Data
Título
Take
29.7.07

Bay em relação amorosa com brinquedos!

 

O planeta Terra é palco para um confronto entre duas raças alienígenas e Michael Bay parece ser o único homem com meios e visão necessária para transmiti-lo com toda a espectacularidade que se esperava para o grande ecrã. Baseado numa famosa linha de brinquedos da Habro, Transformers é um filme que desde a primeira letra impressa no papel do argumento já se antecipava um ambiente simbiótico para com cinema pueril e inconsequente do realizador de Armageddon. Aliás, depois do semi-fiasco de The Island (2005), o megalómano e pirotécnico realizador necessitava de um projecto que lhe levantasse a moral, mas sobretudo que fizesse novamente conquistar as suas audiências, o que não são poucas, sendo que a ideia que foi "apadrinhada" por Steven Spielberg pareceu ser a mais adequada para o seu "grande" retorno.

 

 

Mesmo assemelhando um regresso "a lá S. Sebastião", Transformers foi para além de tudo um trabalho receoso e pouco aventureiro para devaneios típicos do realizador, sendo que e em derivado de tal, apostou-se maioritariamente na sua vertente cómica e melhor … na construção dos seus personagens. Isto poderá parecer herege, mas é em Transformers que encontramos a melhor composição de personagens por parte do cinema de Bay; um protagonista humorado que demonstra como uma aposta ganha no carisma (Shia LaBeouf), ou um arquétipo de "feminismo" alegórico do autor que até funciona como símbolo estético e de ejaculação precoce e adolescente (Megan Fox).

 

 

Depois disso são caricaturais secundários (John Turturro a captar a atenção de todos) que preenchem em jeito de "sacos descartáveis" esta "fantasia" pipoqueira. Se não forem actores de carne e osso são os efeitos visuais esplêndidos; as criaturas robóticas em CGI, essas sim, as verdadeiras estrelas. Devido a isso podemos insinuar que Transformers é o cartão de visita para a criatividade de Michael Bay, um realizador acusado de atribuir sentimentos plásticos às suas personagens depara aqui com a chance de trabalhar “quase” exclusivamente com maquinaria digital, mesmo que estes trunfos computorizados sintam confrangidas com os próprios medos da produção, tal é evidenciado, por exemplo, no minimizado climax.

 

 

Contudo não existe muito mais para dizer neste tremendo trabalho tecnológico, é "cinema" ocasional, fast-food que se vê com agrado e esquece minutos a seguir. Um playground de realizador sem pretensões para mais do que um vasto leque de artifícios de cinema adolescente; sobre-carregamento de acção explosiva, montagens rápidas, amistosas bandas sonoras e o patriotismo extremo do costume. É artificial? Sim, mas é puro delírio Bay, quer se goste ou não. E por fim, vale a pena afirmar que Transformers nasceu para Michael Bay … e vice-versa. 

 

"there's more to them than meets the eye"

 

Real.: Michael Bay / Int.: Shia LaBeouf, Megan Fox, Josh Duhamel, Jon Voight, Bernie Mac, Tyrese Gibson, Rachael Taylor, Amaury Nolasco, Kevin Dunn, Ronnie Sperling, John Turturro, Hugo Weaving

 

 

5/10

publicado por Hugo Gomes às 00:26
link do post | comentar | partilhar

1 comentário:
De cinelx a 17 de Setembro de 2008 às 19:34
Gostei dos teus pontos de vista, mas a minha nota fica um pouco abaixo da tua. Um tyipico filme pipoca com a marca de Michael bay. passemos á frente.


Comentar post

sobre mim
pesquisar
 
arquivos
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


recentemente

Clive Owen junta-se a Wil...

Leonardo DiCaprio protago...

John Wick será série de t...

Quote #09: Body Snatchers...

Jeanne! será o próximo fi...

Pop Aye (2017)

Quote #8: All Abou Eve (J...

Pinhead de regresso! Divu...

Primeiro vislumbre de Joh...

QUOTE #7: Pauline Keal

últ. comentários
Este gênero nunca foi um dos meus preferidos, póre...
Concordo, "Índice Médio de Felicidade" e "Malapata...
O "São Jorge" é até agora o meu preferido, mantend...
Vi hoje, Robert Pattinson no seu melhor! Que venha...
Uma das maiores surpresas do ano, mesmo sendo do W...
Takes
10/10 - Magnífico
9/10 - Imprescindível
8/10 - Bom
7/10 - Interessante
6/10 - Razoável
5/10 - Medíocre
4/10 - Muito Fraco
3/10 - Mau
2/10 - Péssimo
1/10 - De Fugir
0/10 - Nulidade
stats counter
HTML Hit Counter
counter
links
mais comentados
25 comentários
20 comentários
13 comentários
12511335_1084470088250815_732384524_o
subscrever feeds
blogs SAPO