Data
Título
Take
21.3.13

Um “gigantesco” fiasco, um entretenimento razoável! 

 

Tudo indica que Bryan Singer não tem sorte alguma com os seus últimos projectos, o realizador de Usual Suspects (1995) e dos dois (e melhores) X-Mens enfrentou a desilusão global com Superman Returns, a indiferença com Valkyrie e agora o provável fiasco de bilheteira de Jack, The Giant Slayer, uma reinvenção de uma história de folclore que é conhecido nas nossas terras como “João e o Pé-de-Feijão”, que obteve um orçamento de pouco menos de 200 milhões de dólares e até á data rendeu apenas um terço em todo o Mundo. Fala-se de crise financeira ou até mesmo de desinteresse por parte do público, mas na verdade é que Jack – O Caçador de Gigantes (titulo traduzido) até saiu melhor que a encomenda.

 

 

Admite-se que este blockbuster, possui uma história básica, um desenvolvimento demasiado rápido, uma animação introdutória sem grande relance e algumas falhas na interacção das personagens, contudo esta é uma aventura palpável, entusiasmante e recheado de excelentes efeitos visuais como também de sequências de acção de perder o folego, Bryan Singer sabe o que faz. Com um elenco apoiado por actores como Ewan McGregor, o nobre Ian McShane, Eddie Marsan, Bill Nighy a dar voz e carisma ao gigante líder, e até um Stanley Tucci a fugir finalmente dos papéis mais afeminados, a nova obra de Bryan Singer funciona como um entretenimento de espirito aventureiro, porém a grande fraqueza deste Jack chega mesmo a ser o casal protagonista (Nicholas Hoult e Eleanor Tomlinson) que não conseguem provocar qualquer tipo de interesse.

 

 

Mesmo que a fita seja destacada somente pelas infelizes razões de que tem sido alvo, falo obviamente do “gigante” fracasso nas bilheteiras, o qual que poderá eventualmente comprometer o trabalho de realização de Singer num futuro, Jack, The Giant Slayer merece ser visto pelos adeptos de efeitos especiais e das grandes produções de Hollywood. Não será o candidato a melhor blockbuster do ano, mas não sei quanto a vocês, mas eu cá diverti-me com esta nova versão do imortalizado conto. Não é um gigante cinematográfico, mas faz-de-conta.

 

“Fee fi fo fum. Ask not whence the thunder comes. For between Heaven and Earth is a perilous place. Home to a fearsome giant race.”

 

Real.: Bryan Singer / Int.: Nicholas Hoult, Stanley Tucci, Ewan McGregor, Eleanor Tomlinson, Eddie Marsan, Ian McShane, Bill Nighy



 

6/10
tags: ,

publicado por Hugo Gomes às 18:17
link do post | comentar | partilhar

1 comentário:
De Gustavo a 6 de Junho de 2013 às 00:28
Fraquito, não admira que tenha sido um fiasco!


Comentar post

sobre mim
pesquisar
 
arquivos
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


recentemente

Den of Thieves (2018)

Agnès Varda trabalha em n...

Versão live-action de Swo...

My French Film Festival, ...

Jean-Pierre Verscheure na...

KINO regressa com a sua 1...

Trailer de Ghostland, o n...

Clive Owen junta-se a Wil...

Leonardo DiCaprio protago...

John Wick será série de t...

últ. comentários
Este gênero nunca foi um dos meus preferidos, póre...
Concordo, "Índice Médio de Felicidade" e "Malapata...
O "São Jorge" é até agora o meu preferido, mantend...
Vi hoje, Robert Pattinson no seu melhor! Que venha...
Uma das maiores surpresas do ano, mesmo sendo do W...
Takes
10/10 - Magnífico
9/10 - Imprescindível
8/10 - Bom
7/10 - Interessante
6/10 - Razoável
5/10 - Medíocre
4/10 - Muito Fraco
3/10 - Mau
2/10 - Péssimo
1/10 - De Fugir
0/10 - Nulidade
stats counter
HTML Hit Counter
counter
links
mais comentados
25 comentários
20 comentários
13 comentários
12511335_1084470088250815_732384524_o
subscrever feeds
blogs SAPO