Data
Título
Take
18.10.08

Real.: Alfred Hitchcock

Int.: James Stewart, Grace Kelly, Wendell Corey

 

 

A curiosidade sempre foi uma fraqueza humana, sempre tivemos o apetite de saber o que se passa em nosso redor, espiar, por outras palavras, não se trata de um acto delinquente, mas sim parte da natureza multifacetada do Homem. Hitchcock se baseia no conto de Cornell Woolrich, “ I Had To Be Murder” para envolver um instinto humano primitivo face às tecnologias (da época, está claro, a câmara fotográfica). The Rear Window (1954), foi assim que se baptizou, narra a historia de um fotografo profissional, L.B. Jeffries (James Stewart), que durante um acidente parte a sua perna, o incapacitando-o de viajar. Agora condenada a estar em sua casa, Jeffries tenta passar o tempo a espiar os seus vizinhos, nos primeiros dias descobre algo motivante, uma interactiva e ao mesmo tempo rotineira comunidade, logo começa a suspeitar de um dos seus vizinhos, que segundo as suas desconfianças, assassinou a sua mulher a sangue frio.

The Rear Window – A Janela Indiscreta é talvez um dos filmes mais bem trabalhados da era de ouro dos anos 50. Alfred Hitchcock, o génio do suspense já havia expandindo o seu legado nos EUA, o qual presenteou com obras de grande sucesso e valor cinematográfico como Vertigo e The Rope, esta obra protagonizada pelo seu actor de eleição, James Stewart, foi um desafio cénico de tão cerebral autor. No que requer na construção de uma simbiótica vizinhança, Hitchcock não poupou esforços e “desenhou” um a um, essas personagens quase adereçais, as estruturando com rotinas, hábitos, vícios, segredos e obscuridade. Resultado? Uma das melhores, se não o melhore cenário vivo do cinema. Stewart se integra como um homem orgulhoso e aparentemente livre de materialismo com uma namorada, Grace Kelly, demasiado supérflua para o seu gosto, o qual ambos provocam uma química de contrastes. O actor celebrizado em The Man who shot Liberty Vallance (1962) de John Ford, é uma das caras mais presentes do cinema de thriller do génio britânico, e neste mesmo filme, encontra talvez uma das suas melhores interpretações, a par com o de Anatomy of a Murder (1959). Todo o elenco parece confundir com a maravilhosa produção cénica de “faz de conta” que resulta na maneira mais credível.

Hitchcock compõe uma narrativa lenta e altamente equilibrada com grandes momentos de insegurança, duvida e muito, mas muito suspense. Se este foi baptizado por o “mestre do suspense” é porque não foi em vão, e talvez seja este um dos seus filmes mais misteriosos e “enervantes” da sua carreira, de por as “pontas do cabelo em pé”. Nos dias de hoje, The Rear Window continua a ser um filme actual e muito mais do que uma experimentalidade “coscuvilheira” e isso nota-se nas habituais reinvenções deste genial conceito. Magnifico, é que se deve dizer, desta obra-mestra do suspense.

O melhor – A qualidade cénica e interactiva do cenário com o protagonista

O pior – A narrativa lenta e estratégica pode afastar os espectadores mais comerciais.

 

Recomendações – The Rope (1948), Disturbia (2007), American Beauty (1999)

 

Rear Window” – 9 estrelas "Um grande filme, de um grande realizador cuja visualização é não só recomendada, como obrigatória." Cinema is my life

 

10/10
tags: ,

publicado por Hugo Gomes às 22:18
link do post | comentar | partilhar

sobre mim
pesquisar
 
arquivos
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


recentemente

Agnès Varda trabalha em n...

Versão live-action de Swo...

My French Film Festival, ...

Jean-Pierre Verscheure na...

KINO regressa com a sua 1...

Trailer de Ghostland, o n...

Clive Owen junta-se a Wil...

Leonardo DiCaprio protago...

John Wick será série de t...

Quote #09: Body Snatchers...

últ. comentários
Este gênero nunca foi um dos meus preferidos, póre...
Concordo, "Índice Médio de Felicidade" e "Malapata...
O "São Jorge" é até agora o meu preferido, mantend...
Vi hoje, Robert Pattinson no seu melhor! Que venha...
Uma das maiores surpresas do ano, mesmo sendo do W...
Takes
10/10 - Magnífico
9/10 - Imprescindível
8/10 - Bom
7/10 - Interessante
6/10 - Razoável
5/10 - Medíocre
4/10 - Muito Fraco
3/10 - Mau
2/10 - Péssimo
1/10 - De Fugir
0/10 - Nulidade
stats counter
HTML Hit Counter
counter
links
mais comentados
25 comentários
20 comentários
13 comentários
12511335_1084470088250815_732384524_o
subscrever feeds
blogs SAPO