Data
Título
Take
2.8.07

 

Real.: Alex Proyas

Int.: Will Smith, Bridget Moynahan, Bruce Greenwood

 

 

Em 2035, os humanos irão tornar cada vez mais dependentes de máquinas, uma delas são os robots que assemelham-se a escravos, sendo polivalentes e incapazes de negar ou questionar. Cada um desses robots é programado por três regras básicas e bastante importantes que asseguram a segurança do robot e do seu possuidor. A intriga começa quando um criador dessas máquinas pertencente da US Robotics, empresa criadora do modelo mais vendido, aparece morto, á primeira vista trata-se apenas de um vulgar suicídio, mas o detective Spooner (Will Smith), que sofre de “robô-fobia”, suspeita que este caso não seja de suicídio mas sim homicídio, sendo o principal suspeito um robot. Teoria absurda para o departamento de Policia, mas aos poucos as suspeitas de Spooner começam ganhar dimensão.

O Verão está começar e com ele chegam os mais esperados filmes do ano, os ditos “blockbusters”, Eu, Robot não era o mais esperado, porque rivais não faltam; O Homem Aranha 2, Harry Potter – O Prisioneiro De Azkaban e até mesmo o bem sucedido O Dia Depois De Amanhã, mas Alex Proyas volta a surpreender pela positiva tornando Eu, Robot juntamente com a sequela do “aranhiço”, o melhor ”blockbusters” do ano 2004 e um dos melhores de todos os tempos.

Alex Proyas tem no seu currículo o místico O Corvo, que apesar de ser considerado por muitos uma das melhores adaptações de BD, a verdade seja dita, é um filme que sobrevive pela trágica história em volta, e o culto Dark City – Cidade Misteriosa que aborda o vazio humano em forma de filme de ficção científica. A única diferença na qualidade de Eu, Robot entre Dark City é apenas o seu estatuto de “blockbuster” e de filme-entretenimento que Dark City nunca irá ter.

 È um filme que agradará um a leque variado de espectadores, principalmente os fãs incondicionais de Matrix que virão na obra como um novo messias e os idolatras do intemporal Blade Runner tem mais um motivo para “viver”. O realizador consegue aliar drama e a acção de forma saudável, elevando o filme a apresentar como thriller futurista, com uma visão do futuro bastante real e possível e explorando de modo engenhoso o medo que sempre aterrorizou a Humanidade, o de sermos domados por outra forma inteligente, neste caso a inteligência artificial. Os efeitos especiais são um dos melhores dos últimos anos e as cenas de acção não sendo demasiado complexas são uma das formas de sucesso, apresentado de forma original e imprevisível.

Will Smith encontra aqui uma forma de reconciliação depois do decepcionante e longo Bad Boys II, mas a sua presença é demasiado light e a sua personagem possui demasiados tiques do James Edward, a personagem encarnada pelo mesmo em MIB – Homens De Negro, pedia-se um protagonista com uma passagem mais forte.

Existe algumas semelhanças com a obra de Spielberg; Minority Report, mas pelos vistos deve ser só coincidência. Apesar da má recepção que obteve nos E.U.A, não é motivo nenhum para não declarar Eu, Robot num dos melhores filmes de Verão dos últimos anos.

 

8/10 ****

 


publicado por Hugo Gomes às 16:24
link do post | comentar | partilhar

sobre mim
pesquisar
 
arquivos
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


recentemente

Filme romeno conquista 68...

Downsizing (2017)

Joss Whedon fora de Batgi...

Pedro Costa terá novo fil...

Os "restos" de Terrence M...

Anne Hathaway em novo fil...

Rabid terá remake!

Robert Pattinson trabalha...

Ira Sachs filmará em Port...

Den of Thieves contará co...

últ. comentários
Notícia triste, mais um talento do qual nos desped...
Ridículo. Não são os únicos posters desta "naturez...
A Vida Íntima de Sherlock Holmes: 5*Acho o filme e...
Estava convencido que fosse o There Will Be Blood....
Para mim, The Master.
Takes
10/10 - Magnífico
9/10 - Imprescindível
8/10 - Bom
7/10 - Interessante
6/10 - Razoável
5/10 - Medíocre
4/10 - Muito Fraco
3/10 - Mau
2/10 - Péssimo
1/10 - De Fugir
0/10 - Nulidade
stats counter
HTML Hit Counter
counter
links
mais comentados
25 comentários
20 comentários
13 comentários
12511335_1084470088250815_732384524_o
subscrever feeds
blogs SAPO