Data
Título
Take
25.10.12

A Lei de Stallone!

 

A verdade é que os anos 90 não foram muito apelativos às adaptações de BD, talvez pelo facto de serem considerados obras menores e no caso deste Judge Dredd, apenas útil para serviço comunitário para com o actor / vedeta. Baseado numa polémica série de banda desenhada criada por John Wagner e Carlos Ezquerra, acusada por muitos anos de promover o fascismo, Judge Dredd – A Lei de Dredd nos revela um futuro incerto onde a população humana é concentrada em metrópoles superlotadas e sempre á mercê de violência. Nessas comunidades que emanam a podridão humana, foram criados uma espécie de força de segurança com autorização para matar conhecido como os Judge – Juizes, o qual entre eles temos o mais temível, como também heróico, Dredd (aqui desempenhado Sylvester Stallone).

 

 

Começando relativamente bem, tendo em conta o espirito da matéria-prima, celebrando efeitos visuais e violência a rolos, Judge Dredd descarrila no preciso momento em que o protagonista retira o capacete, a partir daí o espectador tem a sensação de assistir a mais uma variação do ícone de acção e de certa forma uma paródia aos mesmos. Enquanto na BD, a personagem Dredd sob qualquer circunstância nunca retira o dito capacete e além de tudo é uma figura mortal e sem qualquer demonstração emocional, na fita de Danny Cannon como forma de consolidar os fãs do actor não se provou tal ousadia ignorando sobretudo o teor da personagem adaptada.

 

 

É Stallone no seu pior acompanhado por um Rob Schneider mais sério do que o costume, unidos para impedir um maléfico plano de Armand Assante como vilão de serviço, tudo dando resultado a uma fita desastrosa, mesmo que visualmente sedutor e bem desenrolado como mero blockbuster de acção. Mas é abalado pela falta de conduta dos envolvidos em tentar recriar uma versão hollywoodesca do célebre personagem dos comics dando assim origem a mais do mesmo em termos de produção cinematográfica de “lixo”. No fim disto sobra-nos Max von Sydow, como a única prestação deveras decente nisto tudo e claro com alguma classe a banda sonora composta por Alan Silvestri.

 

“ I’m the Law”

 

Real.: Danny Cannon / Int.: Sylvester Stallone, Diane Lane, Armand Assante, Rob Schneider, Jürgen Prochnow, Max von Sydow

 

 

4/10
tags: ,

publicado por Hugo Gomes às 15:33
link do post | comentar | partilhar

sobre mim
pesquisar
 
arquivos
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


recentemente

Críticos de Nevada elegem...

Dois novos posters de Inh...

Primeira imagem de Crimso...

Crime de Carlos Castro co...

Novo trailer de American ...

Reboot de Pirates of the ...

Estreia amanhã: O fim de ...

Ida vence prémio do Parla...

Maps to the Stars (2014)

Mais um novo trailer de C...

últ. comentários
Esse tipo de filme não é pra qualquer um. Vai assi...
Gosto tanto tanto do Porta dos Fundos. Não vou per...
Hi, it´s a good movie, in case you want to watch i...
Talvez seja um pouco demais criticar um trailer de...
Estava com saudades das piadas sobre Star Wars pel...
Takes
10/10 - Magnífico
9/10 - Imprescindível
8/10 - Bom
7/10 - Interessante
6/10 - Razoável
5/10 - Medíocre
4/10 - Muito Fraco
3/10 - Mau
2/10 - Péssimo
1/10 - De Fugir
0/10 - Nulidade
stats counter
HTML Hit Counter
counter
links
mais comentados
nombloind.jpg
subscrever feeds
blogs SAPO