Data
Título
Take
26.7.07

 

 

Real.: Alfonso Cuaron

Int.: Daniel Radcliffe, Emma Watson, Rupert Grint, Gary Oldman, Maggie Smith, Emma Thompson, David Thewlis, Michael Gambon

 

 

O terceiro ano começou em Hogwarts e da pior maneira, o temível assassino, Sirius Black (Gary Oldman) recentemente escapou da prisão de Azkaban, e vagueia pelo mundo dos feitiçeiros com o desejo de procurar Harry Potter (Daniel Radcliffe) e mata-lo como vingança da propria detenção, ao mesmo tempo esconde controversos segredos acerca da morte dos pais deste.

Novo capitulo, muda-se ares e muda-se de realizador. È assim que o terceiro filme do jovem feiticeiro se pode caracterizar de príncipio; Chris Columbus retira-se do projecto (depois do segundo capitulo, sinceramente Columbus já não estava lá a fazer nada) e entra um Alfonso Cuaron, um realizador em ascensão que havia dirigido o aclamado road trip E tu Mamá Tambien, que dá-nos um novo curso para a saga. Chris Columbus marcou os capítulos anteriores com uma limitação de idades e um desequilíbrio narrativo onde os efeitos especiais e outros artifícios serviam de narrativa, em Prisioneiro De Azkaban os efeitos especiais além de serem mais bem conseguidos, integram na narrativa e não possuem aquele chamariz característico dos dois últimos capítulos, dando a sensação de entrar num mundo habituado á magia e feitiçaria.

Hogwarts torna-se assim mais denso, mais negro e nem por isso menos interessante, uma visão menos literária e mais cinematográfica. Melhor, Harry Potter E O Prisioneiro De Azkaban consegue ser por vezes um exercício mental e de atenção, onde esconde pormenores interessantes. Com certeza a sua mudança brusca de ambiente poderá afastar os espectadores menores ou outros que catalogavam a saga como uma série para míudos aficionados.

Estamos a começar a testemunhar uma maduração, Harry Potter está cada vez a deixar o catalogo de blockbusters inconsequente e tornarem-se em grandes acontecimentos cinematográficos. Destaque-se ainda, para além do habitual elenco, o regresso de Gary Oldman aos grandes papeis, Emma Thompson e David Thewlis (fantástico neste filme).

7/10
tags: ,

publicado por Hugo Gomes às 23:02
link do post | comentar | partilhar

2 comentários:
De Rafael S. N. a 29 de Julho de 2007 às 21:34
Ótimo artigo!
Na minha opnião é o melhor filme da série, por apresentar personagens decisivos na trama e criaturas como o hipogrifo.


De Ricky Torero a 18 de Julho de 2010 às 15:40
é o inicio do clima negro na saga, gostei mas senti a falta daquela sensação de filme de familia dos dois anteriores


Comentar post

sobre mim
pesquisar
 
arquivos
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


recentemente

Filme romeno conquista 68...

Downsizing (2017)

Joss Whedon fora de Batgi...

Pedro Costa terá novo fil...

Os "restos" de Terrence M...

Anne Hathaway em novo fil...

Rabid terá remake!

Robert Pattinson trabalha...

Ira Sachs filmará em Port...

Den of Thieves contará co...

últ. comentários
Notícia triste, mais um talento do qual nos desped...
Ridículo. Não são os únicos posters desta "naturez...
A Vida Íntima de Sherlock Holmes: 5*Acho o filme e...
Estava convencido que fosse o There Will Be Blood....
Para mim, The Master.
Takes
10/10 - Magnífico
9/10 - Imprescindível
8/10 - Bom
7/10 - Interessante
6/10 - Razoável
5/10 - Medíocre
4/10 - Muito Fraco
3/10 - Mau
2/10 - Péssimo
1/10 - De Fugir
0/10 - Nulidade
stats counter
HTML Hit Counter
counter
links
mais comentados
25 comentários
20 comentários
13 comentários
12511335_1084470088250815_732384524_o
subscrever feeds
blogs SAPO