Data
Título
Take
28.7.07

 

Real.: Allen Coulter

Int.: Ben Affleck, Adrien Brody, Diane Lane, Bob Hoskins

 

 

 

Com a polémica do suicídio de George Reeves (Ben Affleck), um actor apenas conhecido ao interpretar Superman num serie infantil, Louis Simo (Adrien Brody), um detective privado, aproveita o alarido envolta e apresenta uma arrojada mas credível teoria que Reeves fora assassinato. O detective consegue ganhar vários minutos de fama, mas a sua teoria começa a ter consequências mortais, o que faz suspeitar que essa sua dedução pode ser bem verdadeira.

Com alguns toques de filme noir, Hollywoodland é um dos filmes mais singulares desta temporada. Visualmente interessante, o filme explora as correntes por detrás da misteriosa morte de George Reeves (conhecido actor pela antiga serie infantil Superman nos anos 50/60), assassinato para alguns, suicídio para outros, é isso que a fita de Coutler vem discutir sem entregar de bandeja a um dos lados. As mortes misteriosas de Hollywood estão de volta á moda, depois do realizador Brian De Palma ter dirigido neste mesmo ano, Black Dahlia.

O melhor do filme é com certeza a surpresa que foi Ben Affleck no papel de Reeves, este actor com mau feitio teve inúmeros casos de interpretações preguiçosas, como também em projectos duvidosos nomeadamente em Pearl Harbor de Michael Bay (não, não sugeri Daredevil á baila, tenho as minhas razões para gostar do filme). Continuando: Affleck surpreendeu pela positiva, tem aqui um esforçadíssimo desempenho digno de pelo menos uma nomeação para o Óscar (parece exagero, olha que não). O resto do elenco se encontra bem, destacando Diane Lane sem o medo de envelhecer em pleno ecrã e quanto Adrien Brody, o actor prestígio de The Pianist de Roman Polanski tem aqui um credivel e bom papel, só pena que a sua personagem face aquela situação é a que possui menos pontos de interesse, com todo o seu background envolvido (problemas familiares, casos, etc.), é tudo muito trabalhado mas que é propositado servido para prolongar a fitar. Só pena que o desempenho meio mafioso de Bob Hoskins não convença ninguém.

Hollywoodland é um esforçado projecto, ambicioso, que dá nos uma visão de Hollywood muito diferente ao dos habituais sonhos cor-de-rosa, um visão negra, mas infelizmente vista em filmes como L.A Confidencial e o já referido Black Dahlia. Possui uma bem trabalhada reconstituição da época e teorias interessantes ao caso da misteriosa morte de Reeves. È no mínimo um filme de interessante, que se vê bem mas que não perdura muito na memoria. E não é demais dizer que Affleck está de parabéns.

 

7/10
tags: ,

publicado por Hugo Gomes às 15:13
link do post | comentar | partilhar

sobre mim
pesquisar
 
arquivos
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


recentemente

Agnès Varda trabalha em n...

Versão live-action de Swo...

My French Film Festival, ...

Jean-Pierre Verscheure na...

KINO regressa com a sua 1...

Trailer de Ghostland, o n...

Clive Owen junta-se a Wil...

Leonardo DiCaprio protago...

John Wick será série de t...

Quote #09: Body Snatchers...

últ. comentários
Este gênero nunca foi um dos meus preferidos, póre...
Concordo, "Índice Médio de Felicidade" e "Malapata...
O "São Jorge" é até agora o meu preferido, mantend...
Vi hoje, Robert Pattinson no seu melhor! Que venha...
Uma das maiores surpresas do ano, mesmo sendo do W...
Takes
10/10 - Magnífico
9/10 - Imprescindível
8/10 - Bom
7/10 - Interessante
6/10 - Razoável
5/10 - Medíocre
4/10 - Muito Fraco
3/10 - Mau
2/10 - Péssimo
1/10 - De Fugir
0/10 - Nulidade
stats counter
HTML Hit Counter
counter
links
mais comentados
25 comentários
20 comentários
13 comentários
12511335_1084470088250815_732384524_o
subscrever feeds
blogs SAPO