30.11.07

Com a estreia de Hitman – Agente 47 e com War – Guerra em cartaz, relembremos outros assassinos profissionais, contratados para fazer o trabalho sujo de uma forma limpa e charmosa. Eis alguns exemplos:

Beatrix Kiddo aka The Bride (Uma Thurman) - Kill Bill Vol 1 &2

Vincent (Tom Cruise) - Collateral

Boba Fett (Jeremy Bulloch) - Star Wars

Bullseye (Colin Farrell) - Daredevil

Leon (Jean Reno) - Leon

Julian Noble (Pierce Brosnan) - Matador

Professor (Clive Owen) - The Bourne Identity

Casal Smith (Brad Pitt e Angelina Jolie) - Mr And Mrs Smith


publicado por Hugo Gomes às 23:09
link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar

 

Woody Allen desiste de realizar em Espanha, muito devido às acusações do Partido Popular e de alguns cineastas nacionais que protestaram sobre o financiamento de 10% que o projecto de Allen receberia de Barcelona. Intransigente da pressão causada, o realizador de Match Point decide realizar os seus dois projectos que agendados em Espanha, para São Francisco.

Fonte – Expatica.com

 

tags:

publicado por Hugo Gomes às 23:06
link do post | comentar | partilhar

 

Bem e deixo por terminado as três principais personagens de Hellboy 2 : The Golden Army. Lembrem-se, é já para o ano.

tags:

publicado por Hugo Gomes às 22:23
link do post | comentar | partilhar

 

Para alimentar as esperanças aos fãs sedentos de sangue e de Saw, ainda não estreou cá em Portugal o quarto capitulo e já se fala em alguns pormenores do quinto do outro lado do oceano. Saw V e VI irão continuar a responder a varias perguntas do estilo de vida de Jigsaw e melhor, segundo Tobin Bell, irá explicar porquê o aparecimento de Billy, o fantoche de triciclo. É esperar para ver os desenvolvimentos deste fenómeno comercial conhecido como Saw.

Fonte – Worst Previews

 

tags:

publicado por Hugo Gomes às 20:08
link do post | comentar | partilhar

 

Eis o segundo poster de Hellboy 2 – The Golden Army, depois da personagem de Selma Blair e agora Abes Sapiens (Doug Jones – Surfista Prateado), só nos resta esperar pelo teaser poster da personagem de Hellboy (Ron Perlman).

tags:

publicado por Hugo Gomes às 19:58
link do post | comentar | partilhar

30.11.07

 

Um assassino "contratado" num filme a "saldos"!

 

Um videojogo tão táctico que puxa pela "cabeça" que é Hitman, converte-se num protótipo de cinema de acção estilizado mas banalizado. O que vemos aqui é simplesmente um conjunto de formulas prescritas que funcionam em prol dos lugares-comuns já anteriormente estabelecidos pelo género; um protagonista omnipresente e demasiado "perfeito" para demonstrar qualquer indicio de fragilidade humana, um complemento romântico que não é mais do que uma "donzela em apuros" e os russos, que novamente contra-atacam no grande ecrã.

 

transferir (2).jpg

 

O pior é que não encontramos aqui nem uma gota de essência dos anos 80, nem nada que valha a pena aludir a nostalgia, somente cinema sob o rating R, ou seja alguma violência disfarçada, mas conduzido por uma linguagem demasiado inconsequente e de certa forma, fiel ao material que adapta, contraindo as estruturas orgânicas do videojogo. Timothy Olyphant veste a pela do assassino destacado, de habilidades sobre-humanas e de um intelecto digno dos heróis de acção actuais (é reconhecível encontrar alguns tiques de Jason Bourne ou do recente James Bond). O actor que fora visto recentemente como o vilão de John McClane (Bruce Willis) no quarto Die Hard, consegue de certa maneira compensar o "desfalque" que os fãs do videojogo levaram, visto que pediam um Vin Diesel ou um Jason Statham para igual papel.

 

transferir.jpg

 

Mas Hitman apenas parece fazer sentido com a inserção de Olga Kurylenko, que "empesta" toda a narrativa com a sua vistosa sensualidade, contudo, e visto o filme de Xavier Gens não possuir mais pretensões do que a pura ejaculação precoce, a sua personagem é igual a tantas outras aqui representadas, vazia e "acorrentada" aos seus próprios estereótipos. Mas uma coisa é certa, Hitman como uma adaptação de um videojogo é considerado, segundo pelos testes dos "moviegoers", como uma das melhores, todavia, como cinema de acção, é um arrastado déja vu, imposto por um nível nulo de arte.

 

Real.: Xavier Gens / Int.: Timothy Olyphant, Dougray Scott, Olga Kurylenko, Robert Knepper, Ulrich Thomsen, Michael Offein

 

transferir (1).jpg

 

4/10
tags: ,

publicado por Hugo Gomes às 18:16
link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar

29.11.07
tags:

publicado por Hugo Gomes às 23:43
link do post | comentar | partilhar

 

Pouco se veio a esclarecer, apenas o que se previa, Selma Blair permanecerá na produção como o grande amor de Hellboy.

tags:

publicado por Hugo Gomes às 23:38
link do post | comentar | partilhar

 

Maggie Q e Liev Schreiber irão participar no spin off, X-Men Origins – Wolverine, que tal o nome indica retratará a mutação de Wolverine, o mutante mais carismático de X-Men. Quantos aos papéis, Maggie Q (Die Hard 4.0) irá reavivar o antigo amor de Logan (Wolverine) e quanto a Schreiber irá interpretar o vilão Striker, o responsável para mutação do mesmo. O filme “X-Men Origins – Wolverine” já está a ser rodado na Austrália e tem data de estreia marcada a 1 de Maio de 2009.

tags:

publicado por Hugo Gomes às 23:36
link do post | comentar | partilhar

 

Na campanha publicitária do esperado I Am The Legend (Eu Sou A Lenda) com Will Smith, vários banners do filme onde se exibe cidades modernas á beira da ruína, uma delas é Lisboa, o que neste tipo de campanha é raro a nossa cidade surgir. Eis outras:

Hong Kong

Osaka

Paris

Para ver mais cliquem aqui.


publicado por Hugo Gomes às 23:22
link do post | comentar | partilhar

 

Depois de varias fotos pouco detalhadas e rumores que vaguearem envolto da mítica figura de Joker, Heath Ledger no papel no esperado Dark Knight (a sequela de Batman Begins), eis finalmente a imagem conclusiva que além de tudo serviu de capa para a revista norte-americana Empires.

Cliquem aqui, para poderem entrar no site e usufruir de vários “featurettes”.

 

tags:

publicado por Hugo Gomes às 23:13
link do post | comentar | partilhar

28.11.07

 

Esta semana é marcada pela variedade de géneros que estreiam nas nossas salas, para começar devo realçar o filme de família que anda a encantar esse mundo fora, Um Historia De Encantar marca os referenciados clássicos na Disney num filme de fantasia e comédia que com certeza a melhor indicação de um serão em família. Quanto ao elenco pode garantir boa forma com Amy Adams (Estranhas Ligações 2, Corridas Loucas de Ricky Bobby), James Marsden (X-Men), Patrick Dempsey (Gritos 3, Clube Do Imperador) e duas actrizes de pesos-pesados, Susan Sarandon (Thelma & Louise, Romance E Cigarros) e a sempre carismática Julie Andrews (Musica No Coração, Mary Poppins). Se o seu forte não é contos de fadas, mas sim adrenalina, tiros e emoções fortes, eis a esperada adaptação do popular videojogo Hitman, em Hitman – Agente 47. Tymothy Oliphant encarna o mortífero atirador conhecido por 47, num papel já oferecido para Vin Diesel e até mesmo Jason Statham, veremos como o cibernético vilão Die Hard 4.0 se comporta.

Enquanto isso, sempre recomendo um filme de David Croneberg, Eastern Promises, que irá estrear em Portugal com o título Promessas Perigosas, é um thriller perturbante que segundo as “más-línguas” está ao mesmo nível de Uma Historia De Violência. Viggo Mortensen (Hidalgo, O Senhor Dos Aneis), Naomi Watts (Mulholand Drive, King Kong) e Vincent Cassel (Ocean’s Thirteen) preenchem o espaço de nome elenco.

Caso que prefira o cinema mais discreto, então aí as preferências discai em entre Paranoid Park de Gus Van Sant, o mesmo realizador do tão amado Bom Rebelde e do remake de Psycho, e por fim Conversas Com O Meu Jardineiro com Daniel Auteuil (Cache – Nada A Esconder) que está entre os melhores actores “gauleses”.

Conforme seja a sua escolha, Bons Filmes

 


publicado por Hugo Gomes às 18:40
link do post | comentar | partilhar

 

John Cusack está em negociações com a Weinstein Co. para poder integrar no elenco de Shangai, o que será o novo projecto de Mikael Hafstrom, que o qual trabalhou com Cusack no recente 1408. Shangai contará a história de um americano que após saber que o seu amigo foi morto em Xangai, ocupada pelos japoneses 4 meses antes do ataque a Pearl Harbor, vai investigar o seu caso. A participação de Gong Li na película é definitiva.

Fonte da notícia - Variety

 

tags:

publicado por Hugo Gomes às 18:39
link do post | comentar | partilhar

 

Pois bem o vencedor do poll do blog “O melhor blockbuster de verão” foi … Ratatouille, a deliciosa animação da Pixar, conseguiu angariar 8 votos. Em segundo, Death Proof, a sensação de Tarantino conseguiu 6 votos, Transformers em terceiro com 5 votos e em quarto, Bruce Willis a provar que não está velho para aquelas andanças, com Die Hard 4.0 que conseguiu 4 votos. Menos feliz esteve Evan, Todo O Poderoso, que não teve nenhum apoiante.

Deixo-vos agora um confronto decisivo entre Planet Terror de Robert Rodriguez e Death Proof de Quentin Tarantino, à mercê do título Grindhouse.

tags:

publicado por Hugo Gomes às 18:34
link do post | comentar | partilhar

27.11.07

Já que prostituição e corrupção são cada vez temas mais em moda no cinema português, António Pedro Vasconcelos irá um novo filme tendo como base uma “menina domiciliária” que envolve-se em jogos muito perigosos. No trailer pouco se sabe, mas podemos contar com Soraia Chaves no principal papel num registo em que segundo o trailer poderemos contar pelos dedos as vezes em que Chaves surge com os seios tapados. Em publicidade, Vasconcelos não é nada parvo. O filme chama-se Call Girl e tem estreia marcada para 27 de Dezembro.

tags:

publicado por Hugo Gomes às 14:57
link do post | comentar | partilhar

 

O thriller francês Dédales (2003) contará com um remake americano. A versão americana contará com Hilary Swank como protagonista e contará a história de uma mulher com múltiplas identidades, que é a única pessoa que pode revelar a identidade de um serial-killer. Interessante? O filme tem estreia marcada para 2008 e será denominado por Labyrinth, não confundir com o filme de fantasia de 1986.

tags:

publicado por Hugo Gomes às 14:55
link do post | comentar | partilhar

Corrompendo o cinema português!

 

Livremente inspirado no livro semi-autobiográfico de Carolina Salgado, que manteve uma relação com Pinto de Costa, dirigente do Futebol Clube do Porto, o filme tem como foco central uma rede de corrupção e abuso de poder no seio futebolístico. Sabendo que os factos representados correspondem ou não com a realidade das mesmas são fruto das ideologias e "cores clubistas" de cada um, poderíamos entender Corrupção como uma metragem de denúncia? Poderíamos, mas a ideia dos produtores, neste caso produtor (Alexandre Valente), era o de utilizar a polémica actual como "dinheiro fácil".

 

1929388_sja3W.jpg

 

O resultado é uma entrega de sugestões que o próprio espectador (tem é que ser português) identifica com a menor das dúvidas. Uma "brincadeira de criança" que se assume parte de um jogo de adultos, um "faz-de-conta" que motivou a saída do realizador João Botelho ao projecto. Eis um filme "órfão", um filho maldito que ninguém ousa pegar. Mas o mal está feito, o sucesso também ele é garantido e o resultado é sim, desastroso.

 

1929390_rA2SP.jpg

 

Tudo aqui é demonstrado sem o mínimo de rigor, sem o pingo de credibilidade nem afluência com a própria linguagem cinematográfica, Corrupção é simplesmente um filme que nos faz temer pelo que realmente se passa nos bastidores do cinema português, descrevendo a produtora Utopia Filmes como um futuro cancro do panorama cinematográfico depois de crimes como aqueles cometidos em O Crime do Padre Amaro. O dedo de Botelho é evidente, marca que impede que a obra evite os lugares-comuns televisivos e os respectivos tiques, mas a mão de Alexandre Valente é desleixada, a edição, segundo o realizador, foi adulterada, e a verdade é tal calúnia nota-se através da inconsistência entre cenas.

 

1929389_FgPvv.jpg

 

Infelizmente até o "realizador foragido" tem culpas no cartório, a direcção de actores é vergonhosa e as personagens, meras caricaturas estandardizadas, esquemáticas e fragmentadas por consequência de um conflito artístico que fez "correr mais tinta" nas manchetes que a polémica que o filme aborda. Numa só palavra: estopada!   

 

Real.: João Botelho / Int.: Nicolau Breyner, Margarida Vila-Nova, António Cerdeira, Alexandra Lencastre, Ruy de Carvalho, Virgílio Castelo, Rita Blanco

 

1929387_5YT1O.jpg

2/10

publicado por Hugo Gomes às 14:47
link do post | comentar | ver comentários (2) | partilhar

 

 

 


publicado por Hugo Gomes às 13:59
link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar

 

Real.: James Wan

Int.: Ryan Kwanten, Amber Valletta, Donnie Wahlberg

 

Ravens Fiar, uma pequena cidade amaldiçoada por uma assombração de uma velha ventríloqua, Mary Shaw, morta devido a uma acusação de homicídio. Esta não possuía filhos, apenas 101 bonecos e para a pacata cidade, esses mesmos representam um presságio de morte. Jamie Ashen (Ryan Kwanten) regressa a sua cidade natal (Ravens Fiar), após a misteriosa morte da sua mulher, o qual acredita estar envolvida com a lenda de Mary Shaws.

James Wan, é conhecido internacionalmente por ter trazido até nós, o fenómeno comercial que é Saw, que em 2004 com colaboração com o argumentista Leigh Whannell lançaram um discreto filme (Saw) que originou três sequelas num espaço de três anos, cada um afirmando um orçamentos chorudos e sucesso comercial tremendo. Agora a mesma dupla se reúne e traz para o grande ecrã, aquilo que eles próprios consideram um filme de assombrações á moda antiga. O que bem longe estão dessa afirmação, Dead Silence – Silencio Mortal é um filme de terror puramente comercial com toques estruturais de um cinema de horror asiático, o qual a influência de um realizador de origem malaia se exibe.

Sem fazer de Dead Silence um filme exclusivamente mau, aliás possui algumas qualidades do género, como por exemplo um esforço justificável do realizador e argumentista em construir uma história no mínimo assustadora, criativa e sólida, trazendo até nós alguns momentos altos. Mas verdade seja dita, de boas intenções o inferno está cheio, e as falhas mais graves são com certeza; carência de rigor numa história convincente que peca num ritmo que cansa precocemente e na falta de competência em termos de protagonista.

A narrativa é idêntica a filmes já vistos e revistos, nomeadamente The Ring, o qual em termos de história é quase semelhante, como também no conceito da maldição, quanto á produção esta deve-se muito á obra anterior de Wan, o famoso Saw. A juntar temos um twist final, previsível que segue também a mesma base do filme referido, com direito a flashbacks e tudo. Falta mais qualquer coisa além de ambição de um jovem realizador.

5/10
tags: ,

publicado por Hugo Gomes às 13:54
link do post | comentar | partilhar

23.11.07

 

Morreu Fernan-Gomez, actor e escritor espanhol, “recordista” dos Goya (uma espécie de Óscares á espanhola), o qual acumulou 7 prémios. O autor contava com um filmografia impressionante que continha títulos como Voz (2000), interpretou o pai da Rosa (Penélope Cruz) no aclamado filme de Pedro Almodôvar em Todo Sobre Mi Madre (1999) e El Inquilino (1957). Ainda como realizador, trabalhos interessantes como Lazaro De Tormes (2001), Pesadilla Para Un Rico (1996) e A Porta Do Sol (1998). Em pós-produção está Fuera De Carta, o qual será a sua última aparição no grande ecrã. Fernan – Gomez morreu na passada Quarta-Feira (dia 14) no Hospital de la Paz, Madrid, aos 86 anos, com esta perda, o cinema ficou ainda mais pobre.

Fernando Fernan- Gomez (1927 – 2007)

 

tags:

publicado por Hugo Gomes às 16:34
link do post | comentar | partilhar

sobre mim
pesquisar
 
arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


recentemente

Divulgado júri completo d...

Guardians of the Galaxy V...

Clint Eastwood terá mais ...

La Chiesa (1989)

Captain Marvel já tem rea...

Trailer: Kypton, a preque...

Primeiro teaser trailer d...

Fiore vence 10ª edição da...

The Fate of the Furious (...

Josh Brolin será Cable em...

últ. comentários
Este filme promete. Já é uma pena que se façam seq...
A década de 90 foi uma das melhores, mas especific...
Juntamente com Terminator 2 e com The Matrix, Jura...
Junto com o filme de Coppola, sem dúvida um dos me...
Talvez não seja o meu filme favorito do David Finc...
Takes
10/10 - Magnífico
9/10 - Imprescindível
8/10 - Bom
7/10 - Interessante
6/10 - Razoável
5/10 - Medíocre
4/10 - Muito Fraco
3/10 - Mau
2/10 - Péssimo
1/10 - De Fugir
0/10 - Nulidade
stats counter
HTML Hit Counter
counter
links
mais comentados
25 comentários
20 comentários
13 comentários
12511335_1084470088250815_732384524_o
subscrever feeds
blogs SAPO