31.10.15

João-Salaviza.jpg

Segundo o site C7nema [ver aqui], no âmbito de uma entrevista do jornalista e crítico Duarte Mata ao realizador João Salaviza na promoção da sua primeira longa-metragem, A Montanha, foi revelado que o próximo filme deste será filmado no Brasil e "com o povo indígena que são os Krahô". Salaviza divulgou ainda que vai novamente trabalhar com a sua habitual equipa, entre quais contam-se diversos colegas na Escola de Cinema, e a sua mulher, Renée Nader, como actriz.

 

O realizador especulou que esta sua nova obra apenas chegará a estar completa daqui a 3 anos, justificando que gosta de fazer cada rodagem numa experiência de vida, por isso leva com certa paciência e dedicação a concepção, as filmagens e a sua edição.

 

montanhasalavizaveneza_01.jpg

 

Recordamos que A Montanha, que conta com os desempenhos de David Mourato, Rodrigo Perdigão, Cheyenne Domingues e Maria João Pinho, é descrito como um "coming-to-age". A intriga remete-nos a um jovem rapaz que, em contacto com a morte iminente do seu avô, terá que obrigatoriamente crescer, assumindo o papel de homem de casa, um objectivo que teme profundamente. A obra que foi apresentada na última Semana da Crítica em Veneza e no Festival de San Sebastián, e que em Portugal estreará no próximo Lisbon & Estoril Film Festival (6 a 15 de Novembro), integrado na Competição.

 

A estreia comercial no nosso país será a 19 de Novembro.

 

Photo 2 Montanha.jpg

 

 

Ler Críticas Relacionadas

Arena (2009)

 

Ver Também

Vejam o primeiro trailer de A Montanha, um filme de João Salaviza!

Lisbon & Estoril Film Festival 2015: Wim Wenders é o convidado especial num festival cheio de surpresas!

Filme de João Salaviza com estreia na Semana da Crítica de Veneza!

 

 

Acompanha-nos no Facebook, aqui, e no Twitter, aqui.

 


publicado por Hugo Gomes às 18:27
link do post | comentar | partilhar

16540789_hjqBc.jpeg

Yasujiro Ozu será o nome que se vai fazer ouvir durante as noites de Sábado no mês de Novembro com a RTP 2. O segundo canal da televisão generalista portuguesa irá dedicar os próximos dias a um dos mais inconfundíveis mestres, não só do cinema nipónico, como mundial.

 

No dia 7, o incontornável Tokyo Monogatari (A Viagem de Tóquio, 1953 [ler crítica]) levará os espectadores a um dos mais acarinhados retratos da transição geracional. O reconhecido numero 1 entre os realizadores da sondagem feita pela revista Sight & Sound em 2012, será apresentado com um comentário do cineasta português Joaquim Leitão (Adão e Eva, Quarta Divisão), e uma análise feita por Rita Durão após a sua exibição.  

17361208_Hfpvl.jpeg

 

Os restantes filmes do ciclo são Higanbana (A Flor do Equinócio, 1958 [ler crítica]), a ser transmitido no dia 14, a história de três mulheres que desafiam a tradição matrimonial. No dia 21, a emancipação de uma filha da sua respectiva mãe em Akibi Yoni (Fim do Outono, 1960) e por fim, o adeus de um mestre na sua derradeira obra, Sanma no Aji (O Gosto do Saké, 1962 [ler crítica]), um filme marcado por uma atmosfera híbrida entre o Japão costumado e do modernismo contagiado pelo Ocidente.

 

Autêntico serviço público!

16571215_JmWgK.jpeg

 

 

 Acompanha-nos no Facebook, aqui, e no Twitter, aqui.

 


publicado por Hugo Gomes às 13:56
link do post | comentar | partilhar

30.10.15

by_the_sea_ver2.jpg

Foi divulgado mais um trailer de By the Sea (Junto ao Mar), o terceiro trabalho de realização de Angelina Jolie, que para além de dirigir, escreve e protagoniza ao lado do seu marido, Brad Pitt.

 

By the Sea, cuja a acção decorre nos anos 70, segue o enredo de um escritor norte-americano, Roland (Pitt), e a sua esposa, Vanessa (Jolie), que chegam a um resort na França, com o casamento em crise. Durante a sua estadia, começam a envolver-se com outros residentes do respectivo resort, sendo que estas relações irão despoletar algumas respostas para questões não resolvidas entre ambos. Mélanie Laurent, Niels Arestrup, Melvil Poupaud e Richard Bohringer são outros nomes do elenco.

 

By the Sea tem estreia prevista para Novembro nos EUA, provavelmente com "mira" para a temporada dos Óscares. Em Portugal, o filme chegará às salas em 7 de Janeiro de 2016.

 

 

Ver também

Unbroken (2014)

By the Sea, o novo filme de Angelina Jolie, revela seu primeiro trailer!

Brad Pitt poderá defender elefantes no próximo filme de Angelina Jolie!

 

 

Acompanha-nos no Facebook, aqui, e no Twitter, aqui.


publicado por Hugo Gomes às 21:04
link do post | comentar | partilhar

image005.png

João (Diogo Morgado) é um conceituado escritor que tem passado por uma enorme crise de criatividade, porém a sua situação piora quando certo dia acorda sem saber ao certo a sua sexualidade. É que na verdade, João é homossexual mas a partir dessa estranha manhã esqueceu-se por completo a sua verdadeira natureza e de que partilhava 5 anos da sua vida ao lado de Carlos (Jorge Corrula). Eis uma comédia sobre o preconceito e estereótipos dirigido por um dos mais hiperactivos realizadores do cinema português, Edgar Pêra [ler entrevista]. Diana Monteiro, Nicolau Breyner, Nuno Melo, Marina Albuquerque, Miguel Partidário, Philippe Leroux e Anselmo Ralph completam o elenco. 

 

Virados do Avesso [ler crítica] será exibido no TVCine 1, dia 1 de Novembro, pelas 21h30.

 

 

Acompanha-nos no Facebook, aqui, e no Twitter, aqui.


publicado por Hugo Gomes às 20:35
link do post | comentar | partilhar

natalie-dormer-anne-bolyn-margaery-tyrell-tudors-g

Natalie Dormer (da série Game of the Thrones) vai protagonizar o thriller 'In Darkness', que contará com realização de Anthony Byrne (Short Order) e argumento da própria actriz. O enredo, cuja acção decorrerá em Londres, irá centrar numa mulher cega ligada ao mundo da música que suspeita da ocorrência de um assassinato no andar de cima.

 

Com filmagens marcadas para inicio de 2016, In Darkness contará ainda com os desempenhos de Ed Skrein (The Transporter Refueled) e Stacy Martin (Nymphomaniac).

 

Acompanha-nos no Facebook, aqui, e no Twitter, aqui.


publicado por Hugo Gomes às 19:44
link do post | comentar | partilhar

back-to-the-future-delorean.jpg

A Cinemundo, em parceria com a Comic-Con, vão trazer o mítico DeLorean, a viatura que serviu de maquina do tempo para Marty McFly (Michael J. Fox) e Dr. Emmett Brown (Christopher Lloyd) na trilogia Back to the Future (Regresso ao Futuro). O evento decorrerá na EXPONOR - Feira Internacional do Porto, entre os dias 4 a 6 de Dezembro.

 

Em declarações, Luís Salvado, director de programação do Cinemundo, afirma que "a Cinemundo, "onde o cinema acontece", orgulha-se de se associar à Comic-Con, a maior de todas as festas da cultura pop, para celebrar a estreia no canal da trilogia Regresso ao Futuro, já em Janeiro. E fazemo-lo da melhor maneira: permitindo aos fãs o contacto directo com o elemento mais icónico de uma das sagas mais amadas da história da Sétima Arte, o DeLorean que levou Marty McFly em viagem pelo tempo. É uma enorme satisfação poder trabalhar em conjunto com a Comic-Con para trazer a Portugal esta experiência única".

 

future460.jpg

Paulo Rocha Cardoso, director-geral da Comic Con Portugal, refere que "estamos sempre a procurar novas formas de acrescentar valor ao evento, de forma a proporcionar a melhor experiência possível ao visitante. A oportunidade surgiu e, em colaboração com o Cinemundo, nosso parceiro, conseguimos concretizá-la. Estamos bastante satisfeitos e esperamos criar uma experiencia memorável para todos os participantes".

 

Vale a pena recordar que a edição do Comic-Con em Portugal tem como confirmados a presenças de Jason Momoa, que interpretará Aquaman no próximo Batman V Superman: Dawn of Justice, e os actores Linden Ashby, Susan Walters e Holland Roden da série Teen Wolf.

 

maxresdefault.jpg

 

Ver também

Jason Momoa, o próximo Aquaman, estará presente na Comic Con portuguesa!

 

 

Acompanha-nos no Facebook, aqui, e no Twitter, aqui.


publicado por Hugo Gomes às 17:29
link do post | comentar | partilhar

Ultimo Caçador de Bruxas.jpg

Esperemos que seja o último!

 

Por melhores visuais que se tenha, a personalidade é algo substancialmente importante para a valorização de uma imagem. The Last Witch Hunter tem em certa parte uma ostentação estética caprichosa, mas nada vale perante um industrializado tratamento. Vindo da mesma equipa que nos trouxe os abomináveis Priest (Padre [ler crítica]) e Dracula Untold [ler crítica], aquele "terrorzinho" de estúdio que tem como intuito alimentar a curiosidade de adolescentes ligados a contraculturas de moda ou do público mais mainstream que julga que o género de terror é "too much" para os respectivos parâmetros, eis que surge Vin Diesel envergando pelo território sobrenatural com bruxas "ao barulho".

 

maxresdefault.jpg

 

Ele é Kaulder, um homem condenado à imortalidade pela Rainha Bruxa (Julie Engelbrecht) que torna-se na mais perfeita arma de uma secção obscura da Igreja Cristã para o combate e preservação da ordem num mundo que poucos humanos conhecem. Uma espécie de Cruzado renegado que enfrenta forças das trevas com a mesma exactidão que batalha meros mortais, liderando uma investigação de "whodunnit" que o próprio espectador conhece a léguas o desfecho mas que mesmo assim persiste em criar uma ambiência de suspense falhada.

 

transferir.jpg

 

The Last Witch Hunter, de Breck Eisner, é o típico produto que se apoia na totalidade do seu protagonista, neste caso Vin Diesel, sob grunhidos e uma variedade de expressões (que se resume apenas uma), o qual consolida o seu estatuto de estrela de cinema de acção enquanto tenta aprender algo no ramo interpretativo com os seus colegas, em especial com o veterano Michael Caine. Talvez não estamos longe da verdade na afirmação de que Caine é o único motivo que Diesel aceitou um papel destes, até porque o seu desempenho tende a melhorar quando contracena com ele.

 

vin-diesel-the-last-witch-hunter-108588.jpg

Fora isso, Vin Diesel é igual a si mesmo, o que não quer dizer muito, demonstrando ares de cansaço enquanto vagueia por um filme isento de personagens secundárias verdadeiramente trabalhadas e de um enredo que não tem a decência de fugir aos lugares-comuns, não somente do género, mas deste tipo de produções. Um filme tão medíocre que chegamos definitivamente ao porquê de Timur Bekmambetov ter fugido "a sete de pés" deste projecto.

 

"Do you know what I'm afraid of? Nothing."

 

Real.: Breck Eisner / Int.: Vin Diesel, Rose Leslie, Elijah Wood, Michael Caine, Julie Engelbrecht, Joseph Gilgun

 

last-witch-hunter-trailer-poster-vin-diesel.jpg

3/10
tags: ,

publicado por Hugo Gomes às 11:55
link do post | comentar | partilhar

29.10.15

sandra-bullock-is-brilliant-strategist-in-our-bran

Vem aí um novo filme da franquia Ocean's Eleven, desta vez inteiramente feminina e com Sandra Bullock como protagonista. Segundo o site The Playlist, George Clooney, Steven Soderbergh e Jerry Weintraub estão a cargos da produção, enquanto Gary Ross (The Hunger Games [ler crítica]) terá a tarefa de o realizar. Olivia Milch (Queen & Country) é a argumentista.

 

Trata-se do mais recente trabalho derivado da parceria criativa de Bullock / Clooney (ela actua, ele produz), cuja colaboração resultou na obra de David Gordon Green, Our Brand is Crisis, que terá estreia no nosso país no dia 19 de Novembro, sem antes contar com uma antestreia no próximo Lisbon & Estoril Film Festival.

 

oceans-11-1960-DI.jpg

 

Vale a pena recordar que a primeira versão de Ocean's Eleven data o ano 1960, com Frank Sinatra e Dean Martin num elenco estrelar. A história segue as aventuras e desventuras de uma trupe de 11 "burlões" que tentam cometer o maior golpe das suas vidas, roubar cinco casinos de Las Vegas numa só noite. O clássico obteve um remake em 2001 dirigido por Steven Soderbergh. No elenco, um dos mais luxuosos de Hollywood, podemos contar com os desempenhos de George Clooney, Brad Pitt, Matt Damon, Andy Garcia e Julia Roberts. O êxito foi tanto que originou duas sequelas (lançadas em 2004 e 2007 [ler crítica] respectivamente), também de igual sucesso.

 

Esta não é, nem será a primeira tentativa de "feminização" de um popular filme, visto que o próximo Ghostbusters: Os Caça-Fantasmas, previsto estrear em Julho de 2016, também possuirá um elenco inteiramente feminino.

 

Oceans-11.jpg

 

Ver Também

Lisbon & Estoril Film Festival 2015: Wim Wenders é o convidado especial num festival cheio de surpresas!

Trailer: Our Brand is Crisis, Joaquim De Almeida sob os conselhos de Sandra Bullock!

Joaquim De Almeida ao lado de Sandra Bullock em Our Brand is Crisis!

 

Acompanha-nos no Facebook, aqui, e no Twitter, aqui.


publicado por Hugo Gomes às 23:14
link do post | comentar | partilhar

willemdafoe.jpg

Willem Dafoe junta-se a Nicolas Cage para protagonizar Dog Eat Dog, o novo thriller de Paul Schrader, o realizador de Dying of the Light (Vingança ao Anoitecer) e argumentista de Taxi Driver.

 

Inspirado num homónimo livro de Eddie Bunker, a obra apresentará três ex-reclusos que são contratados para um sequestro, porém, quando a situação parece sair fora do controlo o trio terá que fazer o possível e impossível para que não regressarem à prisão.

 

O próprio Paul Schrader será o autor do argumento, em colaboração com Matthew Wilder (Your Name Here). Reynaldo Gallegos, Kayla Perkins, Christopher Matthew Cook, Tora Kim e John Patrick Jordan são outros nomes presentes no elenco.

 

 

Dog Eat Dog tem estreia prevista para 2016.

 

Acompanha-nos no Facebook, aqui, e no Twitter, aqui.

tags:

publicado por Hugo Gomes às 22:00
link do post | comentar | partilhar

transferir.jpg

O realizador independente egípcio Amr Salama (Asmaa, Excuse for my French) obteve luz verde para o financiamento do seu próximo projecto, Sheikh Jackson, um drama agridoce que seguirá um fundamentalista islâmico com uma secreta paixão pela música de Michael Jackson. Segundo o produtor Mohamed Hefzy, este novo trabalho poderá ser a hipótese que Amr Salama precisava para o reconhecimento internacional, visto que as suas obras anteriores são praticamente exclusivas aos circuito dos festivais de cinema e ao lançamento do seu país de origem (o qual são bastante populares). A obra será produzida pela Film's Clinic e as rodagens terão inicio previsto para o próximo ano.

 

Acompanha-nos no Facebook, aqui, e no Twitter, aqui.

 

tags:

publicado por Hugo Gomes às 19:09
link do post | comentar | partilhar

Selma-35-Tom-Wilkinson.jpg

Tom Wilkinson (Selma [ler crítica]) estará no elenco de The Titan, a primeira longa-metragem de Lennart Ruff, ao lado de Sam Worthington (Avatar [ler crítica]) e Ruth Wilson (The Lone Ranger [ler crítica]).

 

O enredo The Titan, baseado numa história original do argumentista Arash Amel (Grace of Monaco [ler crítica]),  centra num futuro não muito distante, onde uma família militar é transferida e integrada um programa de experiências genéticas e humanas nos confins espaciais. Segundo a descrição de Amel, o filme é, na sua essência, uma história de amor que envolve o auge da exploração espacial "um mundo de medo e admiração". Max Hurwitz (Hell On Wheels) também contribui no argumento e a jovem actriz Sofia Boutella (Kingsman: The Secret Service) também estará presente no elenco.

 

Contudo, o filme só começará a ser rodado em  Janeiro de 2018.

 

 

 Ver Também

Sam Worthington e Ruth Wilson em novo filme de ficção científica!

 

 

Acompanha-nos no Facebook, aqui, e no Twitter, aqui.


publicado por Hugo Gomes às 18:21
link do post | comentar | partilhar

28.10.15

2009_orphan_0131.jpg

Peter Sarsgaard (Black Mass, Night Moves [ler crítica]) vai ser Robert Kennedy no grande ecrã com o drama Jackie, que nos remeterá aos quatros dias de vida de Jacqueline Kennedy (interpretada por Natalie Portman) que seguirão depois do fatídico 22 de Novembro de 1965, dia em que o seu marido e presidente dos EUA, John F. Kennedy, é assassinado.

 

A obra será produzida por Darren Aronofsky (Noah [ler crítica], Black Swan) e terá Pablo Larraín (do oscarizado No) na direcção, naquele que será o seu primeiro filme falado em língua inglesa. Jackie tem estreia prevista para 2017.

 

Vale a pena salientar que Robert Kennedy conheceu um destino idêntico ao do seu irmão [JFK]. No dia 5 de Julho de 1968, ficou gravemente ferido em consequência de dois disparos na cabeça no Ambassador Hotel em Los Angeles, local onde comemorava o resultado das eleições dos Democratas.

 

Acompanha-nos no Facebook, aqui, e no Twitter, aqui.


publicado por Hugo Gomes às 22:18
link do post | comentar | partilhar

battleship_rihanna_1280x960.jpg

Rihanna regressará ao cinema com Valerian, um filme produzido e realizado por Luc Besson (Lucy [ler crítica]), que tem como base uma banda desenhada francesa com igual titulo criada por Jean-Claude Mezieres em 1967, integrado na revista Pilote. No elenco ainda estão incluídos Dane Dehaan (Life [ler crítica]),  Cara Delevigne (Paper Town) e Clive Owen (Shoot'em Up [ler crítica]).

 

O enredo de Valerian centra num agente policial do espaço-tempo e a sua companheira, ambos do ano 2770, que se perdem na nossa época, devido à manipulação de poderosos extraterrestres.

 

Recordamos que Rihanna havia estreado como actriz em Battleship: A Batalha Naval [ler crítica], de Peter Berg, ao lado de Taylor Kitsch e Liam Neeson.

 

As rodagens deverão arrancar em Dezembro.   

 

 

Acompanha-nos no Facebook, aqui, e no Twitter, aqui.

tags:

publicado por Hugo Gomes às 18:48
link do post | comentar | partilhar

27.10.15

Noomi-Rapace.jpg

Noomi Rapace (Millennium, Child 44) reúne com Christian Bale no elenco de Enzo Ferrari, o próximo filme de Michael Mann (BlackHat [ler crítica]), que centrará na vida do tão prestigiado fabricante da homónima marca de automóveis italianos. Rapace será Laura Dominica, a esposa de Ferrari.

 

O projecto, baseado no livro Enzo Ferrari: The Man, the Cars, the Races, encontra-se em desenvolvimento há vários anos, porém, as rodagens só deverão começar em 2016.  

 

 

Ver Também

Christian Bale como fundador da Ferrari?

 

Acompanha-nos no Facebook, aqui, e no Twitter, aqui.

tags:

publicado por Hugo Gomes às 21:24
link do post | comentar | partilhar

18508487_shLmz.jpeg

As Mil e uma Noites, de Miguel Gomes, conquista um prémio do primeiro lote de premiados dos European Film Awards. Prémio, esse, correspondente ao de Melhor Desenho de Som (Vasco Pimentel & Miguel Martins). Num comunicado enviado pela Academia de Cinema Europeu, o júri expressou esta distinção com as seguintes palavras: "o desenho sonoro de As Mil e Uma Noites é de uma forte identidade, combinando os estilos documentais e ficcionais. Cada sequência sonora desenvolve sob um ponto de vista original que interliga com a narrativa. O resultado são momentos de brilhante poesia, cheios de vida e de irreverência".

 

Quanto aos outros distinguidos; Goodnight Mommy (Ich Seh Ich Seh), de Severin Fiala e Veronika Franz, leva para "casa" o Prémio de Melhor Cinematografia (Martin Gschlacht); Body (Cialo), de Malgorzata Szumowska, conquista o Prémio de Montagem (Jacek Drosio); The Brand New Testament (Le Tout Nouveau Testament), de Jaco Van Dormael, recebe o de Design de Produção (Sylvie Olivé); The Lobster [ler crítica], de Yorgos Lanthimos, é distinguido com Melhor Guarda-Roupa (Sarah Blenkinsop); e The Duke of Burgundy, de Peter Strickland, com o de Melhor Composição Musical (a banda Cat's Eyes).

 

A cerimónia de entrega dos Prémios dos European Film Awards decorrerá no 12 de Dezembro, em Berlim.

 

 

Ver Também

Vejam os nomeados para o European Discovery Award!

 

 

Acompanha-nos no Facebook, aqui, e no Twitter, aqui.


publicado por Hugo Gomes às 14:18
link do post | comentar | partilhar

105306_D0053b2-495x329.jpg

Patricia Arquette (Boyhood [ler crítica]) vai integrar o elenco de High Life, o filme de ficção cientifica dirigido por Claire Denis (Trouble Every Day, 35 Shots of Rhum) que contará ainda com as participações de Robert Pattinson e Mia Goth (Nymphomaniac Vol 2 [ler crítica]).

 

O argumento deste High Life será da autoria da própria realizadora em colaboração com Zadie Smith e Nick Laird, o enredo seguirá um grupo de criminosos que se vêm envolvidos numa experiência espacial que visa a busca por fontes de energia alternativas. Porém, a nave em que seguiam é atingida por raios cósmicos.

 

Ainda sem data definida de estreia.

 

Acompanha-nos no Facebook, aqui, e no Twitter, aqui.

 


publicado por Hugo Gomes às 06:30
link do post | comentar | partilhar

26.10.15

Montanha.jpg

Foi revelado o trailer da primeira longa-metragem de João Salaviza (Arena, Rafa), A Montanha, que foi apresentado na última Semana da Crítica em Veneza e no Festival de San Sebastian, e que em Portugal chegará no próximo Lisbon & Estoril Film Festival (6 a 15 de Novembro), integrado na Competição.  

 

O filme, que conta com os desempenhos de David Mourato, Rodrigo Perdigão, Cheyenne Domingues e Maria João Pinho, é nos descrito como um coming-to-age. A intriga remete-nos a um jovem rapaz que em contacto com a morte iminente do seu avô, terá que obrigatoriamente crescer, assumindo o papel de homem de casa, um objectivo que teme profundamente.

 

Estreia comercial para dia 19 de Novembro, sob a distribuição da Midas Filmes.

 

 

Ver Também

Lisbon & Estoril Film Festival 2015: Wim Wenders é o convidado especial num festival cheio de surpresas!

Filme de João Salaviza com estreia na Semana da Crítica de Veneza!

 

 

Acompanha-nos no Facebook, aqui, e no Twitter, aqui.


publicado por Hugo Gomes às 19:21
link do post | comentar | partilhar

24.10.15

Sem Título.jpg

Colorir poesia!

 

Martin Verdet pactua com o poeta Franck Venaille para um exercício de criativa jubilante que em certo jeito funciona como um experimento de riqueza sensorial. O objectivo? Ilustrar os poemas do próprio Venaille, proclamados em conjunto com o realizador, ecoados num só quarto, o tubo de ensaio para o decifrar das emoções envolvidas nestas ditas palavras iluminadas.

 

Je me suis mis en marche 02, Franck Venaille.jpg

 

Um claro atento à genialidade dos seus “protagonistas”, Je me suis mis en Marche (I Hit the Road) é uma obra que reúne um surrealismo declarado e a metáfora envolvida nesses mesmos versos, um trabalho de execução, de improviso e de imaginação que poderá envergar de alguma forma no intelecto e no paladar literário do espectador, caso este esteja receptivo a induzir-se nessa cultura extensa, a viagem para os confins do ser imaginado e o do espaço físico. Porém, é nesse sentido que encontramos o grande defeito de I Hit The Road, não a sua limitação estética e cénica, que apenas evidencia a exposição dos seus autores em conduzir este ensaio verborreico, mas sim a sua atitude de cruzar a frio uma plataforma dotada de imagens e som [Cinema] com a complexidade emocional dos seus poemas, um híbrido que diversas vezes se estranha e que depois dessa emergente estranheza, é assaltada por uma sensação de jubilo masturbatório que nos faz questionar a essência da prolongação desse espectáculo.

 

CI_Je-me-suis-mis-en-marche.jpg

 

Tal como Alain Cavalier, Verdet demonstra as infinidade da narrativa no cinema documental e experimental, um conjunto de imagens e sons que nos transportam ao encontro da matrizes de todas as formas e plataformas. Contudo, essa dita contemplação ficaria bem mais servida como uma curta-metragem, e bem sabendo que I HIt the Road é em todo o caso uma longa de curta duração (70 min). Para ver, para sentir, mas nunca verdadeiramente para deslumbrar.

 

Filme visualizado no âmbito da 13ª edição do Doclisboa'15

 

Real.: Martin Verdet / Int.: Franck Venaille, Laurent Ziserman

 

147852-60a2605adb044039a5b27563a3613be3.jpeg

6/10

publicado por Hugo Gomes às 23:07
link do post | comentar | partilhar

upstream-nash-withers11.jpg

No âmbito das comemorações do Dia Mundial do Património Audiovisual, data consagrada pela UNESCO, a Cinemateca-Portuguesa Museu do Cinema irá projectar, pela primeira vez em Portugal, Upstream (conhecido no Reino Unido como Footlight Glamour), o redescoberto filme mudo da autoria de John Ford. Esta sessão especial que decorrerá no dia 27 de Outubro, na Sala M. Félix Ribeiro (pelas 21h30), terá como principal intuito de chamar a atenção do público para a importância do património cinematográfico e da sua salvaguarda. O filme será acompanhado ao piano por João Paulo Esteves da Silva.

 

Outrora considerado perdido, uma cópia em suporte de nitrato de celulose de Upstream (1927) foi redescoberto, em 2009, num armazém da Nova Zelândia por Brian Meacham, conservador do Academy Film Archive, após ter sido solicitado a identificar algumas reproduções originais de filmes americanos. Segundo a National Film Preservation Foundation, o filme que apresenta um triangulo amoroso (com os actores Nancy Nash, Earle Foxe e Grant Withers) sob uma ambiência aos palcos teatrais nova-iorquinos, clarifica as influências do cinema de Murnau em Ford, tornando-se assim numa peça fundamental ao conhecimento do trabalho deste importante autor norte-americano.

 

Para mais informação sobre o filme e a respectiva sessão, ver aqui.

 

 

Acompanha-nos no Facebook, aqui, e no Twitter, aqui.


publicado por Hugo Gomes às 17:08
link do post | comentar | partilhar

23.10.15

image_340.jpeg

Foi revelado o primeiro trailer de John From, a segunda longa-metragem do português João Nicolau (A Espada e a Rosa), que tem estreia mundial no Brasil, mais precisamente na Competição Novos Directores da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, um evento que arrancou no dia 22 de Outubro e que prolongará até 4 de Novembro.

 

Produzido pelo O Som e a Fúria, John From seguirá Rita (Júlia Palha), uma adolescente que guarda uma paixoneta por um novo vizinho. Tal amor estival conduzirá todo uma comunidade a um novo ecossistema, aludido a uma ilha do Pacífico Sul. Segundo o realizador: "Assumidamente pudico e lúdico, este filme procura auscultar a lógica e as metamorfoses da paixão juvenil." Clara Riedenstein, Filipe Vargas, Leonor Silveira e Adriano Luz completam o elenco.

 

Depois da cidade de São Paulo, John From continuará a sua digressão ao Cinemed, Festival Internacional de Cinema de Montpellier (24 a 31 de Outubro) e no Festival de Cinema de Sevilha (6 a 14 de Novembro).  Em Portugal contará com uma antestreia prevista para o dia 11 de Dezembro na Cinemateca-Portuguesa Museu do Cinema, porém, a estreia comercial está confirmada apenas para 2016.

 

 

Acompanha-nos no Facebook, aqui, e no Twitter, aqui.


publicado por Hugo Gomes às 19:04
link do post | comentar | partilhar

sobre mim
pesquisar
 
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


recentemente

Divulgado júri completo d...

Guardians of the Galaxy V...

Clint Eastwood terá mais ...

La Chiesa (1989)

Captain Marvel já tem rea...

Trailer: Kypton, a preque...

Primeiro teaser trailer d...

Fiore vence 10ª edição da...

The Fate of the Furious (...

Josh Brolin será Cable em...

últ. comentários
Este filme promete. Já é uma pena que se façam seq...
A década de 90 foi uma das melhores, mas especific...
Juntamente com Terminator 2 e com The Matrix, Jura...
Junto com o filme de Coppola, sem dúvida um dos me...
Talvez não seja o meu filme favorito do David Finc...
Takes
10/10 - Magnífico
9/10 - Imprescindível
8/10 - Bom
7/10 - Interessante
6/10 - Razoável
5/10 - Medíocre
4/10 - Muito Fraco
3/10 - Mau
2/10 - Péssimo
1/10 - De Fugir
0/10 - Nulidade
stats counter
HTML Hit Counter
counter
links
mais comentados
25 comentários
20 comentários
13 comentários
12511335_1084470088250815_732384524_o
subscrever feeds
blogs SAPO