Data
Título
Take
29.7.07

 

Real.: Mike Newell

Int.: Daniel Radcliffe, Emma Watson, Rupert Grint, Ralph Fiennes, Michael Gambon, Maggie Smith, Miranda Richardson, Alan Rickman, Gary Oldman

 

 

 

O ano começa para Harry Potter (Daniel Radcliffe), e estranhamente irá participar no campeonato inter-escolar que decorrerá em Hogwarts e ainda com a ameaça do regresso do tão temido Lord Voldermort (Ralph Fiennes) á vista.

Alfonso Cuaron deu um novo fôlego no 3º capitulo da saga do mais famoso feiticeiro do Mundo, o que progrediu bastante em comparação dos primeiros dois capítulos, realizados por Chris Columbus (Sozinho Em Casa 1 e 2) que marcou o seu limite na faixa etária dos espectadores, conduzindo a saga Harry Potter para simples filmes de família e fantasia direccionado aos mais novos. Cuaron por sua vez criou algo mais que uma rotina mecânica, criou um exercício bem cinematográfico. Mas só Mike Newell (Four Weddings and a Funeral, Donnie Brasco) deu um conceito de espectáculo á saga.

A mudança brusca no ambiente criado por Cuaron é aqui redefinido por Newell, mas desta vez os inevitáveis filmes para “criancinhas” estão mais obscuros, sombrios, adultos e violentos, mas nem por isso perdeu a sua magia, pelo contrário ganhou ainda mais. De facto o quarto capitulo literário é muito decisivo e de todos o que possui um argumento mais entusiasmante em nível comercial, cheio de acção, tensão e momentos de terror (pois é!).

O elenco raramente mudou, o que se verifica também na evolução do trio de protagonistas, constante em nível de talento, Daniel Radcliffe o menos e Emma Watson a mais. Também podemos contar com um elenco competente e luxuoso; Michael Gambon, Maggie Smith, Alan Rickman, Gary Oldman e ainda as entradas de Brendan Gleeson, Miranda Richardson (inesquecível em Crying Game) e ainda Ralph Fiennes no tão esperado papel de Lord Voldermort, cujo a sua aparição já fez com que aclame-se um dos maiores vilões da historia cinematográfica (cá por mim, muito exagerado, mas admito a sua manifestação é bastante sombria).

Os efeitos especiais estão cada vez melhores, fazendo assim Harry Potter E O Cálice De Fogo, um espectáculo estrondoso neste fim de ano. Não, não sou nenhum fã dos livros de J. K. Rowling mas confesso que cada vez mais a saga está a subir em nível de interesse e qualidade. Eficientes "maquinas de fazer dinheiro" e muito bem apresentaveis.

8/10
tags: ,

publicado por Hugo Gomes às 19:50
link do post | comentar | partilhar

sobre mim
pesquisar
 
arquivos
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


recentemente

Filme romeno conquista 68...

Downsizing (2017)

Joss Whedon fora de Batgi...

Pedro Costa terá novo fil...

Os "restos" de Terrence M...

Anne Hathaway em novo fil...

Rabid terá remake!

Robert Pattinson trabalha...

Ira Sachs filmará em Port...

Den of Thieves contará co...

últ. comentários
Notícia triste, mais um talento do qual nos desped...
Ridículo. Não são os únicos posters desta "naturez...
A Vida Íntima de Sherlock Holmes: 5*Acho o filme e...
Estava convencido que fosse o There Will Be Blood....
Para mim, The Master.
Takes
10/10 - Magnífico
9/10 - Imprescindível
8/10 - Bom
7/10 - Interessante
6/10 - Razoável
5/10 - Medíocre
4/10 - Muito Fraco
3/10 - Mau
2/10 - Péssimo
1/10 - De Fugir
0/10 - Nulidade
stats counter
HTML Hit Counter
counter
links
mais comentados
25 comentários
20 comentários
13 comentários
12511335_1084470088250815_732384524_o
subscrever feeds
blogs SAPO