Data
Título
Take
20.9.09

Com o êxito de Public Enemies de Michael Mann, que reúne Christian Bale e Johnny Depp (dois dos protagonistas dos maiores êxitos de Verão cinematográficos), o filme de gangsters volta a estar na moda e com ele a memória de várias pérolas da 7ªarte que souberam tão bem retratar o crime organizado. Eis o top das 10 melhores abordagens da máfia e gangster no cinema.

 

#10) De Battre Mon Coeur s'est Arrêté (2005, Jacques Audiard)

Grande parte das fitas de crime, os personagens querem acima de tudo entrar no mundo do crime organizado, mas em De Battre Mon Coeur s'est Arrêté (De Tanto Bater o Meu Coração Parou) do realizador de Un héros très discret (1996), Jacques Audiard, o protagonista, magistralmente interpretado por Romain Duris, quer seguir a música e abandonar a violência do negócio de família, o que não será fácil. Tem a distinção de ser um dos melhores remakes da 7ªarte, num raro caso em que o original é um filme americano, Fingers de 1978 com Harvey Keitel no principal papel. Nomeado para 10 Cesars, vencedor de 8 e de um BAFTA de Melhor Filme Estrangeiro, De Battre Mon Coeur s'est Arrêté é um drama competente e fortemente psicológico a não perder.

 

#09) The Departed (2006, Martin Scorsese)

Scorsese venceu o Óscar de Melhor Realizador neste galardoado filme que combina o thriller com o crime organizado, um remake do êxito de culto de Hong Kong, Infernal Affairs (2002, Wai Keung Lau & Siu Fai Mak). Com Leonardo DiCaprio, Matt Damon e Jack Nicholson, eis uma história de enganos e desenganos que aborda a infiltração quer no terreno entre os criminosos, quer na sede de polícia. Um grande ritmo, banda sonora e interpretações, um dos melhores exemplos de entretenimento.

 

#08) Gomorra (2008, Matteo Garrone)

Se existir um retrato realmente realista como actua a máfia italiana, esse filme é Gomorra, a adaptação intensa do livro homónimo de Roberto Saviano, que nos apresenta uma precisão exemplar destas actividades fora-de-lei. Brutal, chocante e filmado como documentário que nos exerce um desconforto alarmante. Nunca as cenas de fuzilamento foram tão cruas.

 

#07) Casino (1995, Martin Scorsese)

Existe outro tipo de crime organizado, porém mais aceite á justiça, aquela que é praticada em muitos casinos, actividades destruidora de lares, bens e pessoas. Um consumo intenso que advém á ganância, luxúria e inveja. São os sete pecados reunidos num só sitio e não houve homem melhor para representa-los do que Scorsese e a sua fita de 1995, Casino, das melhores obras do “mestre”. Robert De Niro, Joe Pesci e Sharon Stone (nunca vista) integram o elenco neste incontornável filme.

 

#06) Once Upon Time in America (1984, Sergio Leone)

Como diria a personagem de Marlon Brando, Don Corleone do The Godfather: “Não é nada pessoal, apenas negocio”, e é isso que no fundo é o crime organizado, um modo “sujo” de fazer dinheiro. Agora imaginem se uma amizade de longa data fosse abalada por esse mesmo negócio, conceito, esse que Once Upon Time in America explora num registo bem intenso. Se a ideia de que The Good, The Bad and the Ugly e C'era una Volta il West eram as obras-primas do mestre Sergio Leone, então encontram-se enganados, porque Once Upon Time in America, protagonizado por um Robert De Niro jovem e talentoso é a sua derradeira obra de arte, como também o ultimo trabalho de um autor de prestígio. Ennio Morricone volta a trabalhar na magnífica banda sonora.

 

#05) Eastern Promises (2007, David Cronenberg)

A visão de Cronenberg é de facto a mais visceral e intrínseca desta selecção, um thriller forte que nos apresenta um elenco excepcional, a começar por Viggo Mortensen (nomeado ao Óscar por este papel). Um filme memorável, duro e puro e melancolicamente belo, o melhor exemplo de filme de gangster recentes que ao mesmo tempo é um thriller inquietante e um poderoso drama.

 

#04) Scarface (1983, Brian De Palma)

Say hello to my little friend” frase celebrizada por Al Pacino, que após o seu sucesso nos The Godfather volta a exercer o papel de gangster, um ex-recluso cubano com um crescente temperamento o qual torna-o muito perigoso. Remake de um filme de 1932 realizado por Howard Hanks com o mesmo nome, Scarface é dos mais divertidos e magistrais filmes de gangsters de sempre, como também um dos mais vistos. Al Pacino é nomeado ao Golden Globe graças a este papel.

 

#03) Goodfellas (1990, Martin Scorsese)

È para muitos o mais perfeito filme de gangsters, para outros, o melhor trabalho de Scorsese, a verdade é que Goodfellas – Tudo Bons Rapazes é dos filmes mais emblemáticos do cinema dos anos 90 e não só. Uma realização surpreendente de um inspirado Scorsese, um trio de luxo (Ray Liota, Robert DeNiro e um magnifico Joe Pesci) faz desta obra, uma das melhores adaptações de um livro, neste caso escrito por Nicholas Pileggi, que viria mais tarde escrever o notório Casino, também ele adaptado de Scorsese.

 

#02) The Godfather 2 (1974, Francis Ford Coppola)

A segunda adaptação da grande obra-prima da literatura de Mario Puzzo feita por Francis Ford Coppola é um épico da máfia que explora os seus personagens de forma tão intensa, como um cirurgião. A narrativa revela eficaz numa apresentação de duas histórias separadas por uma barreira temporal, numa vemos a ascensão de Al Pacino no lugar onde Marlon Brando ocupava e noutra, o passado da personagem de Brando composto por um galardoado e notório Robert DeNiro. Vencedor do Óscar de Melhor Filme.

 

#01) The Godfather (1972, Francis Ford Coppola)

Pessoalmente, foram filmes como este que fizeram com que adorasse (não, amasse) o cinema, um retrato perfeito da máfia ítalo-americana, mas acima de tudo família, família, essa que sofre, que ama, que vive e que protege os seus patrimónios. Marlon Brando tem o papel de uma carreira e Al Pacino se revela no excelente actor que é, quanto a Coppola, o realizador que ainda hoje é um “padrinho do cinema”. Com cenas memoráveis, com personagens tão reais como pessoas de carne e osso. Mario Puzzo deve estar muito, mas muito orgulhoso. O melhor filme de gangsters, vencedor também do Óscar de Melhor Filme.

 

Outras menções honrosas – The Godfather 3 (1990), Mean Streets (1973), A History of Violence (2005), Carlito’s Way (1993), The Funeral (1996), Miller’s Crossing (1990)

 

Ver Também

A History of Violence (2005)

American Gangster (2007)

Eastern Promises (2007)

Gomorra (2008)

The Departed (2006)

The International (2009)

 

tags:

publicado por Hugo Gomes às 23:10
link do post | comentar | partilhar

1 comentário:
De Filipe Coutinho a 22 de Setembro de 2009 às 16:39
Bom top. Felizmenbte partilhas da minha opinião que Godfather é melhor que Godfather Part II. Pessoalmente, apesar de ter gostado de Goodfellas, desiludiu-me um pouco tendo em conta que esperava uma obra-prima e quanto a mim não é.

Abraço


Comentar post

sobre mim
pesquisar
 
arquivos
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


recentemente

Lars Von Trier prepara sé...

CCOP Julho 2014

Abram alas para o MUVI Li...

The Searchers (1956)

Laura terá nova versão!

Wesley Snipes será novame...

O Sétimo Filho de volta à...

Sin City: A Dame To Kill ...

Adeus Underworld 5, afina...

9 Mois Ferme (2013)

últ. comentários
desde que o len wiseman abandonou, a qualidade dos...
Gostei da ideia da história, mas não gostei no que...
A lei da cópia privada que irá ser debatida na ass...
Esperei tanto tempo para ver Cloudy with a Chance...
Ontém consegui ver. É incrível, do melhor que já v...
Takes
10/10 - Magnífico
9/10 - Imprescindível
8/10 - Bom
7/10 - Interessante
6/10 - Razoável
5/10 - Medíocre
4/10 - Muito Fraco
3/10 - Mau
2/10 - Péssimo
1/10 - De Fugir
0/10 - Nulidade
stats counter
HTML Hit Counter
counter
links
mais comentados
nombloind.jpg
subscrever feeds
blogs SAPO