3.3.14

 

 

Acompanha-nos no Facebook, aqui

 

tags:

publicado por Hugo Gomes às 21:12
link do post | comentar | partilhar

 

Fãs de Don Corleone, "Cosa Nostra" ou do universo de Scorsese? Bem, então não podem perder Guia Definitiva de la Máfia, a ser exibido hoje (3 de Março) no canal História, pelas 22 horas. Um guia com tudo o que é essencial sobre o mundo do crime organizado, os seus rituais, hierarquias, actos e outras curiosidades que nunca esperou saber. Um especial de duas horas imperdível nesta véspera de Carnaval

 


publicado por Hugo Gomes às 12:36
link do post | comentar | partilhar

 

Já se encontra disponível em DVD o filme Até Ver a Luz, a primeira longa-metragem de Basil da Cunha. Totalmente filmado e decorrido no bairro da Reboleira, esta produção suíça mas de "sangue muito português" revela-nos uma história intimista sobre um ser alienado em busca da luz da redenção num ambiente reinado pela violência. Sensível e cinematograficamente sapiente, Até Ver a Luz é uma das reveladoras estreias de 2013. O DVD é lançado pela editora / distribuidora O Som e a Fúria e tem como extras a curta-metragem Nuvem, também da autoria de Basil da Cunha. Imperdível!

 

 

Ver Também

Até Ver a Luz (2013)

 


publicado por Hugo Gomes às 12:27
link do post | comentar | partilhar

 

12 Years a Slave de Steve McQueen foi o Vencedor do Óscar de Melhor Filme, mas foi Gravity de Alfonso Cuarón que arrecadou mais prémio, num total de 7 de estatuetas, incluindo a de Melhor Realizador. Matthew McConaughey é o novo responsável pela maldição de Leonardo DiCaprio, o actor de The Wolf of Wall Street não recebeu o Óscar de Melhor Actor deste ano. Cate Blanchett foi sem surpresas a vencedora de Melhor Actriz e Lupita Nyong'o vence contra Jennifer Lawrence na corrida ao estatuto de Melhor Actriz Secundária. Por fim Jared Leto, também sem surpresas, recebe o prémio de Melhor Actor Secundário. A lista completa pode ser vista abaixo.

 

Melhor Filme

12 Years a Slave

 

Melhor Realizador

Alfonso Cuarón, Gravity

 

Melhor Actor

Matthew McConaughey, Dallas Buyers Club

 

Melhor Actriz

Cate Blanchett, Blue Jasmine

 

Melhor Actor Secundário

Jared Leto, Dallas Buyers Club

 

Melhor Actriz Secundária

Lupita Nyong'o, 12 Years a Slave

 

Melhor Argumento Original

Spike Jonze, Her

 

Melhor Argumento Adaptado

John Ridley, 12 Years a Slave

 

Melhor Filme de Animação

Frozen

 

Melhor Filme Estrangeiro

La Grande Bellezza

 

Melhor Documentário Longa-Metragem

20 Feet from Stardom

 

Melhor Documentário Curta-Metragem

The Lady in Number 6

 

Melhor Curta-Metragem de Ficção

Helium

 

Melhor Curta-Metragem de Animação

Mr. Hublot

 

 

Melhor Fotografia

Gravity

 

Melhor Montagem

Gravity

 

Melhor Música Original

Gravity

 

Melhor Canção

"Let it Go", Frozen

 

Melhor Som

Gravity

 

Efeitos Sonoros

Gravity

 

Melhor Efeitos Visuais

Gravity

 

Melhor Design de Produção

The Great Gatsby

 

Melhor Guarda-Roupa

The Great Gatsby

 

Melhor Caracterização

Dallas Buyers Club

 

 

Ver Também

12 Years a Slave (2013)

Blue Jasmine (2013)

Dallas Buyers Club (2013)

Frozen (2013)

Gravity (2013)

Her (2013)

La Grande Bellezza (2013)

The Great Gatsby (2013)


publicado por Hugo Gomes às 10:28
link do post | comentar | partilhar

2.3.14

 

 

Hoje preparem-se para uma noite glamurosa e cheio de charme com a entrega anual dos Óscares da Academia. Ainda não é tarde para fazer apostas!

 

Gravity é a aposta para Melhor Filme deste estaminé.

 

 


publicado por Hugo Gomes às 22:58
link do post | comentar | partilhar

Sobreviver à Assombração!

 

Como muitos dos filmes de Vincenzo Natali, o espectador cai de "pára-quedas" numa distopia que o encorajará a procurar pistas para interpretar o enredo, isso ou cair no puro desconhecido. Como sucedera a Cube ou Nothing, o cinema de Natali é marcado pelo seus exercícios de estilos e pelos puzzles narrativos que incute durante a demonstração do fascínio pela fantasia, quer ela cientifica ou como no caso de Haunter, sobrenatural.

 

 

Protagonizado por Abigail Breslin, que para quem não se recorda foi a revelação infantil de 2006 que contou com a nomeação ao Óscar de Melhor Actriz Secundária pelo seu desempenho em Little Miss Sunshine de Jonathan Dayton e Valerie Faris, Haunter é um thriller o qual o espectador nota uma dificuldade inicial em interagir com a intriga, composta por um interminável loop onde informações e explicações são descartadas na sua pseudo-introdução. Por outras palavras, as audiências são obrigadas a esforçar em acompanhar o filme nos primeiros minutos de duração, isso ou "manda-lo para as urtigas". Sendo que a última opção até poderia ser a mais correcta, visto que Haunter tenta durante o seu percurso (tendo como "brinde" um susto ali e acolá) desvendar o enredo por vias de uma sucessão diversificada de twists enfadonhos e incomodativos para com o próprio raciocínio do espetador.

 

 

Com esta história de limbos, assombrações, possessões e telepatia espiritual, Vincenzo Natali evidencia sobretudo uma incapacidade de trabalhar com tal "salada russa", a pretensão da astúcia converte Haunter num filme desonesto e o pior de tudo é que tende em cair no ridículo gradualmente, principalmente para aqueles que se esforçaram em juntar as peças pelo caminho. Felizmente os atores não defraudam, aguentando a "borrada" e a paciência do espectador que é posta à prova aqui (se aguenta ou não, esse é o teste).

 

Filme visualizado no Fantasporto: Festival de Cinema Internacional do Porto 2014.

 

Real.: Vincenzo Natali / Int.: Abigail Breslin, Stephen McHattie, Peter Outerbridge

 

 

4/10

publicado por Hugo Gomes às 22:43
link do post | comentar | partilhar

 

Morreu aos 91 anos, o realizador Alain Resnais, uma das personalidades importantes da chamada Nouvelle Vague, apesar do próprio nunca se encarar integrado em tal manifestação artística.) Nascido em 1922  em  Vannes, França, Resnais ambicionava inicialmente ser um actor, juntou-se ao  IDHEC (L'Institut des hautes études cinématographiques) com o intuito de formar-se como editor de maneira a consolidar com o tal desejo, segundo este, para estar próximo do mundo dos actores. Porém acabou por abandonar o curso, sem termina-lo e dirigiu-se para uma jornada de séries de documentários acerca da pintura e dos respectivos artistas, em 1951 concretizou o segmento Goya do documentário Pictura, ao lado dos cineastas Erinco Gras e Marc Sorkin. A sua primeira longa-metragem de ficção foi Hiroshima, Mon Amour, com argumento de Marguerite Duras, um retrato aos danos colaterais do passado com a cidade Hiroshima a renascer das cinzas como pano de fundo. Inicialmente concebido como um documentário, a fita protagonizada por Emmanuelle Riva, foi aplaudida no Festival de Cannes e nomeada a um Óscar da Academia (Melhor Argumento Original). Mas em 1961 vence o cobiçado Leão de Ouro do Festival de Veneza por L'Année dernière à Marienbad (também nomeado ao Óscar de Melhor Argumento). Depois seguiram-se outras obras intemporais como La Guerre est Finie (1966), Mon oncle d'Amérique (1980),On Connaît la Chanson (1997) e Coeurs (2006). O seu último filme é o ainda inédito em Portugal, Aimer, Boire et Chanter, apresentado na última edição do Festival de Cinema Internacional de Berlim.

 

Alain Resnais (1922 - 2014)

 

 

tags:

publicado por Hugo Gomes às 22:30
link do post | comentar | partilhar

1.3.14

 

M. Night Shyamalan, depois dos semi-fracassos financeiros e da repudia da crítica e público em geral em The Last Airbender e After Earth, aposta num filme de baixo orçamento, Sundowning, onde apresentará uma equipa reduzida  com pouco menos de 10 elementos. Tal revelação foi anunciado pelo próprio via Twitter, que adianta ainda que as rodagens já decorrem em Filadélfia, EUA, e que conta com Bruce Willis e Denzel Washington (porém sem confirmação).  

 

 

tags:

publicado por Hugo Gomes às 11:42
link do post | comentar | partilhar

 

A competidora de MMA (Mixed Martial Arts) e agora actriz de cinema, Gina Carano (Haywire, Fast 6), será a protagonista do novo filme de John Stockwell (Into the Blue), In the Blood. Carano desempenhará Ava, uma mulher pronta e capaz que decide perseguir homem que julga ser o responsável pelo desaparecimento do seu marido durante as suas férias nas Caraíbas (pelos vistos os trópicos é imagem de marca da carreira de Stockwell). Com estreia prevista para 4 de Abril nos EUA, In the Blood conta ainda com as participações de Cam Gigandet (Twilight), Luíz Guzman (Yes, Man), Danny Trejo (Machete) e Stephen Lang (Avatar).  

 


publicado por Hugo Gomes às 11:40
link do post | comentar | partilhar

 

A comédia Les Garçons Et Guillaume, À Table!, dirigida, escrita e protagonizada por Guillaume Gallienne, foi o grande vencedor dos Prémios Césares (os chamados "Óscares franceses"), tendo arrecadado 4 prémios, incluindo o de Melhor Filme, Melhor Actor Principal e o de Primeiro Filme (categoria o qual estava nomeada A Gaiola Dourada). Sandrine Kiberlain vence o prémio de Melhor Actriz Principal pelo seu desempenho em 9 Mois Ferme de Albert Dupontel, Adèle Exarchopoulos como Revelação em L'Vie D'Adèle de Abdellatif Kechiche e Roman Polanski sai consagrado como Melhor Realizador, pelo seu trabalho em La Venus à la Fourrure. Destaque também The Broken Circle Breakdown de Felix Van Groeningen (estreou esta semana nas nossas salas de cinema) que triunfou como Melhor Filme de Língua Estrangeira (não francesa), deixou de lado uma concorrência constituída por Django Unchained de Quentin Tarantino e La Grande Bellezza de Paolo Sorrentino.

 

 

 

Melhor Filme

Les Garçons et Guillaume, à Table!

 

Melhor Actor

Guillaume Gallienne, Les Garçons et Guillaume, à Table!


Melhor Actriz

Sandrine Kiberlain, 9 Mois Ferme


Melhor Actor Secundário

Niels Arestrup, Quai d'Orsay


Melhor Actriz Secundária

Adèle Haenel, Suzanne


Melhor Actor Revelação

Pierre Deladonchamps, L'Inconnu du Lac


Melhor Actriz Revelação

Adèle Exarchopoulos, La Vie d'Adèle

 

Melhor Realizador

Roman Polanski, La Vénus à la Fourrure

 

Melhor Argumento Original

Albert Dupontel, 9 Mois Ferme


Argumento Adaptado

Guillaume Gallienne, Les Garçons et Guillauma, à Table!


Melhor Primeiro Filme

Les Garçons et Guillaume, à Table!

 
Melhor Filme de Animação

Loulou l’Incroyable Secret


Melhor Documentário

Sur le Chemin de l'École

 

Melhor Filme de Lingua Estrangeira

The Broken Circle Breakdown de Félix van Groeningen

 

Melhor Curta-Metragem

Avant que de Tout Perdre


Melhor Fotografia

Thomas Hardmeier, L’Extravagant Voyage du Jeune et Prodigieux T.S. Spivet


Melhor Música

Martin Wheeler, Michael Kohlhaas


Melhor Som

Jean-Pierre Duret, Jean Mallet e Mélissa Petitjean, Michael Kohlhaas


Melhor Montagem

Valérie Deseine, Les Garçons et Guillauma, à Table!


Melhor Guarda-Roupa

Pascaline Chavanne, Renoir


Melhor Direcção Artística

Stéphane Rozenbaum, L'Écume des Jours


César d'Honneur

Scarlett Johansson

 


publicado por Hugo Gomes às 01:05
link do post | comentar | partilhar

 

Por enquanto ainda é um rumor, mas fala-se por aí numa eventual nova trilogia de Matrix. Segundo o site Latino Reviews, a Warner Bros. estaria interessado em ressuscitar  o franchising com um conjunto de três filmes que abordavam acontecimentos ocorridos antes da trilogia original.

 

Rumor ou não, quanto é o vosso interesse em reentrar em Matrix?

 

Siga-nos no Facebook, aqui

 


publicado por Hugo Gomes às 00:41
link do post | comentar | partilhar

sobre mim
pesquisar
 
arquivos
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


recentemente

Clive Owen junta-se a Wil...

Leonardo DiCaprio protago...

John Wick será série de t...

Quote #09: Body Snatchers...

Jeanne! será o próximo fi...

Pop Aye (2017)

Quote #8: All Abou Eve (J...

Pinhead de regresso! Divu...

Primeiro vislumbre de Joh...

QUOTE #7: Pauline Keal

últ. comentários
Este gênero nunca foi um dos meus preferidos, póre...
Concordo, "Índice Médio de Felicidade" e "Malapata...
O "São Jorge" é até agora o meu preferido, mantend...
Vi hoje, Robert Pattinson no seu melhor! Que venha...
Uma das maiores surpresas do ano, mesmo sendo do W...
Takes
10/10 - Magnífico
9/10 - Imprescindível
8/10 - Bom
7/10 - Interessante
6/10 - Razoável
5/10 - Medíocre
4/10 - Muito Fraco
3/10 - Mau
2/10 - Péssimo
1/10 - De Fugir
0/10 - Nulidade
stats counter
HTML Hit Counter
counter
links
mais comentados
25 comentários
20 comentários
13 comentários
12511335_1084470088250815_732384524_o
subscrever feeds
blogs SAPO