Segundo a imprensa italiana, Villagio encontrava-se internado por mais de um mês devido a sérios problemas de saúde ligados a diabetes.

 

Para além da popularizada personagem, Ugo Fantozzi, o actor trabalhou ainda com inúmeros realizadores de renome da cinematografia italiana desde Sergio Corbucci (A Praia das 'Malucas' / Rimini Rimini, 1987), o último de Fellini (A Voz da Lua / La Voce Della Luna, 1990), Mário Monicelli (O Capitão Brancaleone / L'armata Brancaleone, 1970) e Marco Ferreri (Não Toquem na Mulher Branca / Non toccare la donna bianca, 1974). Em 1992, recebeu o Leão de Ouro de Carreira na 49ª edição do Festival de Veneza.

 

Paolo Villagio (1932 - 2017)

 

 

 


publicado por Hugo Gomes às 20:48
link do post | comentar | partilhar

1.7.17

20464031_kUI7o.jpeg

A Fábrica de Nada [ler crítica], o mais recente trabalho de Pedro Pinho, foi premiado na Alemanha no Festival de Cinema de Munique, que arrancou no passado dia 22 de Junho e com encerramento no dia 1 de Julho. A luta pela dignidade e sustentabilidade de um grupo de operários de uma fábrica de elevadores conquistou o prémio principal da secção CineVision, dedicado a primeiras e segundas obras.

 

É de recordar que A Fabrica do Nada, com produção da Terratreme, já havia sido laureado na 49ª Quinzena de Realizadores, em Cannes, com um prémio da Crítica FIPRESCI.  

 

Acompanha-nos no Facebook, aqui, e no Twitter, aqui.


publicado por Hugo Gomes às 23:23
link do post | comentar | partilhar

16713149_11P6s.jpeg

A 15º edição do Doclisboa - Festival Internacional de Cinema decorrerá de 19 a 29 de Outubro, mas já foi revelado algumas novidades de mais uma mostra de cinema documental e experimental. O aquecimento se dará no próximo dia 7 de Julho, com a exibição de Strop, ao ar livre no terraço da Cinemateca Portuguesa. O filme em questão abrirá a retrospectiva de Věra Chytilová, a chamada "Primeira-Dama" do cinema checo, uma das responsáveis pela nova vaga e do reconhecimento do cinema nacional no resto do Mundo, que será projectada na sua integralidade no decorrer do Doclisboa.

 

transferir.jpg

 

Tendo falecido em 2014, aos 85 anos, as suas obras são distinguidas pela sua forte critica à sociedade e às relações humanas. A sua primeira experiência no cinema foi como "rapariga da claquete" no Estúdio Cinematográfico de Brrandov, mas a partir dai ascendeu-se como actriz, argumentista e assistente de realização. Recusou uma bolsa e até uma recomendação do estúdio, ingressou na FAMU (Academia Superior Cinema de Praga) onde teve como mentor o cineasta Otakar Vávra. Graduou-se em 1962 como realizadora, e o seu filme de graduação foi Strop. Definiu uma carreira experimental e irreverente, tendo sido muitas vezes caracterizada como umas das lideres da Nouvelle Vague checa. Entre os seus trabalhos mais notórios encontram-se Daisies (1966), Fruit of Paradise (1970) e Kalamita (1982). Foi impedida de trabalhar no seu ramo pelo regime soviético e os seus filmes banidos até 1975, a realizadora nunca deixou o seu país e mesmo com propostas de trabalha no Ocidente. O seu último filme foi Pleasent Moments (2006). 

 

un jeu si simple58.png

 

Outra novidade a ser apresentada como "aperitivo" do Doclisboa é a exibição de Un Jeu Si Simple, de Gilles Groulx (1964), um documentário que explora o universo do hockey no gelo. Servirá como arranque do ciclo "Uma outra América - o singular cinema do Quebec", a ser desenvolvido com colaboração com a Cinemateca Portuguesa e a Sodec, reunindo uma mostra de nomes que vai desde Pierre Perrault, Gilles Groulx, Claude Jutra, Michel Brault, Anne Claire Poirier, Marcel Carrière e Denis Côté.

 

 

Acompanha-nos no Facebook, aqui, e no Twitter, aqui.


publicado por Hugo Gomes às 11:42
link do post | comentar | partilhar

28.6.17

the_bar.jpg

A dois meses de arrancar a sua 11ª edição, o MOTELx - Festival Internacional de Cinema de Terror de Lisboa divulgou a associação com o Passado e Presente - Lisboa, Capital Ibero-americana de Cultura 2017 de forma a conduzir o público a explorar "a diversidade do cinema de género produzido na América do Sul e na Península Ibérica."

 

Para além da mostra que incluirá "títulos clássicos, filmes menos conhecidos do grande público e produções recentes", o MOTELx apresentará debates, masterclasses e outras actividades paralelas no âmbito da proposta intitulada de “O Estranho Mundo do Terror Latino”.

 

the_untamed_still_2_h_2016.jpg

 

Como grande novidade, o Festival exibirá The Bar, o mais recente filme de Alex de la Iglesia, um dos mais prolíferos e bem-sucedidos autores do fantástico a operar em Espanha. Apresentado no último Festival de Berlim, eis um arquétipo de "filme de cerco" onde um grupo de estranhos ficam presos dentro de um bar.

 

Do outro lado do Oceano, chega-nos The Untamed (La Región Salvaje), de Amat Escalante, visto como um dos nomes mais promissores do cinema mexicano. Trata-se de uma obra invulgar que mistura o tormento e prazer de um casal após o encontro com uma misteriosa criatura vinda do espaço.

 

FB_1487_002.jpg

 

A mostra ainda nos traz algumas raridades, tais como o Excitação, do luso-brasileiro Jean Garrett (do sucesso de A Ilha do Desejo), uma das referência do cinema exploitation paulista dos anos 70 e Crime de Amor, de Rafael Moreno Alba, uma esquecida co-produção de Portugal/México/Espanha. Destaque ainda para a sessão infanto-juvenil O Livro da Vida, uma animação com produção de Guillermo Del Toro, e o ciclo de clássicos do terror latino a ter lugar na Cinemateca Portuguesa, que se alia ao MOTELx durante a proposta Warm-Up que precede o evento.

 

No dia 18 de Julho serão revelados mais detalhes sobre a programação desta 11.ª edição a decorrer entre 5 e 10 de Setembro, no Cinema São Jorge e Teatro Tivoli BBA.

 

2014-10-08-bookoflife.png

 

Acompanha-nos no Facebook, aqui, e no Twitter, aqui.

 


publicado por Hugo Gomes às 00:13
link do post | comentar | partilhar

27.6.17

Michael_Nyqvist_7_ID 4067_sized_300 dpi.jpg

Morreu Michael Nyqvist, o conhecido Mikael Blomkvist da trilogia Millennium. Faleceu esta terça-feira (27 de Junho) em consequências de um cancro pulmonar que combatia a anos. Tinha 56 anos.

 

Um dos mais respeitados actores suecos da actualidade, a carreira de Nyqvist conta com mais de 90 filmes e séries televisivas, tendo alcançado o sucesso mundial com a adaptação dos thrillers literários de Stieg Larsson, ao lado de Noomi Rapace. Depressa tentou conquistar o "ocidente" com algumas participações secundárias em filmes norte-americanos, alguns de grande sucesso comercial tais como o quarto Mission: Impossible e John Wick. Curiosamente, era tido nos papeis de vilão ou de mafioso russo em Hollywood.

 

Michael Nyqvist (1960 - 2017)

 


publicado por Hugo Gomes às 22:55
link do post | comentar | partilhar

Ant-Man-11-1940x1212.jpg

Com Baby Driver preste a estrear e a arrecadar elogios por parte da crítica norte-americana, Edgar Wright parece estar de volta à ribalta. Mas nada disso evitou com que um certo fantasma fosse invocado durante a promoção do seu último trabalho, e tendo em conta as notícias que correm sobre a saída de Phil Lord e Chris Miller do spin-off de Han Solo, o seu abandono da produção de Ant-Man surge nos questionários.

 

Como sabem, Wright cedeu a direcção de Ant-Man em 2014, tendo sido substituído por Peyton Reed. O motivo apresentado foi o de divergências artísticas entre o autor e o estúdio. A Uproxx confrontou o realizador com esta sua "fatídica" experiência, questionando se ele já vira ou se tenciona ver o resultado final concebido pelo seu colega Reed. A resposta de Wright foi a seguinte:

 

"Eu não vi isso, nem sequer o trailer. Isso é o mesmo que me perguntar: 'Você quer ver sua ex-namorada fazer sexo? Claro que não. Eu estou bem".

 

o-EDGAR-WRIGHT-facebook.jpg

 

O realizador possui uma sólida relação de amizade com o protagonista Paul Rudd, visto que foi graças a Wright que o actor conseguiu o papel do heróico Scott Lang / Ant Man, o qual acrescentou que mesmo assim não possui qualquer rancor por este ter permanecido na produção. Em relação a Peyton Reed, o realizador afirmou que a única trocada foi a do simplesmente: "Não uses os meus storyboards".

 

Quanto ao seu novo filme, Baby Driver, a estrear no dia 3 de Agosto em território português, o espectador acompanhará um jovem e talentoso condutor (Ansel Elgort) que juntamente com um grupo de criminosos decide participar num assalto. Este com resultados desastrosos. Kevin Spacey, Lily James, Jon Bernthal, Jon Hamm e Jamie Foxx são outros dos actores presentes, num filme onde a banda-sonora promete ter um forte impacto na acção.

 

 

Acompanha-nos no Facebook, aqui, e no Twitter, aqui.


publicado por Hugo Gomes às 21:04
link do post | comentar | partilhar

The-Conjuring-1.jpg

Era de esperar, tendo em conta o sucesso dos dois filmes anteriores, que The Conjuring iria contar com um terceiro capítulo. Pois bem, chegou a confirmação. A Evocação (título traduzido) será oficialmente uma trilogia, e o encerramento desta encontra-se a ser preparado.

 

Segundo a Deadline, o argumentista David Leslie Johnson regressa ao franchise, mas em relação ao realizador James Wan, que de momento trabalha na direção de Aquaman para a Warner Bros. / DC, o regresso ao seu anterior cargo é ainda visto como uma incógnita. Contudo, existem fontes próximas que apontam um eventual retorno às desventuras do casal Warren, mas somente como produtor executivo, deixando a cadeira de realizador vaga.

 

The-Conjuring-2.jpg

 

The Conjuring 3 será um dos filmes planeados para preencher o universo partilhado que a Warner Bros tenta conceber. Este ano contaremos com um segundo retorno de Annabelle, que integrará essa mesma saga. The Nun e The Crooked Man, dois espíritos que surgem no segundo The Conjuring [ler crítica], terão os seus respectivos spin-offs. O primeiro, com estreia para Julho de 2018, será dirigido por Corin Hardy, o mesmo do elogiado The Hallow (apresentado em Portugal na edição de 2015 do MOTELx), e o segundo, ainda em fase de pré-produção.

 

Actualmente, contando com 3 filmes (incluindo o primeiro Annabelle [ler crítica]), o Universo Conjuring, baseado nos casos registados dos investigadores paranormais Lorraine e Ed Warren (interpretados por Vera Farmiga e Patrick Wilson), já renderam mais de 890 milhões de dólares em todo o Globo.

 

Acompanha-nos no Facebook, aqui, e no Twitter, aqui.

 


publicado por Hugo Gomes às 01:02
link do post | comentar | partilhar

accountant.jpg

Segundo a Deadline, Ben Affleck está em negociação para protagonizar The Accountant 2, a sequela do inesperado êxito de 2016 onde o ator interpretara um contabilista autista com proezas de assassino contratado.

 

Também o estúdio (Warner Bros.) negoceia um regresso do argumentista Bill Dubuque e o realizador Gavin O’Connor, dois responsáveis pelo referido sucesso. The Accountant: Acerto de Contas [ler crítica] conseguiu, com um orçamento de 44 milhões de dólares, render cerca de 155 milhões em todo o Mundo.

 

Acompanha-nos no Facebook, aqui, e no Twitter, aqui.


publicado por Hugo Gomes às 00:56
link do post | comentar | partilhar

26.6.17

3-.jpg

Colo, a mais recente longa-metragem da cineasta Teresa Villaverde, recebe o prémio Bildrausch Ring of Film Art do Bildrausch Filmfest Basel, na Suíça, um festival dedicado ao conhecimento de novos autores da Sétima Arte. O retrato emocional de uma família num Portugal em fase de austeridade conquistou o júri, formado pelo realizador filipino Lav Diaz, produtora holandesa Ilse Hughan e a montadora Monika Willi (que estreou recentemente na realização com Untitled, o projecto póstumo do documentarista Michael Glawogger.

 

Para além da sua presença e a do seu mais recente filme na selecção, Villaverde foi ainda homenageada no festival com uma secção intitulada de Teresa Villaverde: Fragile Punk, que reunia outras obras da realizadora. Nesse ciclo foram exibidos: A Idade Maior (1991), Três Irmãos (1994), Os Mutantes (1998) e Transe (2004).

 

Acompanha-nos no Facebook, aqui, e no Twitter, aqui.

 


publicado por Hugo Gomes às 00:38
link do post | comentar | partilhar

25.6.17

maxresdefault.jpg

O checo Filthy, de Tereza Nvotová, foi distinguido com o Lince de Ouro da 13ª edição do FEST Festival Novos Realizadores | Novo Cinema, que decorreu em Espinho. O filme que aborda as tramas de uma adolescente cuja vida alterou radicalmente após um inesperado evento, conquistou o júri oficial, composto pela realizadora e actriz Nicole Quinn, o designer de títulos Richard Morrison e o gestor cultural Xavier Garcia Puerto. Destaque para a menção honrosa, partilhada por Old Stone, de Johnny Ma, e La Mano Invisible, de David Mácian.

 

A salientar o Grande Prémio Nacional entregue a Maria Sem Medo, de Mário Macedo, e o Prémio de Público à longa-metragem Sacred Water, de Olivier Jourdain, e à curta-metragem Instalação do Medo, de Ricardo Leite.

 

 

LINCE DE OURO

Melhor Longa-metragem de Ficção

Filthy, de Tereza Nvotová (República Checa)

 

Menções Honrosas

Old Stone, de Johnny Ma

The Invisible Hand, de David Mácian

 

Melhor Longa-metragem de Documentário

The Road Movie, de Dmitrii Kalashnikov (Bielorrússia)

 

PRÉMIO DO PÚBLICO

Melhor Longa-Metragem

Sacred Water, de Olivier Jourdain (Bélgica)

 

Melhor Curta-Metragem

A Instalação do Medo, de Ricardo Leite (Portugal)

 

LINCE DE PRATA

Melhor Curta-Metragem de Ficção

Downside Up, de Peter Ghesquiere (Bélgica)

 

Menção Honrosa

A New Home, de Žiga Virc (Eslovénia)

 

Melhor Curta-metragem de Documentário

Homeland, de Sam Peeters (Belgica)

 

Menção Honrosa

Without Sun, de Paul de Ruijter (Holanda)

 

Melhor Curta-metragem Experimental

Apocalypse, de Justyna Mytnik (Polónia)

 

Menções Honrosas

As The Jet Engine Recalls, de Juan Palacios (Espanha)

Simba in New York, de Tobias Sauer (Alemanha)

 

Melhor Curta-metragem de Animação

Antarctica, de Jeroen Ceulebrouck (Bélgica)

 

Menções Honrosas

Locus, de Anita Kwiatkowska-Naqvi (Polónia)

Pussy, de Renata Gasiorowska (Polónia)

 

GRANDE PRÉMIO NACIONAL

Melhor Curta-metragem Portuguesa

Maria Sem Pecado, de Mário Macedo (Portugal)

 

Menções Honrosas

Um Refúgio Azul, de João Lourenço (Portugal)

78.4 Rádio Plutão, de Tiago Amorim (Portugal)

 

NEXXT

 

Bond, de Judit Wunder (Hungria)

 

FESTINHA

Prémio Sessão 1 - 3 aos 6 anos

Lilou, de Rawan Rahim (Líbano)

 

Prémio Sessão 2 - 3 aos 6 anos

Pas a Pas, de Charline Arnoux, Mylène Gapp, Florian Heilig, Mélissa Roux, Léa Rubinstayn (França)

 

Prémio Sessão 3  - 7 aos 12 anos

Way of Giants, de Alois di Leo (Brasil)

 

Prémio Sessão 4 - 12 aos 17 anos

Schlboski, de Tomás Andrade e Sousa (Portugal)

 

 

Acompanha-nos no Facebook, aqui, e no Twitter, aqui.


publicado por Hugo Gomes às 23:45
link do post | comentar | partilhar


sobre mim
pesquisar
 
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


recentemente

Obi-Wan Kenobi terá filme...

Estrela de American Honey...

Cate Blanchett e Eli Roth...

Anya Taylor-Joy no remake...

Luc Besson saturado de fi...

Ruth Negga em novo filme ...

Confirmado: Cate Blanchet...

A Fábrica do Nada com est...

Novo filme de Wim Wenders...

Morreu Jeanne Moreau, a a...

últ. comentários
Eu assisto filmes neste sitehttps://filmesonlinegr...
Good point there ... good point!
Junto-me a ti nesta batalha companheiro, também fi...
Parabéns, acho que todos nós muito a aprender com ...
Mesmo sem dar o feedback merecido (cada vez mais n...
Takes
10/10 - Magnífico
9/10 - Imprescindível
8/10 - Bom
7/10 - Interessante
6/10 - Razoável
5/10 - Medíocre
4/10 - Muito Fraco
3/10 - Mau
2/10 - Péssimo
1/10 - De Fugir
0/10 - Nulidade
stats counter
HTML Hit Counter
counter
links
mais comentados
12511335_1084470088250815_732384524_o
subscrever feeds
blogs SAPO