Data
Título
Take
9.3.12

O outro Havai!

 

O palco de fundo é o Havai, mas não esperem nada de exótico aqui. Porque mesmo sob os cenários mais tropicais, existe dramas familiares idênticos a qualquer uma das outras regiões no Mundo. É essa tal moralidade que o personagem de George Clooney tenta transmitir logo a seguir aos créditos iniciais de The Descendants, a nova fita de Alexander Payne (SidewaysAbout Schmidt). Os Descendentes, título português, figurou entre os nove nomeados ao Óscar de Melhor Filme deste ano, é a história cómico-dramática de Matt King, cuja mulher encontra-se em coma e este encontra-se sob o dilema de desligar ou não as maquinas, e para complicar as suas duas filhas estão cada vez mais problemáticas, além disso tem um negócio de milhões para gerir. Porém um factor muda a vida de King drasticamente, a notícia de que a sua moribunda mulher (Patricia Hastie) tinha um caso com outro homem antes do acidente que a colocou em estado vegetal.

 

 

Payne concretiza aquele que poderá ser o seu filme mais ambicioso, todavia é um dos mais humanos, elaborando um padrão dramático e cómico acerca das suas personagens face aos problemas da sua vida e lidando com os conflitos geracionais. George Clooney encontra-se profissional na entrega do seu papel, porém não extraordinário como se tem afirmado, sendo que na minha humilde opinião, a nomeação de Melhor Interprete Masculino nas estatuetas tenha sido mais histeria que confirmação. Contudo, Clooney disfarça a sua figura de vedeta, conseguindo tal como planeado, invocar uma humanidade imprevisível na sua “egoísta” personagem. Sob a sua sombra temos a revelação de Shailene Woodley, uma jovem actriz condenada ao panorama televisivo que brilha no seu grande destaque no grande ecrã.

 

 

The Descendants é uma fita simples e singela, porém movida por um caloroso coração e um equilíbrio de génio entre a comédia embaraçosa com toques surreais (como por exemplo a bizarra personagem de Nick Krause ou até mesmo a já clássica corrida desesperada de George Clooney) e do drama trágico que rasga emocionalmente durante algumas sequências valiosas de tocante sensibilidade. Trata-se de cinema independente norte-americano de grande estima com o toque agridoce do qual a vida é feita. Para os mais atentos!

 

"My friends on the mainland think just because I live in Hawaii, I live in paradise. Like a permanent vacation. We're all just out here sipping Mai Tais, shaking our hips, and catching waves. Are they insane?"

 

Real.: George Clooney, Shailene Woodley, Amara Miller, Beau Bridges, Matthew Lillard, Judy Greer, Nick Krause, Patricia Hastie

 

 

8/10
tags: ,

publicado por Hugo Gomes às 23:43
link do post | comentar | partilhar

sobre mim
pesquisar
 
arquivos
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


recentemente

Downsizing (2017)

Joss Whedon fora de Batgi...

Pedro Costa terá novo fil...

Os "restos" de Terrence M...

Anne Hathaway em novo fil...

Rabid terá remake!

Robert Pattinson trabalha...

Ira Sachs filmará em Port...

Den of Thieves contará co...

Melissa McCarthy em filme...

últ. comentários
Notícia triste, mais um talento do qual nos desped...
Ridículo. Não são os únicos posters desta "naturez...
A Vida Íntima de Sherlock Holmes: 5*Acho o filme e...
Estava convencido que fosse o There Will Be Blood....
Para mim, The Master.
Takes
10/10 - Magnífico
9/10 - Imprescindível
8/10 - Bom
7/10 - Interessante
6/10 - Razoável
5/10 - Medíocre
4/10 - Muito Fraco
3/10 - Mau
2/10 - Péssimo
1/10 - De Fugir
0/10 - Nulidade
stats counter
HTML Hit Counter
counter
links
mais comentados
25 comentários
20 comentários
13 comentários
12511335_1084470088250815_732384524_o
subscrever feeds
blogs SAPO