Data
Título
Take
29.7.07

 

Die Hard na época do digital!


Mesmo sob o contexto rotineiro de uma sequela de grande produção, Die Hard 4.0 aborda de maneira bastante leve, um assunto bem delicado dos nossos dias, a cada vez mais dependência com a informática que o nosso quotidiano está a ser alvo, apresentando-nos um conceito de “novo terrorismo”. Basicamente é isso que esta quarta missão de John McClane transmite, obviamente sem as inverosimilhanças e a pirotécnica de fogo-de-artifício que minam esta pelicula do início ao fim. Die Hard 4.0 (alusão á linguagem informática) é o quarto tomo de uma fasquia que nasceu através de um mais notórios filmes de acção do cinema de Hollywood, Die Hard – O Assalto Ao Arranha-Céus de 1988, que foi responsável por introduzir o actor Bruce Willis e o seu "Yippie-ki-yay, motherfucker" a um modelo de heróis “duros de morrer” que parece ter definido a sua carreira de vez. O sucesso da fita dirigida por John McTiernan, por sua vez livremente baseado num livro de Roderick Thorp, gerou mais duas sequelas, todas elas muito bem-sucedidas em termos de bilheteira (e de explosões!). A primeira data em 1990, Die Hard 2 – O Assalto Ao Aeroporto, dirigido por Renny Harlin, uma espécie de copy / paste do original, minado com os mais avançados efeitos especiais e elaborados duplos da época, e em 1995 com John McTiernan a regressar ao franchising e eleva-lo um novo patamar com Die Hard with Vengeance, perdendo pelo caminho a essência já modelada dos dois capítulos anteriores e adquirir contornos comerciais sustentáveis para o futuro.

 

 

Die Hard 4.0 surge entre nós, passados 12 anos desde o ultimo filme, numa década cujo cinema de entretenimento mudou e muito no seu próprio conceito, como por exemplo e graças aos frenesins cometidos pela trilogia Matrix dos irmãos Wachowski, tornou-se clara a dominância dos CGI neste tipo de produções, deixando os efeitos práticos em desuso e levando os “die hards” á extinção. A fita de Len Wiseman metaforicamente parece aludir tal realidade e remetendo a personagem de John McClane (Bruce Willis) algures entre os primórdios do herói de acção, o sinónimo de old school, o único capaz de impedir terroristas cibernautas que tornam uma cidade indefesa com uma simples tecla do teclado de um computador utilizando os mais básicos artifícios de força e perícia.

 

 

Não querendo iludir ninguém, Die Hard 4.0 está longe do cinema de acção á moda antiga movido pela força dos stunts e pirotecnia fabricada, este novo filme é um misto entre os dois tempos, contudo a “modernice” leva avante, mas tirando isso salienta-se como uma energética obra de acção de doses milionárias. Porém o resultado poderia ser outro, se não fosse o regresso de Bruce Willis ao tipo de papéis que conquistou o grande público. O estranho é que apesar de todos nós sabermos o quanto Willis está a ficar velho, é sempre bom assistir a um “senior” que se encontra á altura de qualquer jovem no ramo, ao contrário de por exemplo Michael Douglas que havia dado sinais de puro cansaço em The Sentinel de Clark Johnson.

 

 

Dirigido por Len Wiseman, o mesmo realizador dos dois primeiros Underworld, Die Hard 4.0 é um filme de acção que emana espectacularidade e boas doses do melhor que se faz no género. Conta ainda com as participações de Justin Lin, Timothy Olyphant, Mary Elizabeth Winstead, Maggie Q e o impagável Kevin Smith.


You just killed a helicopter with a car! / I was out of bullets.


Real.: Len Wiseman / Int.: Bruce Willis, Timothy Olyphant, Justin Long, Maggie Q, Cliff Curtis, Mary Elizabeth Winstead, Kevin Smith



6/10
tags: ,

publicado por Hugo Gomes às 20:01
link do post | comentar | partilhar

1 comentário:
De João M. a 11 de Agosto de 2007 às 22:37
Só 6? o filme é um espectaculo, para mim 5 estrelas, pontuação maxima


Comentar post

sobre mim
pesquisar
 
arquivos
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


recentemente

Jean-Pierre Verscheure na...

KINO regressa com a sua 1...

Trailer de Ghostland, o n...

Clive Owen junta-se a Wil...

Leonardo DiCaprio protago...

John Wick será série de t...

Quote #09: Body Snatchers...

Jeanne! será o próximo fi...

Pop Aye (2017)

Quote #8: All Abou Eve (J...

últ. comentários
Este gênero nunca foi um dos meus preferidos, póre...
Concordo, "Índice Médio de Felicidade" e "Malapata...
O "São Jorge" é até agora o meu preferido, mantend...
Vi hoje, Robert Pattinson no seu melhor! Que venha...
Uma das maiores surpresas do ano, mesmo sendo do W...
Takes
10/10 - Magnífico
9/10 - Imprescindível
8/10 - Bom
7/10 - Interessante
6/10 - Razoável
5/10 - Medíocre
4/10 - Muito Fraco
3/10 - Mau
2/10 - Péssimo
1/10 - De Fugir
0/10 - Nulidade
stats counter
HTML Hit Counter
counter
links
mais comentados
25 comentários
20 comentários
13 comentários
12511335_1084470088250815_732384524_o
subscrever feeds
blogs SAPO