logo_v21
Data
Título
Take
25.10.12

A Lei de Stallone!

 

A verdade é que os anos 90 não foram muito apelativos às adaptações de BD, talvez pelo facto de serem considerados obras menores e no caso deste Judge Dredd, apenas útil para serviço comunitário para com o actor / vedeta. Baseado numa polémica série de banda desenhada criada por John Wagner e Carlos Ezquerra, acusada por muitos anos de promover o fascismo, Judge Dredd – A Lei de Dredd nos revela um futuro incerto onde a população humana é concentrada em metrópoles superlotadas e sempre á mercê de violência. Nessas comunidades que emanam a podridão humana, foram criados uma espécie de força de segurança com autorização para matar conhecido como os Judge – Juizes, o qual entre eles temos o mais temível, como também heróico, Dredd (aqui desempenhado Sylvester Stallone).

 

 

Começando relativamente bem, tendo em conta o espirito da matéria-prima, celebrando efeitos visuais e violência a rolos, Judge Dredd descarrila no preciso momento em que o protagonista retira o capacete, a partir daí o espectador tem a sensação de assistir a mais uma variação do ícone de acção e de certa forma uma paródia aos mesmos. Enquanto na BD, a personagem Dredd sob qualquer circunstância nunca retira o dito capacete e além de tudo é uma figura mortal e sem qualquer demonstração emocional, na fita de Danny Cannon como forma de consolidar os fãs do actor não se provou tal ousadia ignorando sobretudo o teor da personagem adaptada.

 

 

É Stallone no seu pior acompanhado por um Rob Schneider mais sério do que o costume, unidos para impedir um maléfico plano de Armand Assante como vilão de serviço, tudo dando resultado a uma fita desastrosa, mesmo que visualmente sedutor e bem desenrolado como mero blockbuster de acção. Mas é abalado pela falta de conduta dos envolvidos em tentar recriar uma versão hollywoodesca do célebre personagem dos comics dando assim origem a mais do mesmo em termos de produção cinematográfica de “lixo”. No fim disto sobra-nos Max von Sydow, como a única prestação deveras decente nisto tudo e claro com alguma classe a banda sonora composta por Alan Silvestri.

 

“ I’m the Law”

 

Real.: Danny Cannon / Int.: Sylvester Stallone, Diane Lane, Armand Assante, Rob Schneider, Jürgen Prochnow, Max von Sydow

 

 

4/10
tags: ,

publicado por Hugo Gomes às 15:33
link do post | comentar | partilhar

sobre mim
pesquisar
 
arquivos
2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


recentemente

Terminator 2: Judgment Da...

Ant-Man está a chegar, ma...

A 23ª edição do Curtas Vi...

"Aproveita a Vida Henry A...

Novas imagens de Pride an...

Transporter Refueled tem ...

Arranca hoje, Cinema ao A...

Uma nova imagem de Deadpo...

CCOP: Maio 2015

Novas imagens de Batman V...

últ. comentários
Simplesmente o filme descreve literalmente a TRIP ...
"Os Mensageiros" é um filme que se vê bem, mas que...
Quando paro um filme a meio para o ver o que resta...
Such a beatiful movie really loved it
A moça está morrendo afogada, imagina-se saindo da...
Takes
10/10 - Magnífico
9/10 - Imprescindível
8/10 - Bom
7/10 - Interessante
6/10 - Razoável
5/10 - Medíocre
4/10 - Muito Fraco
3/10 - Mau
2/10 - Péssimo
1/10 - De Fugir
0/10 - Nulidade
stats counter
HTML Hit Counter
counter
links
mais comentados
nombloind.jpg
subscrever feeds
blogs SAPO